Share Button
Joélcio discursa durante convenção | Foto: Reprodução

Joélcio discursa durante convenção | Foto: Reprodução

O ex-prefeito de Santaluz Joélcio Martins da Silva (MDB) ingressou na última quarta-feira (21) com um recurso para tentar reverter o indeferimento do registro de sua candidatura ao cargo de vice-prefeito do município nas eleições deste ano.

Joélcio teve o registro da candidatura indeferido na última segunda-feira (19). A juíza Lisiane Sousa Alves Duarte acatou ação de impugnação proposta pelo Ministério Público Eleitoral e negou o registro com base na Lei da Ficha Limpa, que veta a candidatura de quem já foi condenado por mau uso do dinheiro público.

Agora, a defesa de Joélcio tenta reverter a decisão junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Na defesa protocolada nesta quarta-feira, a advogada do ex-prefeito alega que “A conduta do agente público, embora irregular, nem sempre pode ser tipificada como ímproba”.

Vale lembrar que recentemente Joélcio Martins, que já foi condenado por desvios de recursos públicos pelo Tribunal de Contas da União (TCU), pelo Tribunal Federal Regional da 1ª Região (TRF-1) e responde por ações de improbidade administrativa na comarca de Santaluz, teve seu nome divulgado na lista de gestores com contas rejeitadas pelo TCU e pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A coligação tem até o dia 26 de outubro para definir um novo nome caso o ex-prefeito desista da disputa. Interlocutores do grupo político de Joélcio ouvidos pela reportagem afirmam que com o tempo cada vez mais curto, a tendência é que ele sofra pressão para renunciar a candidatura caso não consiga reverter o indeferimento na segunda instância.

Notícias de Santaluz