Share Button
Ex-ministro Antonio Palocci durante depoimento ao juiz Sérgio Moro | Foto: Reprodução

Ex-ministro Antonio Palocci durante depoimento ao juiz Sérgio Moro | Foto: Reprodução

Os advogados do ex-ministro Antonio Palocci entregaram ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) uma lista de provas sobre a delação que trata de atos de corrupção envolvendo o PT, a Petrobras e a Odebrecht. De acordo com o G1, o objetivo da defesa de Palocci é revogar a prisão preventiva dele. O documento foi anexado nesta quarta-feira (10) ao processo que diz respeito à apelação de pena na segunda instância. Na lista, constam contratos fictícios, notas fiscais, e-mails, anotações manuais, extrato bancário, dados de rastreadores veiculares, três celulares, pen drive, extratos telefônicos, entre outros. O conteúdo entregue pelos advogados não foi divulgado, já que “poderia implicar na quebra de sigilo de eventuais diligências em andamento”, conforme a petição.