WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio



Laboratório Checap drogaria_santana

:: ‘Destaque3’

Indicado para a PGR planeja expandir ‘boa Lava Jato’ para o MP em todo o país

Share Button

Por Andréia Sadi

O subprocurador Augusto Aras durante visita ao Senado para conversar com parlamentares | Foto: Roque de Sá / Agência Senado

O subprocurador Augusto Aras durante visita ao Senado para conversar com parlamentares | Foto: Roque de Sá / Agência Senado

O subprocurador Augusto Aras tem confidenciado a interlocutores que, quando assumir o comando da Procuradoria-Geral da Republica, quer levar aos ministérios públicos dos estados o trabalho de investigação da “boa Lava Jato”. Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o posto de procurador-geral, Aras ainda depende de aprovação do Senado para assumir. Nas conversas reservadas, ele repete que tem críticas aos “excessos” da Operação Lava Jato. Em conversa recente com Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, por exemplo, Aras disse que é preciso “corrigir os equívocos” da Lava Jato. Segundo o blog da jornalista Andréia Sadi apurou, Aras ressalva que, apesar das críticas, não pode “jogar no lixo” a “boa Lava Jato”, que pretende levar “para todo o Brasil”. Ou seja: Augusto Aras acena a procuradores com quem tem conversado que quer expandir investigações da operação para outras regiões, como forma de afastar especulações de que poderá trabalhar para fragilizar a operação. Nos bastidores, Aras diz a interlocutores que, hoje, a Lava Jato tem seu protagonismo em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba, mas que, por meio do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), ele quer ampliar as investigações pelo país. Por isso, sinalizou positivamente a procuradores que atuam na Lava Jato, com quem tem conversado – como Thamea Delanon – sobre a possibilidade de integrarem equipes em sua gestão.

TSE decide que candidaturas laranjas levam à cassação de toda a chapa

Share Button

Com Folhapress

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Foto: José Cruz/Agência Brasil

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu na noite desta terça-feira (17) que a presença de candidaturas de laranjas para fraudar a cota mínima de candidatas mulheres deve levar à cassação de toda a chapa eleitoral, com a perda do mandato dos eleitos. A decisão foi tomada por quatro votos a três, em processo que julgou o caso de candidatas laranjas em coligação para o cargo de vereador na cidade de Valença do Piauí (PI). Todos os candidatos eleitos pelas coligações Compromisso com Valença 1 e 2 foram cassados. Ao todo, entre eleitos e não eleitos, 29 candidatos registrados pelas duas coligações tiveram o registro indeferido pelo mesmo motivo. Esse foi o primeiro processo de fraude na cota de gênero julgado pelo TSE. A decisão pode significar um precedente a ser aplicado pelo tribunal em casos de candidaturas laranjas em todo o país, como nas investigações que atingem a campanha de chapas do PSL em Minas Gerais e Pernambuco. Fraudes com laranjas ganharam destaque após a Folha de S.Paulo revelar um esquema de candidatas a deputada em Minas Gerais que receberam dinheiro público do PSL, tiveram votação pífia e repassaram parte dos recursos a empresas ligadas ao gabinete do atual ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, à época presidente estadual do PSL em Minas e que foi reeleito deputado federal em 2018. Ele nega irregularidades. A Lei das Eleições determina que pelo menos 30% das candidaturas devem ser de mulheres. A chapa de vereadores no Piauí foi acusada de utilizar candidaturas fictícias de mulheres que não chegaram nem sequer a fazer campanha eleitoral, com o objetivo de fraudar o cumprimento da cota. A decisão retira o mandato de seis vereadores eleitos dos 11 existentes na Câmara de Valença do Piauí.

Bolsonaro assina lei que amplia posse de armas em propriedades rurais

Share Button
Foto: Marcos Corrêa/PR

Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou, na tarde desta terça-feira (17), o projeto de lei que assegura aos proprietários rurais a posse de armas de fogo por toda a extensão do imóvel. Anteriormente, pelo Estatuto do Desarmamento, a posse apenas era permitida dentro de casa, ou da sede, o que limitaria a defesa pessoal e da propriedade.”T odos nós ganhamos com esta proposta. O sentimento é de que nós estamos buscando fazer o melhor para atender à necessidade do nosso público”, disse o presidente. Para o ministro Onyx Lorenzoni, este é um passo muito importante, já que agora a posse de armas é estendida para toda a área física da propriedade rural, com o intuito de defesa da vida, da integridade física, da família e do patrimônio de proprietários e arrendatários. A nova regra é sobre posse e não porte de armas. O porte de armas permite que o indivíduo ande armado fora de sua casa ou local de trabalho. Diferente da posse, que autoriza manter a arma dentro de casa ou no trabalho. O porte só é permitido para as categorias específicas como militares das Forças Armadas, policiais e guardas prisionais.

Notícias de Santaluz

Justiça rejeita denúncia contra Lula e irmão em derrota da Lava Jato de SP

Share Button

Por Folhapress

Foto: Ricardo Stuckert

Foto: Ricardo Stuckert

O juiz Ali Mazloum, da 7ª Vara Federal Criminal em São Paulo (SP), rejeitou nesta segunda-feira (16) a denúncia apresentada pela força-tarefa da Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu irmão José Ferreira da Silva, conhecido como Frei Chico. Ambos eram acusados de corrupção passiva. A denúncia também foi rejeitada em relação a outros três executivos da Odebrecht por suposta prática de corrupção ativa: Alexandrino Alencar, Marcelo Odebrecht, ex-presidente do grupo, e Emilio Odebrecht. De acordo com a denúncia, Frei Chico teria recebido mesada da Odebrecht de 2003 a 2015 dentro de um pacote de vantagens indevidas oferecidas ao petista. O valor total chegaria a R$ 1,1 milhão, divididos em repasses de R$ 3.000 a R$ 5.000 ao longo do período. Frei Chico é considerado o responsável por introduzir Lula no movimento sindical no ABC paulista, nos anos 1960. Para o juiz federal, os fatos da denúncia não possuem todos os elementos legais exigidos para a configuração do delito, não havendo pressuposto processual e nem justa causa para a abertura da ação penal. “Não se tem elementos probatórios de que Lula sabia da continuidade dos pagamentos a Frei Chico sem a contrapartida de serviços, muito menos que tais pagamentos se davam em razão de sua novel função”, afirma o juiz.

Funcionário leva palhaço para lhe dar apoio em reunião de demissão

Share Button

Por BBC News

Foto: Josh Thompson/BBC

Foto: Josh Thompson/BBC

Quando o redator Josh Thompson recebeu um e-mail assustador de seus chefes, pedindo para discutir o papel dele na empresa, ele previu que enfrentaria uma demissão. O departamento de recursos humanos da empresa FCB New Zealand inclusive o incentivou a levar uma “pessoa de apoio” para ajudar nessa situação — o que é exigido por lei na Nova Zelândia. Em vez de levar um parente, amigo ou mesmo um animal de estimação, ele — que também trabalha com comédia stand-up — decidiu gastar o equivalente a mais de R$ 500 para contratar um palhaço chamado Joe. “Basicamente, senti que isso seria uma demissão, então pensei em tentar tirar o melhor proveito dessa situação”, acrescentou. O palhaço Joe acompanhou Josh na reunião de demissão e manuseou balões para criar animais — embora tenha sido convidado a parar algumas vezes, por causa do barulho. Quando Josh finalmente foi informado de que perderia o emprego, o palhaço reagiu como o esperado. “Ele balançou cabeça quando eu recebi a má notícia, como se ele também estivesse sendo demitido”, contou Josh. “Muito profissionalismo, realmente”, disse Josh à BBC, na Austrália, onde ele diz que “aproveita ao máximo o fato de estar desempregado”.

Petroleiros vão discutir com governadores do Nordeste fechamento da Petrobras na Bahia

Share Button

Por Bahia Notícias

Foto: Fernando Vivas/Governo da Bahia

Foto: Fernando Vivas/Governo da Bahia

Os petroleiros vão discutir com governadores do Nordeste o possível fechamento da Petrobras na Bahia, segundo informou ao Bahia Notícias o diretor do Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro-BA), Radiovaldo Costa. De acordo com ele, o encontro vai acontecer nesta segunda-feira (16), em Natal, no Rio Grande do Norte. “Eles vão receber o nosso posicionamento sobre o fechamento da Petrobras na Bahia e no Nordeste”, declarou Costa, que estima que pode haver 15 mil corte de funcionários que atuam direta ou indiretamente na estatal no estado. Nesta segunda, os servidores da Petrobras protestam contra o possível fechamento da unidade em Salvador em frente ao edifício Torre Pituba na Avenida Antonio Carlos Magalhães.

Leo Pinheiro afirma que OAS assumiu obra deficitária na Bolívia por exigência de Lula

Share Button
José Aldemário Pinheiro Filho, o Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS | Foto: Reprodução/RPC

José Aldemário Pinheiro Filho, o Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS | Foto: Reprodução/RPC

O empresário e ex-presidente da OAS Léo Pinheiro mencionou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como intermediador de negócios da empresa com governos na Costa Rica e no Chile e afirmou que a construtora assumiu uma obra na Bolívia para agradar ao petista, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo. Segundo Léo Pinheiro, o então presidente queria evitar um estremecimento nas relações do Brasil com o governo de Evo Morales. A obra mencionada é a construção de uma estrada entre as cidades de Potosí e Tarija, que havia sido iniciada pela Queiroz Galvão em 2003. A Queiroz, porém, se envolveu em uma disputa com o governo de Evo, que cobrava a reparação de fissuras em pistas recém-construídas, e teve contrato rompido em 2007.

Trabalhadores da Embasa realizam protesto no Centro Administrativo da Bahia

Share Button

Por G1 BA

Foto: Sinval soares / Arquivo Pessoal

Foto: Sinval Soares / Arquivo Pessoal

Um grupo de trabalhadores da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) realizou uma manifestação no Centro de Administração da Bahia (CAB), na manhã desta sexta-feira (13). Eles pedem negociações para fechamento de novo acordo coletivo de trabalho e ajuste salarial. Conforme o Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente da Bahia (Sindae), a manifestação começou por volta das 9h30, e depois o grupo seguiu em caminhada pelas ruas do CAB, com destino a Governadoria do Estado. Funcionários da Companhia De Engenharia Hídrica e de Saneamento Da Bahia (Cerb), responsável por levar água para cidades do interior do estado, também participaram do ato.

Homem desaparecido há 22 anos é achado após Google Earth mostrar carro em lago

Share Button

Extra, com agências internacionais

Foto: Reprodução / G1

Foto: Reprodução / G1

Os restos mortais de um homem desaparecido há 22 anos, nos EUA, foram encontrados dentro de um carro submerso em um lago graças ao Google Earth. William Moldt foi dado como desaparecido em Lantana, na Flórida, em 7 de novembro de 1997. Ele tinha 40 anos na época e não voltou para casa após uma noitada em uma boate. A polícia abriu um inquérito sobre seu desaparecimento, mas a investigação não avançou, e o caso acabou sendo encerrado. Em 28 de agosto deste ano, 22 anos depois, a polícia recebeu a denúncia de que havia um carro afundado em um lago em Moon Bay Circle, Wellington, na Flórida. Quando retirou o veículo da água, se deparou com restos mortais dentro. Uma semana depois, foi confirmado que se tratava de Moldt. A delegada do condado de Palm Beach disse na última quinta-feira (12) que “um ex-morador de Grand Isles estava fazendo uma pesquisa no Google Earth, nessa região, quando notou o que parecia ser um veículo no lago”. A pessoa entrou em contato imediatamente com um ex-vizinho para contar o que achava ter visto dentro do lago, que ficava logo atrás da casa dele. Este último ativou, por sua vez, seu drone pessoal, confirmando a descoberta. E, na sequência, notificou as autoridades, conforme informou a polícia em sua conta do Facebook.

Deputado apresenta projeto para permitir ‘uso respeitoso’ da bandeira nacional em vestimentas e acessórios

Share Button

Por pioneiro.clicrbs

Deputado Bibo Nunes (PSL) apresenta projeto para permitir o uso respeitoso da bandeira nacional em vestimentas e acessórios | Foto: Lula Marques

Deputado Bibo Nunes (PSL) apresenta projeto para permitir o uso respeitoso da bandeira nacional em vestimentas e acessórios | Foto: Lula Marques

O deputado federal gaúcho Bibo Nunes (PSL) é autor de um projeto de lei (PL 4074/19), no mínimo, inusitado e que deve provocar muita polêmica. A proposição é de 12 de julho, mas somente nesta quarta-feira (11), vestido com um terno estilizado da bandeira do Brasil, ele abordou o tema em plenário, em função da recente Semana da Pátria. A intenção de Bibo é alterar a Lei 5.700/71 para permitir “o uso respeitoso da bandeira nacional em vestimentas e acessórios”. Ele alega que “todo brasileiro tem que usar a bandeira do Brasil com orgulho. O uso respeitoso da imagem da bandeira nacional pode ser uma via para o exercício do amor à pátria e para o reforço de uma renovada consciência cívica. Não apenas nos aspectos solenes e marciais da simbologia patriótica, mas também a sua práxis saudável e descontraída”. A Lei 5.700/71 determina a forma e a apresentação dos símbolos nacionais (a bandeira, as armas, o selo e o hino). A atual lei também proíbe, por considerar manifestação de desrespeito à bandeira nacional, sua apresentação em mau estado de conservação ou a mudança de sua forma, cores, proporções, dístico ou o acréscimo de outras inscrições.







WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia