WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio


:: ‘Destaque2’

PF confirma que Geddel esteve em local de entrega de propina apontado por Funaro

Share Button
O ex-ministro Geddel Vieira Lima (Foto: Reprodução/TV Globo

O ex-ministro Geddel Vieira Lima | Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Federal (PF) concluiu que o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) esteve no local apontado como ponto de entrega de propina pelo delator Lúcio Funaro. De acordo com o G1, a confirmação foi possível porque o celular do ex-ministro foi rastreado por antena de telefonia móvel no local, nas datas e nos horários em que Funaro dizia estar levando malas de dinheiro para Geddel. Segundo a PF, Geddel estava nas proximidades do aeroporto de Salvador onde, segundo Funaro, havia um hangar usado pelo ministro para receber o dinheiro. O rastreamento foi um dos motivos que levaram a PF a indiciar Geddel por corrupção na Operação Cui Bono, que investiga fraudes na liberação de empréstimos da Caixa Econômica Federal.

Irmã se recusa a ser testemunha de defesa e contraria Marcelo Odebrecht

Share Button
Foto: Cicero Rodrigues/ World Economic Forum

Foto: Cicero Rodrigues/ World Economic Forum

A advogada Mônica Bahia Odebrecht entrou com um recurso junto à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para não ser testemunha de defesa do seu irmão, Marcelo Odebrecht. De acordo com a coluna Radar, da revista Veja, o pedido de dispensa encaminhado na última sexta-feira (8) ao juiz Sérgio Moro inclui também o marido de Mônica e ex-diretor jurídico da Braskem, o advogado Mauricio de Carvalho Ferro, além da diretora da Odebrecht Participações e Engenharia, Marta Pacheco Kramer. A recusa tem como base uma lei federal que dá ao advogado o direito de se recusar a depor como testemunha em processos que atua ou já atuou, ou sobre fatos relacionados aos seus clientes. O pedido de Mônica contrariou Odebrecht, que, enviou um documento a Moro nesta terça (12) afirmando que a “as razões invocadas não desobrigam as pessoas referidas de comparecerem na audiência”. “A inquirição de referidas testemunhas terá como objeto o contato e relação com os fatos que tiveram na condição de executivos da empresa leniente Odebrecht S.A., e não em eventual exercício da advocacia”.

Fachin quer ouvir PGR antes de decidir sobre pedido de Lula para suspender prisão

Share Button

Por Estadão Conteúdo

Foto: Marcos Oliveira /Agência Senado

Foto: Marcos Oliveira /Agência Senado

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu ouvir primeiramente a Procuradoria-Geral da República (PGR) antes de decidir sobre o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de suspender sua prisão. A defesa do ex-presidente, preso há mais de dois meses, entrou no início deste mês com um novo pedido de liberdade no STF e no Superior Tribunal de Justiça (STJ). A petição é para que as Cortes suspendam os efeitos da condenação no caso do triplex no Guarujá (SP) até que julguem no mérito os recursos extraordinário (analisado no STF) e especial (do STJ). “Diante da relevância do tema, faz-se mister que se ouça a Procuradoria-Geral da República previamente. Destarte, abra-se vista à PGR. Publique-se. Intime-se”, determinou Fachin, em decisão assinada nesta segunda-feira (11). Os recursos contra a condenação que resultou na prisão de Lula ainda precisam ser admitidos pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que já rejeitou a concessão de efeito suspensivo no caso. “O nosso cliente está sofrendo uma injustiça e uma prisão que se diz confortável, mas nunca é confortável uma prisão em solitária, como ele está. E injusta”, disse o advogado de Lula, Sepúlveda Pertence, depois de audiência com Fachin nesta segunda-feira.

Mulher é presa suspeita de matar dois namorados envenenados na Bahia

Share Button

Por G1 BA

Mulher foi presa em Itabuna suspeita de matar dois namorados envenenados no período de oito meses | Foto: Divulgação/Policia Civil

Mulher foi presa em Itabuna suspeita de matar dois namorados envenenados no período de oito meses | Foto: Divulgação/Policia Civil

Uma mulher de 34 anos foi presa na tarde de segunda-feira (11), em Itabuna, no sul da Bahia, suspeita de matar dois namorados envenenados, no período de oito meses. A informação é da Polícia Civil. De acordo com a polícia, Wane Brenda Oliveira utilizou chumbinho para matar os parceiros assim que descobriu que eles tinham intenção de terminar o relacionamento com ela. As investigações apontam que as vítimas namoraram com Wane em 2017. 

Nos dois casos, ela socorreu as vítimas até uma unidade de saúde, após o veneno fazer efeito, mas em seguida, os dois morreram. Segundo a polícia, o primeiro a ser morto foi Edvaldo Araújo Alves, 40, que namorou com a suspeita por um ano. No dia 16 de abril de 2017, Edvaldo passou mal na casa da namorada e foi socorrido por ela para o Hospital de Base de Itabuna, onde morreu. Na época do crime, a morte foi atribuída a um infarto fulminante. 

Segundo a delegada Magda Figueiredo, titular da Delegacia de Homicídios (DH) de Itabuna e responsável pelas investigações, a versão de Wane não convenceu a família da vítima que alegava ter conhecimento de que ele estava insatisfeito com o relacionamento. 

A polícia não detalhou o período exato, mas disse que meses depois da morte de Edvaldo, Wane Brenda estava em um novo relacionamento com Evandro Bonfim de Souza, também de 40 anos. Edvaldo sentiu-se mal após ingerir um medicamento dado pela namorada. Ele também foi levado pela suspeita a um hospital, onde o médico que o atendeu informou que os sintomas apresentados com ele se assemelhavam aos mesmos por envenenamento por chumbinho.

Durante a internação, que durou cerca de nove dias, Brenda acompanhou Evandro na unidade de saúde e quando ele deveria receber alta médica, teve uma parada cardíaca. Ao ser submetido a uma lavagem estomacal os médicos encontraram vestígios de uma substância semelhante ao veneno. De acordo com a polícia, o estado de saúde de Evandro piorou e no dia 3 de dezembro foi constatada sua morte cerebral.

A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar as circunstâncias das mortes de Edvaldo e Evandro. Após o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itabuna recolher amostras dos corpos das vítimas foi comprovado, através do material analisado, que os homens foram envenenados. Wane Brenda está presa em Itabuna à disposição da Justiça. Não há detalhes do teor do depoimento dela.

Cristiane Brasil é alvo de operação da PF contra fraudes no Ministério do Trabalho

Share Button
Cristiane Brasil participa de sessão da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara - Lúcio Bernardo Junior / Câmara dos Deputados 04-05-2017

Cristiane Brasil participa de sessão da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara | Foto: Lúcio Bernardo Junior / Câmara dos Deputados 04-05-2017

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta terça-feira (12), a segunda fase da Operação Registro Espúrio para aprofundar investigações sobre suposta organização criminosa que teria cometido fraudes na concessão de registros de sindicatos pelo Ministério do Trabalho. De acordo com o G1, o alvo desta fase da operação é a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ). A partir do material apreendido na primeira fase da operação, a PF chegou até a parlamentar. Em análise de conversas de WhatsApp do funcionário do Ministério do Trabalho Renato Araujo Júnior, preso na primeira fase, a PF descobriu que foi a deputada quem o indicou para o cargo de chefia no ministério e quem controlava também a aprovação dos registros sindicais. Os mandados foram autorizados pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A Corte também autorizou medidas cautelares como proibição de frequentar o Ministério do Trabalho e de manter contato com os demais investigados ou servidores da pasta.

Acusado de matar ex-mulher com lanche envenenado é preso em praça de alimentação de shopping na Bahia

Share Button
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Foto: Divulgação/Polícia Civil

O empresário Alberico Sales Braga de Jesus, de 60 anos, acusado de envenenar e matar a ex-companheira Marilane Silva Souza, 33, por não se conformar com o fim da relação foi preso pela Polícia Civil na praça de alimentação de um shopping, em Salvador. A informação foi divulgada na tarde desta segunda-feira (11), mas a prisão aconteceu na última sexta-feira (8). Além de equipes da Delegacia Territorial de Rio Real, policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) também participaram da ação. Segundo a polícia, Alberico teria matado a mulher na noite de 24 de dezembro de 2016, na cidade de Rio Real, após dar a ela um lanche envenenado com pesticida. Ainda segundo a polícia, ele utilizou a substância Organofosforado Terbufós para causar a morte da vítima. 

Notícias de Santaluz

Banco terá que pagar R$ 5 mil para cliente que esperou mais de 2 horas em fila

Share Button

Por G1

Foto: Reprodução/Boletim Jurídico

Foto: Reprodução/Boletim Jurídico

Um cliente ganhou uma indenização por danos morais de R$ 5 mil após passar mais de duas horas esperando atendimento na fila de um banco. O caso foi registrado em uma agência do Banco do Brasil em Colinas do Tocantins, região norte do estado. A decisão é do juiz José Carlos Ferreira Machado, mas ainda cabe recurso. Conforme a decisão, o cliente chegou para fazer algumas transações financeiras e aguardou por tempo excessivo. O extrato de atendimento guardado pelo homem mostra que ele retirou a senha às 12h04, mas só foi atendido às 14h. O caso foi registado no dia 16 de abril de 2018. “No caso concreto vislumbra-se que o autor teve que aguardar um longo período para conseguir o atendimento, o que ultrapassa o mero aborrecimento […] Entendo por bem, que o dano moral experimentado pela parte autora, deve ser reparado pela instituição financeira requerida”, afirmou o juiz na decisão. Inicialmente, o cliente havia pedido R$ 10 mil de indenização. Porém, juiz condenou o banco a pagar R$ 5 mil, com juros e correção monetária.

Ambulantes são detidos com 41 garrafas de whisky falsificado durante abordagem a ônibus na Bahia

Share Button
Foto: Divulgação/SSP

Foto: Divulgação/SSP

Uma abordagem a ônibus com ambulantes, na tarde de sábado (9), terminou com flagrante de whiskys falsificados. Equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Semiárido conduziram dois homens com as mercadorias irregulares durante trabalho preventivo, em Xique-Xique, na região norte da Bahia. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), uma barreira foi montada, na entrada da cidade, e quando o ônibus passou foi determinada a sua parada. Dentro dele estavam ambulantes que visitavam o município com o objetivo de comercializar roupas, calçados, entre outros itens. Após buscas, no bagageiro do veículo, os policiais encontraram 41 garrafas de whiskys falsificados, 11 tampas da mesma bebida e diversas cópias de lacres de segurança. Dois homens, donos das mercadorias, foram conduzidos para a Delegacia Territorial local. Segundo o comandante da Cipe/Semiárido, major PM Carlos Maltez, há indícios de esquema de adulteração, pois tampas e lacres seriam usados em outras garrafas falsificadas. 

Notícias de Santaluz

Homem tenta escapar de delegacia por buraco e fica preso em parede

Share Button
Foto: Divulgação / Polícia Cívil

Foto: Divulgação / Polícia Cívil

Um homem ficou preso em um buraco na parede ao tentar fugir de uma delegacia na cidade de Óbidos, no interior do Pará. Ele chegou a ficar com parte do corpo para o lado de fora, mas não conseguiu escapar. De acordo com informações do G1, o resgate foi feito por policiais. De acordo com o delegado Thiago Mendes, o homem havia sido preso em flagrante por violência doméstica. Enquanto esperava em uma sala para ser ouvido pelo escrivão, ele retirou um aparelho de ar-condicionado da parede e tentou escapar pelo buraco. O homem já responde a três processos pela prática de furto e agora deve responder por violência doméstica.

Banana chips da agricultura familiar baiana é lançada durante Feira Internacional em SP

Share Button
Banana chips da agricultura familiar é lançada Feira Internacional de Alimentação Saudável | Foto: Ascom/SDR

Foto: Ascom/SDR

Nutritiva, leve, crocante, sequinha e da agricultura familiar, a Banana da Terra Chips, produzida pela Cooperativa dos Produtores Rurais do município de Presidente Tancredo Neves (Coopatan), é um dos produtos da Bahia lançados na Naturaltech – Feira Internacional de Alimentação Saudável, Suplementos, Produtos Naturais e Saúde, que reúne, até sábado (9), mais de 400 expositores no Pavilhão de Feira do Anhembi, em São Paulo. Juntos, os expositores lançam em torno de 1,2 mil produtos durante o evento. A novidade se junta aos outros produtos comercializados pela cooperativa como os in natura banana da terra, banana maçã, aipim, goiaba, abacate e abacaxi, e os processados, a exemplo da farinha de mandioca especial e aipim a vácuo (Itabaína), e a goma de tapioca hidratada (Realeza). Reunindo 12 cooperativas baianas, o estande Bahia Produtiva na Naturaltech 2018 é uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), mediante acordo de empréstimo entre o Governo do Estado com o Banco Mundial.

Notícias de Santaluz



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia