WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio


:: ‘Destaque2’

Documento aponta que empresa de coronel Lima intermediava pagamentos ilícitos a Temer na década de 90

Share Button
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Documento juntado ao inquérito dos portos, que investiga o presidente Michel Temer, indica que supostos pagamentos indevidos feitos na década de 90 por parte de empresas do setor portuário passaram inicialmente pela Argeplan, empresa do coronel aposentado da Polícia Militar João Batista de Lima Filho, amigo do presidente e também investigado, de acordo com o portal G1. O inquérito apura se Temer editou, em troca de propina, um decreto com o objetivo de favorecer empresas do setor portuário, entre as quais a Rodrimar e o grupo Libra. Ambas têm terminais no porto de Santos. O governo diz que o decreto não foi editado com essa finalidade, e Temer nega ter recebido vantagem indevida. Em nota, a Rodrimar afirma que a própria Polícia Federal (PF), em relatório encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou que o decreto dos portos ajudou outras empresas, e não a Rodrimar. O Palácio do Planalto disse que não vai

TSE pode decidir no recesso sobre pedido para declarar Lula inelegível

Share Button

Por TV Globo

Foto: Paulo Pinto/AGPT

Foto: Paulo Pinto/AGPT

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pode decidir durante o recesso de julho sobre pedido de dois coordenadores do Movimento Brasil Livre (MBL) para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja declarado imediatamente inelegível. Eles querem que a Corte eleitoral decida sobre o tema antes mesmo do registro das candidaturas, cujo prazo final é 15 de agosto. A ação, apresentada na sexta-feira (13) em nome de Kim Kataguiri e Rubens Nunes, pede uma liminar (decisão provisória) para “declarar desde já a incontroversa inelegibilidade”. Além disso, pede a proibição do registro de candidatura, de atos de campanha e a citação do nome de Lula em pesquisas. A defesa de Lula considera o pedido um “questionamento precoce” e “um mal concebido manifesto político travestido de ação”. O relator do caso é o ministro Admar Gonzaga, escolhido por sorteio. Como o TSE está em recesso até dia 31, o pedido de liminar pode ser analisado pelo plantonista, a ministra Rosa Weber. Até o dia 20, Rosa Weber, vice-presidente do TSE, está de plantão. Depois, o presidente do TSE, ministro Luiz Fux, reassume o comando do tribunal. Eles podem decidir ainda aguardar o fim do recesso para que a questão seja analisada pelo relator.

Congresso quer aumentar para R$ 38 mil salário de parlamentares

Share Button
sessão conjunta do Congresso Nacional | Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Sessão conjunta do Congresso Nacional | Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Cresce no Congresso Nacional uma articulação para elevar os salários dos deputados e dos senadores para a próxima legislatura. De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, participam do debate alguns ministros do Supremo insatisfeitos com a decisão da presidente da Corte, Cármen Lúcia, de não propor aumento novamente para o próximo ano. Uma proposta que vem sendo debatida, ainda de forma reservada, é passar o teto constitucional dos atuais R$ 33,7 mil para R$ 38 mil. O reajuste de R$ 4,3 mil é justamente o valor do auxílio-moradia, que seria incorporado aos vencimentos dos magistrados. O último aumento do teto constitucional foi aprovado em dezembro de 2014, quando o salário de ministros do STF subiu de R$ 29,4 mil para R$ 33,7 mil. O Congresso quer colocar o reajuste em votação após as eleições, quando vencerem nas urnas.

Brasileiro de 8 anos vai até Nova York para pedir que o português se torne língua oficial da ONU

Share Button

Por G1, São Paulo

Menino brasileiro vai até Nova York para pedir que o português se torne língua oficial da ONU

João Paulo mostra um de seus livros publicados a secretária geral da ONU para a Juventude, em Nova York | Foto: Divulgação/Fernanda Calfat

Organização das Nações Unidas (ONU) recebeu, nesta quinta-feira (12), em Nova York, a visita de um brasileiro de apenas oito anos, mas com grandes planos. Vestindo terno e gravata, o pequeno João Paulo Guerra Bezerra, que tem dois livros publicados, dá palestras pelo Brasil e já ganhou um prêmio da Nasa, entregou à secretária geral da ONU para a Juventude uma carta pedindo a inclusão do português entre as línguas oficiais das Nações Unidas. Atualmente, a ONU tem seis línguas oficiais: árabe, chinês, espanhol, francês, inglês e russo. Ele escreveu a carta de próprio punho endereçada a António Guterres, o secretário geral da ONU. “Eu tenho um pedido especial para o senhor”, escreveu o garoto. “Por favor, inclua o idioma português como língua oficial da ONU, vai nos tornar mais fortes para defender as nossas ideias e projetos para deixar o mundo um lugar melhor para todos.” Nesta quinta-feira, a carta foi entregue oficialmente durante um encontro de João com Jayathma Wickramanayake, secretária geral da ONU para a Juventude. Em retribuição, o garoto recebeu um pin de 17 cortes, que representam a Agenda 2030 pelo desenvolvimento sustentável. A secretária prometeu encaminhar a carta a Guterres.

Juiz concede liberdade para o ex-ministro Henrique Alves

Share Button

Por G1 RN

Henrique Alves depôs à Justiça Federal sobre acusações da Operação Manus na última segunda-feira (9) | Foto: Pedro Vitorino

Henrique Alves depôs à Justiça Federal sobre acusações da Operação Manus na última segunda-feira (9) | Foto: Pedro Vitorino

O ex-ministro Henrique Eduardo Alves (MDB) teve a prisão domiciliar revogada pelo juiz Francisco Eduardo Guimarães Farias, da 14ª Vara Federal de Natal. Com isso, ele passará a responder em liberdade ao processo da operação Manus, em que é acusado de participar de desvios na construção da Arena das Dunas. Alves havia sido alvo de duas ordens de prisão no dia 6 de junho de 2017 – da operação Manus e da operação Sépsis, que investiga desvios no Fundo de Investimentos do FGTS, administrado pela Caixa Econômica Federal, da qual o ex-ministro foi presidente. O ex-deputado Eduardo Cunha também foi preso na operação Sépsis. Henrique Alves ficou preso na Academia de Polícia Militar em Natal até o dia 3 de maio de 2017 quando a Justiça o concedeu liberdade no processo da operação Sépsis. A partir daí, ele passou a cumprir prisão domiciliar pela operação Manus.

Petrobras anuncia queda de 0,98% no preço da gasolina nas refinarias

Share Button

Por Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Depois de 20 dias com aumentos de preços sucessivos, a Petrobras anunciou nesta quinta-feira (12) que reduzirá em 0,98% o preço da gasolina em suas refinarias. A partir desta sexta-feira (13), o litro do combustível cairá 2 centavos e passará a custar R$ 2,0326. A última vez que o preço da gasolina caiu foi em 22 de junho, quando passou de R$ 1,8841 para R$ 1,8634. Desde então, o combustível teve nove aumentos. Desde 22 de junho, a gasolina acumula alta de 9,08%, ou seja, 17 centavos por litro nas refinarias da estatal.

Motorista de prefeitura de cidade baiana morre após ser baleado enquanto trabalhava

Share Button

Por G1 BA

Motorista é morto a tiros dentro de caçamba na cidade de Ribeirão do Largo, sudoeste baiano | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Motorista é morto a tiros dentro de caçamba na cidade de Ribeirão do Largo, sudoeste baiano | Foto: Reprodução/Redes Sociais

O motorista de uma caçamba da prefeitura de Ribeirão do Largo, sudoeste da Bahia, foi assassinado a tiros dentro do veículo, na quarta-feira (11), enquanto trabalhava. Conforme a polícia, a vítima é Roney Teixeira Santos, de 32 anos. Ele era casado e deixa dois filhos. Ele foi atingido por seis disparos. Testemunhas disseram à polícia que Roney foi baleado por homens que fugiram em um carro. O corpo de Roney foi removido pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) e levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Itapetinga. Até a manhã desta quinta-feira (12), nenhum suspeito havia sido preso ou identificado. A motivação do crime é investigada.

Temer pode vetar anistia a multas aplicadas aos caminhoneiros durante paralisação, diz Marun

Share Button

Correio24Horas

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Apesar da pressão dos caminhoneiros que paralisaram o país, o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse, em entrevista, que “é possível sim que se estabeleça um veto” em relação à medida provisória aprovada no Congresso, nesta quarta-feira (11), que trata do preço mínimo para os fretes rodoviários e anistia caminhoneiros e empresas de transporte. Sobre a crítica da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que classificou de “retrocesso para a economia” a aprovação da tabela para fretes, o ministro respondeu dizendo que “não vemos necessidade de agradar a todos, precisamos fazer o necessário para o Brasil”. O ministro justificou a possibilidade de veto dizendo que “existem diversos processos tramitando na Polícia Federal que nos trazem ainda maior convicção de que foi praticado sim, o locaute, durante aquele movimento”. Marun declarou ainda que o governo vai verificar o texto final e avaliar tudo “com cuidado”.

Grupo chinês deve investir R$ 400 milhões na construção de duas termoelétricas na Bahia

Share Button
Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Um grupo chinês deve investir cerca de R$ 400 milhões para construir duas usinas termoelétricas no município de Dias D’Ávila. De acordo com informações do Estadão, Jiangsu Communication Clean Energy Technology (CCETC) deve anunciar em breve os projetos da Camaçari Muricy II e Pecém Energia, de 143 megawatts cada. O negócio ainda não foi oficializado, mas representantes do grupo chinês já se encontraram com o governador Rui Costa para conversar sobre os investimentos. Eles se comprometeram a contratar 70% da mão de obra local. A Pecém Energia e a Energética Camaçari Muricy II ainda estão em estágio pré-operacional e, ainda de acordo com o Estadão, devem começar a operar em outubro de 2020.

ANP lança sistema para consumidor comparar preço dos combustíveis

Share Button

O Estado de S.Paulo

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A gasolina no norte do Estado do Rio de Janeiro já ultrapassou os R$ 5 o litro, mas em Rondônia não chegou a R$ 4, revela um novo serviço lançado nesta quarta-feira, 11, pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para que os postos de abastecimento informem voluntariamente o preço que estão cobrando pelos combustíveis – gasolina, etanol, diesel S-10, diesel S-500 e gás natural veicular (GNV). O objetivo, informa a ANP, é dar ao consumidor mais uma opção de consulta além do levantamento de preços feito pela agência. Batizado de Infopreço, o novo sistema foi disponibilizado aos postos para cadastramento desde 20 de junho e a partir de hoje serão atualizados diariamente. O levantamento de preços da ANP continuará a ser realizado, mas não pode ser comparado ao Infopreço porque faz apenas o acompanhamento semanal, e não diário. Até o momento , 177 postos se cadastraram para informar seus preços. Mato Grosso do Sul e Rondônia são os que estão com mais postos disponíveis para consulta. A ANP elaborou um conjunto de filtros pelos quais é possível pesquisar por produto, CNPJ, nome e endereço do posto revendedor. A agência ressalta, no entanto, que os dados publicados são de responsabilidade do revendedor.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia