Share Button

O Estado de S.Paulo

Foto: Reprodução/Pixabay

Foto: Reprodução/Pixabay

A Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, abriu as negociações do desta quarta-feira (18) com forte queda, superior a 8%. O dólar sustenta nesta semana o patamar de R$ 5, e, na abertura das negociações desta quarta, iniciou a cotação em R$ 5,16, um avanço superior a 3% em relação ao fechamento do dia anterior, estabelecendo novo recorde nominal – quando descontada a inflação. Poucos minutos após a abertura, a moeda americana estabeleceu novo recorde, atingindo R$ 5,20. Às 11h12, porém, tinha um leve recuo em relação à disparada que teve nos primeiros momentos de negociação, ficando cotada a R$ 5,07. Nas casas de câmbio, de acordo com levantamento do Estadão/Broadcast, o dólar turismo chegou a ser negociado a R$ 5,40. A moeda americana têm se valorizado fortemente frente ao real nas últimas semanas. Na quinta-feira passada, dia 12, ultrapassou pela primeira vez a marca de R$ 5, e, na segunda-feira (16), fechou, de maneira inédita, acima dos R$ 5. Este novo cenário de desvalorização da moeda brasileira segue a instabilidade dos mercados internacionais por conta da disseminação do novo coronavírus, causador da Covid-19.