WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio



rios

rios

drogaria_santana


:: ‘Destaque1’

Fachin nega suspender ação penal contra Lula no caso Odebrecht

Share Button

Por TV Globo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva — Foto: Reprodução/JN

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva | Foto: Reprodução/JN

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou na segunda-feira (29) suspender ação penal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que corre na Justiça Federal do Paraná e apura suposta propina recebida da Odebrecht. A ação penal contra Lula está em fase final. No começo deste mês, Moro juntou trechos de depoimento de delação premiada do ex-ministro Antônio Palocci e afirmou que fez isso porque precisava avaliar a pena de Palocci no caso. O pedido era para paralisar o processo até que o Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) julgue definitivamente se houve conduta irregular contra Lula por parte do juiz Sérgio Moro, do Paraná. Em maio, o comitê da ONU deu uma liminar para que o Brasil garantisse os direitos políticos de Lula até uma decisão definitiva. Mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou o registro de candidato de Lula a presidente por considerar que ele estava inelegível com base na lei da Ficha Limpa por causa de outro processo, no qual foi condenado no caso do tríplex do Guarujá. O TSE entendeu, por maioria, que a decisão do comitê não era vinculativa. Para o ministro Fachin, que votou no TSE a favor de Lula, a decisão do comitê da ONU não tem efeito na esfera criminal. Ele destacou que o caso será analisado definitivamente pela Segunda Turma do STF. “No mais, quanto às alegações atinentes ao comitê da ONU, como citado, a matéria não se enfeixa em exame preambular atinente ao campo especificamente da seara penal, verticalização compatível apenas com a análise de mérito. Sendo assim, prima facie, por não verificar ilegalidade evidente, sem prejuízo de ulterior reapreciação da matéria no julgamento final do presente Habeas Corpus, indefiro a liminar”, afirmou Fachin.

Guarda municipal é morto a tiros na frente da esposa ao chegar em casa na Bahia

Share Button

Por G1 BA

Segundo a polícia, principal suspeita é de que homens tenham matado a vítima para vingar mortes de traficantes de drogas da região | Foto: Divulgação/Redes Sociais

Segundo a polícia, principal suspeita é de que homens tenham matado a vítima para vingar mortes de traficantes de drogas da região | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um guarda municipal foi morto a tiros na cidade de Baixa Grande, no centro-oeste da Bahia, na noite de segunda-feira (30). A vítima estava acompanhada da esposa, que não foi atingida. De acordo com a polícia, Ledival Batista, de 50 anos, estava em uma motocicleta na porta de casa, com a companheira na garupa, quando três homens chegaram. Na ocasião, os suspeitos dispararam contra o homem, que morreu no local. A mulher não foi atingida. A Secretária de Educação de Baixa Grande suspendeu as aulas nesta terça-feira (30), em solidariedade à irmã de Ledival, que é professora da cidade. O corpo de Ledival Batista foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). Já a esposa dele foi encaminhada, sem ferimentos, para o Hospital Milton Pamponet Ribeiro para avaliação. Segundo a polícia, a principal suspeita é de que os homens tenham matado o guarda municipal para vingar mortes de traficantes de drogas da região. Ainda de acordo com a polícia, a vítima não tinha relação com o tráfico de drogas e não tinha passagem na polícia.

Três carretas carregadas de soja tombam na BR-242 e parte da carga fica espalhada na pista

Share Button

Por G1 BA

De acordo com a polícia, uma carreta que tombou no KM655 da BR-242 ocasionou o tombamento de mais dois veículos — Foto: Edivaldo Braga

De acordo com a polícia, uma carreta que tombou no KM655 da BR-242 ocasionou o tombamento de mais dois veículos | Foto: Edivaldo Braga

Três carretas carregadas de soja tombaram na Serra da Piragiba, sentido Ibotirama, na região do Vale do São Francisco, na noite de segunda-feira (30). Uma mulher ficou ferida no acidente. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma carreta tombou, por volta das 23h de segunda-feira, quando passava pelo Km-655 da BR-242. Em seguida, outras duas carretas que vinham em seguida tentaram desviar do veículo, mas também tombaram. A carga de soja de uma das carretas ficou derramada na pista. Apesar do ocorrido, a rodovia não precisou ser interditada. A PRF de Barreiras, no oeste da Bahia, ajudou no atendimento. Uma mulher que estava em uma das carretas foi levada com ferimentos leves para o Hospital Regional de Ibotirama. Não há informações do estado de saúde da vítima.

Alex da Piatã defende criação de Frente Nordestina de governadores contra eventuais perseguições do governo federal

Share Button
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Em discurso na tarde desta segunda-feira (29), passado o segundo turno das eleições, o deputado estadual Alex da Piatã (PSD) parabenizou o governador Rui Costa (PT) pelo desempenho da campanha petista nas urnas e nas ruas baianas. De acordo com Alex, que é aliado do governador, o trabalho feito em prol do presidenciável Fernando Haddad foi classificado como espetacular e a resposta local foi imediata. O deputado também acredita que para reforçar a luta, dada a eleição de Jair Bolsonaro, fosse criada uma Frente de governadores nordestinos. “O governador deveria ser o líder dos governadores nordestinos e criar um Frente de combate a eventuais perseguições que podem acontecer com o novo governo Federal. Nós lutaremos contra retaliações iguais ou piores às que já acontecem com Temer. A Bahia, como maior estado do Nordeste, deve assumir essa dianteira”, disse. Ainda conforme o pessedista, o crescimento de Haddad na Bahia e os mais de 70% dos votos dados ao candidato a presidente do PT mostram a força do partido e gratidão do povo aos trabalhos prestados nos últimos anos com Lula e Dilma Rousseff.

Notícias de Santaluz

Bolsonaro diz que pretende indicar Moro a STF ou Ministério da Justiça

Share Button

Por Veja.com

Jair Bolsonaro (PSL), presidente eleito da República, concede entrevista ao 'Jornal Nacional' | Foto: Reprodução

Jair Bolsonaro (PSL), presidente eleito da República, concede entrevista ao ‘Jornal Nacional’ | Foto: Reprodução

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) confirmou nesta segunda-feira, 29, em entrevistas na televisão, que pretende convidar o juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em Curitiba, para o Ministério da Justiça ou, quando houver, uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Bolsonaro indicará ao menos dois novos ministros do Supremo até 2021, porque os ministros Celso de Mello e Marco Aurélio Mello se aposentarão compulsoriamente por atingirem a idade limite de 75 anos. “Agora acabou o período eleitoral, se tivesse falado isso lá atrás soaria oportunismo da minha parte. Pretendo sim, não só para o Supremo, mas quem sabe até para o Ministério da Justiça. Pretendo conversar com ele, saber se há interesse dele nesse sentido e se houver interesse da parte dele com toda certeza ser uma pessoa de extrema importância em um governo como o nosso”, afirmou Bolsonaro à Record TV. Ao Jornal Nacional, da TV Globo, o presidente eleito foi questionado novamente sobre o assunto e respondeu que Moro “é um símbolo do Brasil”. “Tem que ter eu trabalho reconhecido. Pretendo conversar com ele, convidá-lo para o Ministério da Justiça ou, no futuro, abrindo uma vaga no STF”. A intenção do pesselista de indicar o juiz foi revelada pela coluna Radar há duas semanas. Nesta segunda, por meio de nota, o magistrado parabenizou o pesselista pela vitória e desejou “que faça um bom governo”. “São importantes, com diálogo e tolerância, reformas para recuperar a economia e a integridade da administração pública, assim resgatando a confiança da população na classe política”, afirmou Sergio Moro.

CDL de Santaluz lança cartão com benefícios de saúde para associados, colaboradores e familiares

Share Button
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Santaluz lançou o cartão ‘Mais Saúde – CDL Santaluz’, que dá acesso a descontos em óticas, farmácias e laboratórios de análises clínicas. A novidade é que o cartão poderá ser adquirido por todos os funcionários das empresas associadas à entidade, e não só pelos proprietários. Há ainda possibilidade de inclusão de dependentes.

“São descontos que variam entre 15% e 20%, independentemente do serviço ou produto que a empresa oferece. Todos os benefícios são válidos para os proprietários das empresas associadas, bem como seus colaboradores e familiares. Além disso, adquirir o cartão é rápido, fácil e gratuito: não tem mensalidades ou anuidade, nem taxa de adesão e nem tarifas de extrato. O único critério é que tanto beneficiários como estabelecimentos conveniados para oferecer os serviços sejam associados à CDL”, explica o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Santaluz, Rodrigo Santana.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Inicialmente, são nove empresas parceiras, que oferecem descontos especiais: Drogaria Central, Drogaria Santana e Farmácia Aras (15% a 20% de desconto); Óticas Bella Visão, Novo Olhar, Santa Luz, Sport Collor e Veneza (10% a 50%) e Laboratório Bioluz (15% a 20%). “Basta ter em mãos o cartão Mais Saúde e um documento com foto, apresentá-los nos estabelecimentos parceiros e solicitar o desconto. A longo prazo, nosso objetivo é expandir a carteira de benefícios e de parceiros comerciais em outras áreas”, afirma Rodrigo.

O intuito, segundo ele, é gerar benefícios para mais de 4 mil pessoas. “O cartão Mais Saúde é mais uma ferramenta de valorização e aproximação da entidade com os associados, seus colaboradores e a sociedade. Cerca de quatro mil e quinhentas pessoas terão acesso às vantagens, somando os proprietários das empresas, colaboradores e familiares”, finaliza o presidente da CDL.

Notícias de Santaluz

Reformar Previdência é prioridade no novo governo, diz Paulo Guedes

Share Button

Por G1 Rio e TV Globo

Paulo Guedes diz que reforma da previdência é primeiro 'grande item' do modelo econômico de Bolsonaro | Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Paulo Guedes diz que reforma da previdência é primeiro ‘grande item’ do modelo econômico de Bolsonaro | Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O economista Paulo Guedes, futuro ministro da Fazenda de Jair Bolsonaro (PSL), disse neste domingo (28) que a mudança do modelo da economia será focada em três “grandes itens” para controle dos gastos públicos. Segundo Guedes, a prioridade será reforma da previdência. “O primeiro grande item: a previdência. Precisamos de uma reforma da previdência. O segundo grande item do controle de gastos públicos: as despesas de juros. Vamos acelerar as privatizações porque não é razoável o Brasil gastar 100 bilhões de dólares por ano de juros da dívida. O Brasil reconstrói uma Europa todo ano (…) O terceiro é uma reforma do estado, são os gastos com a máquina pública. Nós vamos ter que reduzir privilégios e desperdícios”, explicou. Guedes citou ainda outras medidas como simplificar e reduzir impostos, eliminar encargos e impostos trabalhistas sobre a folha de pagamentos para gerar, em dois ou três anos, 10 milhões de empregos novos. Segundo o guru econômico de Bolsonaro, o principal problema do país é o descontrole de gastos públicos, que “corrompeu a política e travou o crescimento econômico”.

Bolsonaro diz que fará um governo ‘defensor da Constituição, da democracia e da liberdade’

Share Button

Por G1

O presidente eleito Jair Bolsonaro — Foto: Dhavid Normando/Futura Press/Estadão Conteúdo

O presidente eleito Jair Bolsonaro — Foto: Dhavid Normando/Futura Press/Estadão Conteúdo

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) afirmou neste domingo (28), ao ler o discurso da vitória na porta da casa dele, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, que o novo governo será um “defensor da Constituição, da democracia e da liberdade”.

Jair Bolsonaro derrotou Fernando Haddad (PT) no segundo turno e tomará posse como presidente da República em 1º de janeiro de 2019. De acordo com a apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com 96,27% das urnas apuradas, ele havia recebido 56,1 milhões de votos (55,49%).

“Faço de vocês minhas testemunhas de que esse governo será um defensor da Constituição, da democracia e da liberdade. Isso é uma promessa, não de um partido, não é a palavra vã de um homem, é um juramento a Deus”, afirmou.

Bolsonaro afirmou no discurso que assumiu o compromisso de fazer um “governo decente”, formado por pessoas com o propósito de transformar o Brasil em uma “grande, próspera, livre e grande nação”.

Bolsonaro declarou que a “liberdade é um princípio fundamental” e citou como exemplos a liberdade de ir e vir, político e religiosa, de informar e de ter opinião e de fazer escolhas.

“Como defensor da liberdade, vou guiar um governo que defenda e proteja os direitos do cidadão que cumpre seus deveres e respeita a leis. Elas são para todos porque assim será o nosso governo: constitucional e democrático”, declarou o presidente eleito.

O presidente eleito declarou que a futura administração precisa criar condições para “que todos cresçam”. Segundo ele, o governo federal vai reduzir estrutura e burocracia e cortará “desperdícios e privilégios”.

“Nosso governo vai quebrar paradigmas, vamos confiar nas pessoas, vamos desburocratizar, simplificar e permitir que o cidadão, o empreendedor, tenha mais liberdade e construir o seu futuro. Vamos desamarrar o Brasil”, declarou.

Bolsonaro declarou que seu governo “respeitará de verdade a federação”, garantindo que os recursos federais cheguem aos estados e municípios. “Precisamos de mais Brasil e menos Brasília”, disse.

Ele reafirmou a defesa do direito de propriedade e destacou a intenção de realizar de reformas, mas não disse no discurso quais seriam.

O presidente eleito declarou que seu governo quebrará o “ciclo vicioso do crescimento da dívida” para estimular investimentos e gerar empregos.

“Emprego, renda e equilíbrio fiscal é o nosso compromisso para ficarmos mais próximos de oportunidades e trabalho para todos”, afirmou.

No discurso, Bolsonaro ainda agradeceu às equipes da Santa Casa de Juiz de Fora (MG) e do hospital Albert Einstein, de São Paulo, locais pelos quais passou após o atentado no qual recebeu uma facada em setembro, durante ato de campanha.

Haddad supera Bolsonaro no segundo turno em Santaluz

Share Button
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O candidato Fernando Haddad (PT) superou Jair Bolsonaro (PSL) nas urnas em Santaluz. Foram 16.173 votos para o petista, equivalente a 77,81% dos votos válidos. Bolsonaro obteve  4.611 votos, totalizando 22,19%. Os votos brancos e nulos somaram 1.675. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 30.062 eleitores estavam aptos para votar em Santaluz neste domingo (28). Assim como no primeiro turno, a abstenção novamente foi expressiva. Ao todo, 25,29% dos eleitores luzenses não compareceram às urnas neste domingo. Esse percentual representa 7.603 eleitores. A abstenção chegou a 23,53% dos votos [7.073 eleitores] no dia 7 de outubro. Diferente do que ocorreu no primeiro turno da eleição, o pleito deste domingo no município aconteceu de maneira mais rápida e tranquila, quase que sem fila e pouco tempo de espera.

Notícias de Santaluz

PM prende homem com plantação de maconha em Tucano e outro com tablete de droga em Quijingue

Share Button
Pedro Henrique foi preso após ser flagrado em plantação de maconha em Tucano | Foto: Divulgação/PM

Pedro Henrique foi preso após ser flagrado em plantação de maconha em Tucano | Foto: Divulgação/PM

Guarnições da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Nordeste localizaram, na noite desta sexta-feira (26), em Tucano, na região sisaleira da Bahia, um terreno com plantio de maconha. De acordo com a PM, a área foi descoberta após denúncia anônima informando sobre um homem comercializando drogas no bairro Nova Esperança. Ao chegarem no espaço, os policiais conseguiram capturar Pedro Henrique Santos Cruz Souza. Conduzido a 25ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Euclides da Cunha, ele foi autuado em flagrante.

Droga foi apreendida em Quijingue | Foto: Divulgação/PM

Droga apreendida em Quijingue | Foto: Divulgação/PM

A segunda ocorrência foi registrada na cidade de Quijingue. Durante atividade de rondas e abordagens, os policiais da Cipe Nordeste prenderam Clébio de Jesus Cruz, também com drogas. Com ele, foram encontrados um tablete de maconha e a quantia de R$ 49. Segundo a PM, em relato aos policiais, ele informou que o material tinha sido comprado com uma mulher. Os militares foram até o local indicado por ele, mas, ao notar a chegada da viatura a mulher fugiu e abandonou 20 trouxinhas de maconha embaladas para venda, três tabletes da mesma droga, uma balança, uma faca, um rolo de papel filme para armazenar os entorpecentes e dois aparelhos celulares.

Notícias de Santaluz


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia