Share Button
Bento estava desaparecido desde o dia 12 de abril deste ano | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Bento estava desaparecido desde o dia 12 de abril deste ano | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Depois de procurar por 11 dias por Bento Vieira Dias, de 50 anos, que estava desaparecido desde o dia 12 de abril, familiares descobriram que o corpo dele estava no Instituto Médico Legal (IML) de Jacobina, distante cerca de 150 quilômetros de Santaluz, onde ele morava, e que havia sido levado para a unidade no dia seguinte ao desaparecimento, após ser encontrado às margens da BR-324, na localidade conhecida como Cabaças, situada no limite territorial entre os municípios de Nova Fátima e Gavião.

No entanto, segundo o Notícias de Santaluz apurou, somente nesta quarta-feira (24), após tomar conhecimento do fato, familiares do homem foram até o IML para providenciar o translado do corpo, que foi liberado no fim da tarde. O reconhecimento oficial foi feito por meio de papiloscopia, exame pericial que identifica a pessoa pelas digitais.

O Notícias de Santaluz apurou que o corpo foi encontrado com perfurações, possivelmente de tiros, mas, segundo a polícia, a morte será apontada apenas no laudo da necropsia. Ainda não há informações sobre autoria e motivação do crime. O caso está sob investigação da Polícia Civil.

O caso

Segundo o Notícias de Santaluz apurou, Bento foi visto pela última vez no dia 12 de abril, por volta das 13h, no bairro Deloda, em Santaluz, junto com outro homem na sua moto, depois de levar a filha para a escola.

Moto foi encontrada abandonada horas após homem ter sido visto pela última vez | Foto: Notícias de Santaluz

Moto foi encontrada abandonada horas após homem ter sido visto pela última vez | Foto: Notícias de Santaluz

Ainda segundo as informações apuradas, uma testemunha disse ter visto os dois indo em direção a estrada vicinal que liga a sede do município ao povoado de Várzea da Pedra, onde a vítima residia.

A moto, no entanto, foi encontrada abandonada horas depois, próximo ao povoado Boa Esperança, que fica cerca de cinco quilômetros antes de Várzea da Pedra.

Notícias de Santaluz