WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio


:: ‘Destaque2’

Pesquisa Ibope para o Senado na Bahia: Jaques Wagner, 41%; Irmão Lázaro, 22%, Ângelo Coronel, 15%; Jutahy Júnior, 11%

Share Button

Por G1 BA

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (18) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o Senado na Bahia. Jaques Wagner (PT): 41%; Irmão Lázaro (PSC): 22%; Ângelo Coronel (PSD): 15%; Jutahy Magalhães Júnior (PSDB): 11%; Jorge Vianna (MDB): 4%; Fábio Nogueira (PSOL): 4%; Marcos Maurício (DC): 3%; Comandante Rangel (PSL): 3%; Francisco José (Rede): 1%; Adroaldo dos Santos (PCO): 1%; Celsinho Cotrim (PRTB): 0%; Brancos e nulos para a 1ª vaga: 21%; Brancos e nulos para a 2ª vaga: 32%; Não sabe: 41%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Bahia. No levantamento anterior, feito de 19 a 21 de agosto, os percentuais foram: Jaques Wagner (PT): 34%; Irmão Lázaro (PSC): 23%; Jutahy Júnior (PSDB): 14%; Ângelo Coronel (PSD): 7%; Jorge Vianna (MDB): 6%; Fábio Nogueira (PSOL): 5%; Marcos Maurício (DC): 5%; Comandante Rangel (PSL): 4%; Francisco José (Rede): 3%; Adroaldo dos Santos (PCO): 1%; Celsinho Cotrim (PRTB): 1%; Brancos/nulos para a 1ª vaga no Senado: 26%; Brancos/nulos para a 2ª vaga no Senado: 35%; Não sabe/não respondeu: 36%

Sobre a pesquisa

  • Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
  • Quem foi ouvido: 1.008 pessoas em 61 municípios
  • Quando a pesquisa foi feita: De 15 a 17 de setembro
  • Registro no TRE: 01723/2018
  • Registro no TSE: 03445/2018
  • O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro
  • 0% significa que o candidato não atingiu 1%

Polícia Federal ainda não descarta coautoria em ataque a Bolsonaro

Share Button

Por Agência Brasil

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann | Foto: Cesar Itibere /PR

“Se necessário, abriremos uma segunda investigação”, afirma o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann | Foto: Cesar Itibere /PR

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, reafirmou nesta terça-feira (18) que a Polícia Federal deve concluir ainda nesta semana um primeiro inquérito sobre a agressão ao candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro. Ele disse que, até o momento, nenhuma hipótese foi descartada sobre uma eventual coautoria do crime, por isso uma nova investigação poderá ser aberta. Bolsonaro foi esfaqueado em 6 de setembro durante um ato de campanha na rua em Juiz de Fora (MG). O agressor, identificado como Adélio Bispo de Oliveira, foi preso e encontra-se numa penitenciária de Campo Grande (MS). Em depoimentos, ele diz ter agido sozinho. “Não se descarta qualquer tipo, qualquer hipótese”, afirmou Jungmann ao ser questionado sobre a possibilidade de coautoria no crime. “Nós, se necessário, abriremos uma segunda investigação, um segundo inquérito, para apurar todo e qualquer indício. Se qualquer possiblidade de coautoria existir, evidentemente que vamos trazer a conhecimento de toda a sociedade”, disse em seguida. O ministro, no entanto, não deu detalhes das investigações, afirmando apenas que “tudo isso tem que ser investigado, recursos, dinheiro na conta”. “Temos que dar uma resposta à opinião pública para que não paire nenhuma suspeita”, acrescentou.

Avô é preso após esfaquear o neto de 15 anos e atear fogo na própria casa na Bahia

Share Button
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Carlos Costa Santos, de 53 anos, foi preso em flagrante por tentativa de homicídio, após golpear com uma faca seu neto, de 15 anos, na manhã de segunda-feira (17) em Alagoinhas, região nordeste da Bahia. De acordo com a Polícia Civil, o homem estava com a faca quando foi capturado e conduzido para a delegacia da cidade, onde confessou o crime durante interrogatório. Segundo a polícia, Carlos, que ainda ateou fogo à própria casa, contou que vinha tendo discussões frequentes com o neto, que estava sozinho com ele no momento do ataque. A vítima foi socorrida por policiais, passou por uma cirurgia e segue internada em estado grave, informou a Polícia Civil. A faca utilizada no crime foi encaminhada para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT), enquanto Carlos aguarda ser levado para audiência de custódia.

Notícias de Santaluz

Adolescente de 13 anos atira na cabeça de criança de 11 enquanto brincava com arma

Share Button

Por G1 BA

Foto: Ilustração

Foto: Ilustração

Um adolescente de 13 anos atirou em uma criança de 11, na tarde de domingo (16), no município de Jitaúna, sul da Bahia. De acordo com informações da Polícia Civil, o disparo aconteceu enquanto os dois jovens brincavam com uma arma que pertencia ao pai da vítima. O garoto foi atingido na cabeça e encaminhado ao Hospital Nossa Senhora de Fátima, em Jitaúna. Posteriormente, devido à gravidade do ferimento, ele foi transferido para o Hospital Prado Valadares, em Jequié. O menino passou por procedimento cirúrgico para a retirada do projétil e tem o estado de saúde considerado grave. Ainda segundo a Polícia Civil, a arma estava guardada dentro de um veículo. No momento do disparo, o carro estava estacionado na garagem da residência da vítima, situada no bairro Adelino Henrique. O pai do menino, que não teve a identidade revelada, foi apresentado pela Polícia Militar na delegacia de Jequié, mas a arma não foi localizada pelos agentes. O caso é investigado e acompanhado pela Polícia Civil do município.

Haddad diz que não dará indulto a Lula se for eleito presidente

Share Button

Estadão Conteúdo

Foto: Reprodução/G1

Foto: Reprodução/G1

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad (PT), afirmou nesta terça-feira, 18, que não vai dar indulto ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Operação Lava Jato, caso seja eleito. “Lula é o primeiro a dizer que não quer favor, quer reconhecimento do erro do Judiciário”. Pressionado, Haddad, pela primeira vez, negou: “Não. Não ao indulto”, disse, em entrevista à “Rádio CBN” e ao portal “G1”. Na entrevista, Haddad citou novamente que nas visitas que faz ao líder petista o próprio Lula rechaça a ideia de deixar a prisão por meio de um decreto presidencial, pois confia que as cortes brasileiras de Justiça e os fóruns internacionais irão atestar a sua inocência no processo do tríplex do Guarujá (SP), no qual foi condenado a 12 anos e um mês de prisão. O ex-presidente está preso na carceragem da Polícia Federal de Curitiba desde o dia 7 de abril. “Lula é o primeiro a dizer que não quer favor, quer reconhecimento do erro judiciário”, repetiu Haddad. Questionado se colocaria Lula em um ministério, Haddad desconversou. “Acho essa pergunta muito pequena para um cara da estatura do Lula. Ele só aceitou ser ministro da Casa Civil (em 2016) porque estávamos prevendo que um golpe de Estado aconteceria como aconteceu”, disse, em relação ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Mulher é presa transportando 329 Kg de drogas em ônibus na Bahia

Share Button

Por G1 BA

Mulher e malas com drogas foram levadas à delegacia de Tanhaçu | Foto: Divulgação/Polícia Militar

Mulher e malas com drogas foram levadas à delegacia de Tanhaçu | Foto: Divulgação/Polícia Militar

Uma mulher de 27 anos foi presa transportando 329 quilos de drogas em um ônibus, na noite de segunda-feira (17), na BA-026, próximo à cidade de Tanhaçu, sudoeste da Bahia. De acordo com informações da Polícia Militar, a passageira saiu de São Paulo e tinha o Ceará como destino. Uma equipe de policiais rodoviários estaduais estava no posto próximo ao distrito de Sussuarana e, por volta das 18h30, ao avistar o ônibus fez a abordagem. Os policiais foram até o bagageiro e suspeitaram de seis malas que estavam etiquetadas em nome da mulher, de prenome Paloma. De posse dos controles de bagagem, ao identificarem a passageira, os policiais abriram as malas e encontraram 253 tabletes de maconha e dois com cocaína, totalizando 329 quilos das duas drogas. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, Paloma assumiu que estava transportando a droga para Igatu (CE). Além da droga, a polícia apreendeu com ela a quantia de R$ 40, dois celulares, sendo um deles do tipo smartphone, documentos pessoais e cartões de crédito. O material e a mulher foram levados para a delegacia de Tanhaçu. Paloma responderá por tráfico de drogas, cuja pena pode chegar a até 15 anos de prisão.

Segurança morre e outro fica ferido em ataque a carro-forte

Share Button
Foto: Reprodução / Achei Sudoeste

Foto: Reprodução / Achei Sudoeste

Um segurança morreu e outro ficou ferido em um ataque a um carro-forte em um trecho da BR-116 de Boa Nova, no sudoeste baiano. O fato ocorreu na noite desta segunda-feira (17) contra o veículo da empresa Prosegur. Até a manhã desta terça-feira (18) nenhum dos acusados foi localizado. Também na há informação de roubo do dinheiro que estava no carro. Segundo a Polícia Militar, via G1, o veículo foi interceptado por um grupo que passava na rodovia. Após atirar contra o carro, os homens fugiram. O segurança ferido foi levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Poções, na mesma região. Já o corpo do segurança morto foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Vitória da Conquista, também no sudoeste do estado. 

Rui atribui problema na segurança na Bahia à Legislação: ‘Favorece a bandidagem’

Share Button
Foto: Carlos Casaes/ Divulgação

Foto: Carlos Casaes/ Divulgação

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), atribuiu os problemas na segurança pública no estado à Legislação brasileira. Segundo o Bahia Notícias, em entrevista à rádio Band News, nesta segunda-feira (17), o candidato à reeleição disse que a lei favorece os criminosos. “A Legislação é muito ruim, e favorece a bandidagem. Isso precisa mudar a Legislação no Brasil. Para que tanta liberação assim? As pessoas saem e matam mais gente. Acho absurdo uma pessoa que tira a vida de outra é condenada a 18 anos de prisão, mas com apenas três tem liberdade. Não tem como fazer segurança pública eficiente com essa Legislação. Por que de tanta regalia ao bandido?”, questionou.

Com estiagem, Maracás e Quijingue têm decretos de emergência reconhecidos pela União

Share Button

Por Bahia Notícias

Quijingue / Foto: Reprodução / TCM-BA

Quijingue / Foto: Reprodução / TCM-BA

Mais duas cidades baianas que sofrem com a estiagem tiveram decretos de emergência reconhecidos pela União. Nesta segunda-feira (17), Maracás, no baixo sul, e Quijingue, na região sisaleira, entraram na lista de municípios com reconhecimento pelo governo federal. Com os decretos, as cidades passam a ter apoio da Operação Carro-Pipa, feita pelo Exército, além de poder contratar determinados serviços sem exigência de licitação. Para conseguir os decretos de emergência, os municípios devem primeiro homologar o decreto no âmbito local, depois aguardar o reconhecimento pelo estado. A homologação federal vem depois dessas etapas.

Mãe descobre que filha era abusada pelo padrasto após receber carta da garota: ‘Começou pedindo desculpa’

Share Button

Por G1 BA

Ilustração

Ilustração

Uma garota de 12 anos escreveu uma carta para a mãe para denunciar que era abusada pelo próprio padrasto há 7 anos. O caso ocorreu no início deste ano na cidade de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia. “Ela começou a carta me pedindo desculpas, porque, nesses casos, eles [vítimas] se sentem culpados pela situação. Quando li, em momento algum eu desconfiei que ela estivesse mentindo”, contou a mãe da menina, que preferiu não se identificar. O homem suspeito do crime, que não teve a idade e identidade reveladas, foi morar com a ex-mulher quando eles namoravam. A vítima tinha 5 anos quando começou a ser abusada. Após a denúncia, o homem foi preso. A mãe da vítima disse que o ex-companheiro nunca deu sinais de que fazia mal à enteada. “Ele tinha o comportamento normal, de uma pessoa normal, de uma pessoa boa, era um pai para ela”, relatou. Segundo ela, depois que o homem se mudou para a casa das duas, a garota começou a apresentar um comportamento estranho, agressivo. A mulher chegou a levar a filha para atendimentos psicológicos, mas não suspeitou que o homem pudesse estar abusando da filha. “Foi aí que eu comecei a entender que tinha alguma coisa errada com ela. Comecei a procurar ajuda de psicólogos, mas até então ninguém dizia o que ela tinha”. Após a menina começou a se mutilar e a mãe questionar o que estava acontecendo, sem ter respostas, a vítima escreveu a carta e contou dos abusos. Conforme a polícia, o homem que abusou da garota já foi julgado e condenado a 18 anos de prisão. Ele segue no sistema prisional em Vitória da Conquista.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia