WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio






Laboratório Checap

drogaria_santana

:: ‘Destaque2’

Justiça autoriza goleiro Bruno a disputar amistoso pelo Poços de Caldas

Share Button

Por Bahia Notícias

Goleiro Bruno posa com a camisa do Poços de Caldas FC | Foto: Divulgação/Poços de Caldas FC

Goleiro Bruno posa com a camisa do Poços de Caldas FC | Foto: Divulgação/Poços de Caldas FC

A Justiça de Minas Gerais autorizou o goleiro Bruno a estrear pelo Poços de Caldas. Condenado a 20 anos de prisão pelo homicídio da modelo Eliza Samudio, ele foi liberado para disputar o jogo amistoso pela equipe mineira marcado para sábado (5), às 15h, contra o Independente de Juruaia, no Estádio Benedito Bandola de Oliveira, o Bandolão. O jogador cumpre pena na prisão em Varginha. No sábado, Bruno vai deixar a penitenciária às 6h e deverá retornar às 21h. No último dia 27 de agosto, ele foi anunciado como novo reforço do Poços de Caldas, após ter sido liberado pela Justiça para trabalhar. O goleiro já cumpriu nove anos da pena total e por causa disso ganhou o direito ao regime semiaberto. Na carreira de jogador, Bruno já defendeu as traves do Flamengo, Atlético-MG, Corinthians e Boa Esporte.

Motorista é ‘flagrada’ a 710 km/h em rodovia de Brasília

Share Button

Por TV Globo

Foto: TV Globo/Reprodução

Foto: TV Globo/Reprodução

Uma motorista foi multada em R$ 134 após o carro em que ela dirigia ultrapassar a velocidade máxima permitida em uma rodovia do Distrito Federal. O inusitado é que o registro no sistema de trânsito consta que o veículo estava a 710 km/h. O “flagra” foi na Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB). A velocidade apontada na multa é incompatível com as possíveis de serem atingidas por qualquer carro. Em nota, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) – responsável pela rodovia – informa que “não encontrou erro na notificação”. Já o Detran afirma que “A infração foi registrada em uma rodovia distrital, portanto o lançamento no sistema não compete ao Detran”. Ainda de acordo com o órgão, “o sistema apenas mostra as informações das autuações cadastradas pelo órgão autuador na Base Nacional de Infrações de Trânsito”. A servidora pública Lana Albuquerque, dona do veículo, contou à reportagem que a multa foi aplicada em outubro do ano passado, mas ela só notou a infração nesta semana. “Achei estranho porque o documento do IPVA 2019 não chegou, então fui consultar no site do Detran e me deparei com a surpresa de que meu carro estaria a 710 km/h.” Além da multa, no entanto, o documento trazia outro dado contestável: o de que a velocidade permitida para a via era de 600 km/h – 10 vezes maior do que o limite máximo. Para a motorista, pode ter havido um erro do sistema, com acréscimo de um zero ao final. Apesar disso, ela não descarta que dirigiu acima da velocidade, e disse que vai pagar a multa. “Certamente posso ter passado um pouquinho acima da velocidade da via, porém, o meu carro ainda não é um avião”, brinca.

PF deflagra operação em 9 estados para apurar corrupção praticada por auditores fiscais agropecuários

Share Button
Foto: Divulgação/ PF/Arquivo

Foto: Divulgação/ PF/Arquivo

A Polícia Federal (PF), em cooperação com o Ministério Público Federal, deflagrou nesta terça-feira (1) a 4ª fase da Operação Carne Fraca, denominada Romandos. Cerca de 280 policiais federais estão cumprindo 68 mandados de busca e apreensão nos estados do Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Goiás, Mato Grosso, Pará, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro. As medidas cautelares foram expedidas pela 1ª Vara Federal de Ponta Grossa, no Paraná. Segundo a PF, o inquérito tem como foco principal a apuração de crimes de corrupção passiva praticados por auditores fiscais agropecuários federais em diversos estados, em benefício de grupo empresarial do ramo alimentício, que passou a atuar em colaboração espontânea com as autoridades públicas na investigação. Conforme a PF, o grupo empresarial indicou que ao menos 60 auditores fiscais agropecuários teriam sido favorecidos com as vantagens indevidas. Há indicativos de que foram destinados R$ 19 milhões para os pagamentos indevidos. A Polícia Federal informou que os valores eram pagos em espécie, por meio do custeio de planos de saúde e até mesmo por contratos fictícios firmados com pessoas jurídicas que representavam o interesse dos fiscais. A prática ilegal teria sido interrompida no ano de 2017, quando o grupo passou por uma reestruturação interna. O nome da operação faz referência a diversas passagens bíblicas do Livro de Romanos, que tratam de confissão e justiça.

Notícias de Santaluz

Ibama resgata 230 mil peixes em região ameaçada pela seca na Bahia

Share Button
Foto: Divulgação/Ibama

Foto: Divulgação/Ibama

Pelo terceiro ano consecutivo equipes de emergências ambientais do Ibama realizam salvamento de peixes ameaçados pela seca na lagoa de Itaparica, em Xique-Xique, na região norte da Bahia. Desde 2017, conforme o órgão, cerca de 230 mil animais foram resgatados e transportados para o Rio São Francisco. Neste ano já foram transferidos 50 mil peixes na primeira etapa da ação. A transferência é realizada em recipiente apropriado [transfish] e todo o processo é monitorado por analistas do Ibama, que controlam os níveis de salinidade e oxigenação da água. Dentre as espécies resgatadas estão cascudo, corvina, curimatã, mandi amarelo, piau, piaba, carí, traíra, pescada, sarapó e surubim. Segundo o Ibama, a ação emergencial tem a finalidade de minimizar a mortandade de peixes, além de combater ilícitos ambientais que agravam impactos ambientais na região, como desmatamento, pesca predatória, lançamento inadequado de efluentes na água e ocupação irregular em Áreas de Preservação Permanente (APPs), entre outros.

Notícias de Santaluz

Aposentada é condenada a indenizar vizinho em mais de R$ 10 mil por chamá-lo de ‘viado’ durante discussão em elevador

Share Button
Foto: Divulgação/TJMG

Foto: Divulgação/TJMG

Uma aposentada moradora de um condomínio em Belo Horizonte (MG) deve indenizar em R$ 10.560 um professor, que é seu vizinho, por tê-lo ofendido, chamando-o de ‘viado’, após uma discussão dentro do elevador do prédio e na presença de outros moradores. De acordo com a ação, o desentendimento ocorreu momentos após o início de uma reunião de condomínio, marcada para tratar de questões relacionadas ao trânsito de animais soltos pelo prédio. Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a motivação da reunião seria a própria aposentada, que, de acordo com o professor agredido, insistia em transitar pelas dependências comuns com dois cachorros soltos, o que já teria gerado incidentes. O professor relatou ainda na ação que a aposentada compareceu ao local da reunião com os animais soltos e colocou cada um deles sobre uma cadeira, com a intenção de afrontar os presentes. Diante da situação, o professor subiu para seu apartamento e acionou a Polícia Militar. Quando o homem retornou pelo elevador, a aposentada entrou também com os dois cães soltos, que avançaram sobre ele e sobre outra moradora. O professor solicitou à vizinha que retirasse os cães do elevador, momento em que ela fez um gesto obsceno e o ofendeu verbalmente, chamando-o de ‘viado’, na presença de outros moradores. Com a chegada da polícia foi registrado um boletim de ocorrência, com depoimentos das testemunhas, que confirmaram a versão do professor. O homem apresentou uma queixa-crime, que resultou também em um processo criminal por injúria, no Juizado Especial Criminal. No decorrer do processo cível, a aposentada foi condenada a um mês de detenção pelo crime de injúria, com pena substituída pela prestação de serviços à comunidade.

Notícias de Santaluz

Jogador natural de Itiúba morre ao passar mal em campo durante jogo do Intermunicipal

Share Button

Por Bahia Notícias

Rodrigo era natural de Itiúba | Foto: Reprodução

Rodrigo era natural de Itiúba | Foto: Reprodução

Um fato triste marcou o domingo (29) que definiu os confrontos da segunda fase do Intermunicipal 2019. Aos 22 anos, o jogador Rodrigo Santos, que era natural de Itiúba, na região sisaleira da Bahia, mas jogava pela seleção de Campo Formoso, faleceu após sofrer um mal súbito durante a partida contra Piritiba, na casa do adversário. Durante o segundo tempo do jogo, Rodrigo acabou caindo no campo. Ele foi socorrido pela equipe médica e levado de ambulância para o hospital Carlos Ayres, que fica bem próximo ao estádio, mas não resistiu e acabou falecendo. Segundo o hospital, o corpo do atleta já foi levado para a cidade de origem. De acordo com a assessoria de imprensa da Federação Bahiana de Futebol (FBF), após o atendimento do jogador, a partida seguiu normalmente e terminou no empate sem gols. A notícia da morte de Rodrigo só chegou depois do encerramento do jogo. Por ter vencido o duelo de ida de goleada, por 4 a 0, Campo Formoso avançou para a próxima fase da competição.

Casal procurado por homicídio é preso em ônibus na Bahia a caminho de casamento

Share Button

Por G1 BA

Casal procurado por homicídio foi preso na Bahia a caminho de casamento | Foto: Divulgação/PRF

Casal procurado por homicídio foi preso na Bahia a caminho de casamento | Foto: Divulgação/PRF

Um casal procurado pela polícia por homicídio foi preso em um ônibus interestadual, em um trecho da BR-116, na cidade de Feira de Santana. O coletivo saiu de Palmas (TO) com destino a Recife (PE), e os suspeitos desceriam em Aracaju (SE), onde participariam de um casamento. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os dois foram abordados durante uma fiscalização de rotina, na sexta-feira (27), e tentaram enganar os policiais rodoviários com documentos falsos, contudo foram descobertos. Além do mandado de prisão por homicídio, segundo a PRF, também foi constatado que o homem, de 30 anos, responde por outros crimes, como receptação, porte ilegal arma de fogo e uso documento falso. Já a mulher, de 28, responde também por tráfico de drogas. A PRF não detalhou quando e nem onde ocorreu o homicídio do qual a dupla é suspeita. Após a ação, o casal foi encaminhado para a delegacia da cidade. Eles seguem à disposição da Justiça. Ainda conforme a PRF, agentes da corporação já prenderem mais de 30 pessoas foragidas da Justiça nas rodovias federais do estado somente neste ano.

Sem água potável e abrigos, trabalhadores são retirados de áreas de colheitas no norte da Bahia

Share Button

Por G1 BA

Auditores fiscais do trabalho encontram situações de trabalho precário na região norte da Bahia | Foto: Divulgação/SRTE-BA

Auditores fiscais do trabalho encontram situações de trabalho precário na região norte da Bahia | Foto: Divulgação/SRTE-BA

Auditores fiscais encontraram situações de trabalho precárias em colheitas e galpões de beneficiamento nas áreas rurais das cidades de Irecê, João Dourado, América Dourada, Lapão, Canarana, Barro Alto e Morro do Chapéu, no norte da Bahia. As ações foram realizadas entre a segunda-feira (23) e esta sexta (27). De acordo com a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE-BA), entre as irregularidades encontradas estavam: trabalho infantil, empregados sem carteira assinada, com remuneração mensal inferior ao salário mínimo, sem controle de jornada de trabalho, sem recebimento de 13º salário e férias e sem recolhimento de FGTS e INSS. Ainda de acordo com os auditores, os trabalhadores não tinham infraestrutura, como falta de água potável para beber, instalações sanitárias, abrigo e local para refeições. A SRTE-BA detalhou ainda que as máquinas de trabalho encontradas expunham os trabalhadores a riscos de laceração e/ou amputação de dedos e mãos, além de choque elétrico. Os auditores informaram que as máquinas foram interditadas. Segundo a superintendência, o transporte coletivo era feito em ônibus precários, em reboque puxado por tratores ou em caçamba de caminhões, oferecendo risco de acidente grave ou fatal. A SRTE-BA não detalhou, no entanto quais medidas foram tomadas, nem se as empresas serão responsabilizadas.

Uso da maconha para produção de remédio é apoiado por 75% da população brasileira

Share Button
Foto: Rex Medlen/Pixabay

Foto: Rex Medlen/Pixabay

O índice da população brasileira que é a favor da liberação da indústria para produzir medicamentos à base da Cannabis é de 75%, segundo pesquisa do DataSenado e publicada pelo Estadão Conteúdo. Os dados indicam que 20% dos entrevistados se posicionaram contrários e 5% não souberam ou preferiram não responder. O DataSenado faz pesquisas de opinião pública sobre temas em discussão na Casa. Quanto ao fornecimento de medicamentos à base de Cannabis medicinal pelo SUS, a pesquisa indicou que 79% dos entrevistados são favoráveis, enquanto 16% são desfavoráveis e 5% que não souberam ou não quiseram responder. O levantamento foi realizado por telefone com 2.400 pessoas de todas as unidades da federação, de 14 a 27 de julho, a pedido do gabinete da senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP). O número de brasileiros que tem conhecimento de que substâncias retiradas da maconha podem ser usadas para tratar doenças foi de 87%, mas apenas 9% conhecem alguém que já usou produtos deste tipo por recomendação médica. A reportagem do Estadão com base nos dados da pesquisa ainda indica que 64% dos entrevistados não defendem que uma pessoa, mesmo com prescrição médica, plante a maconha em casa. Aqueles que apoiam a medida correspondem a 31%. Nos casos que acham possível o plantio em casa, para tratamentos médicos, 90% dizem que autoridades devem fazer a fiscalização.

Rui Costa veta integralmente projetos de deputados da base aliada

Share Button
Foto: Roberta Aline/CCOM

Foto: Roberta Aline/CCOM

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), vetou integralmente três projetos de deputados da sua base aliada. Os atos foram publicados no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (27). Segundo a publicação, Rui vetou a proposta chamada de “Fila Zero”, que pretendia acabar com filas para pacientes que tratam câncer pelo SUS. O projeto era do deputado estadual Alex da Piatã (PSD). O governador também decidiu não sancionar a sugestão da deputada aliada Fabíola Mansur (PSB), que queria regulamentar o inciso VI do Art. 4º da Constituição do Estado da Bahia, que dispõe sobre a comprovação absoluta de incapacidade de pagamento de serviços públicos de água, esgoto e energia elétrica. Além disso, o chefe do Palácio de Ondina vetou a proposta de Marcelino Veiga (PSB) que acrescentaria três incisos ao art. 76 da Lei nº 6.677/1994, que dispõe sobre o Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Estado da Bahia, das Autarquias e das Fundações Públicas Estaduais.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia