WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio




Laboratório Checap

Império Store

Drogaria Santana

:: ‘Destaque3’

Homens disparam contra barreira sanitária e tiros atingem guarda e agente de saúde

Share Button

Por G1 BA

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Homens armados dispararam contra uma barreira sanitária montada no município de Barra do Choça, na região sudoeste do estado, e deixaram duas pessoas feridas. O crime ocorreu na tarde da última segunda-feira (4). Os homens estavam em um carro branco e fugiram logo após a ação criminosa. Uma guarda municipal e uma agente de saúde foram baleadas. A guarda municipal passará por cirurgia na tarde desta terça-feira (5), já que o projétil ficou alojado no joelho. A agente de saúde foi atingida na panturrilha e está em observação. A suspeita é de que o crime tenha sido uma retaliação de criminosos da região contra uma operação contra o tráfico de drogas realizada no último fim de semana. Ninguém foi preso até a última atualização desta reportagem. Diante do ocorrido, a montagem das barreiras sanitárias em Barra do Choça foi suspensa. Nesta tarde, o prefeito da cidade, Adiodato Araújo, se reunirá com o secretário municipal de Saúde para planejar um meio seguro para que a medida volte a ser implementada.

Ala ideológica quer saída de Regina Duarte, e ala política teme desgaste após Moro

Share Button
Foto: Alan Santos/PR

Foto: Alan Santos/PR

Comandada por Olavo de Carvalho, a ala ideológica do governo do presidente Jair Bolsonaro conseguiu nesta terça-feira (5) uma vitória na Secretaria da Cultura, comandada por Regina Duarte: a volta de Dante Mantovani para a Funarte. Segundo informações da jornalista Andréia Sadi, no G1, auxiliares de Bolsonaro que são aliados de Regina Duarte dizem que foram pegos de surpresa com a informação, mas admitem a digital de Olavo de Carvalho, que quer a demissão da atriz. Ao ser questionado sobre a permanência de Regina no governo, Bolsonaro disse que só presidente e vice não podem ser trocados. Hoje, assessores políticos do presidente consideram ser imprevisível o desfecho da situação de Regina, mas não descartam sua saída. Isso seria um novo desgaste após a saída de Sergio Moro do Ministério da Justiça e Segurança Pública, já que tanto ele quanto a atriz são populares. Não à toa, o impacto do “sim” de Regina foi comparado por militares ao sim de Sergio Moro quando entrou no governo.

Doria, esposa e filhos recebem ameaças de morte

Share Button
Brasilia DF 07 11 2018 O governador eleito de São Paulo, João Doria, fala à imprensa após encontro com o presidente eleito Jair Bolsonaro no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde funciona o gabinete de transição de governo.Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag. Brasil

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag. Brasil

O governador de São Paulo, João Doria, encaminhou ao serviço de inteligência da Polícia Civil uma ameaça de morte feita por uma moça na conta de Instagram de Bia Doria, sua esposa. A ameaça se junta a outras enviadas ao governador desde o início da quarentena em São Paulo. A mensagem ameaçava de morte Doria, Bia e os filhos do casal. De acordo com a coluna de Lauro Jardim em O Globo, além da investigação que a polícia paulista já está fazendo, Doria pediu ao seu advogado, Fernando José da Costa, que impetrasse uma ação criminal contra a autora da mensagem.

Policial Militar com suspeita de coronavírus morre no sul da Bahia

Share Button

Por G1 BA

Foto: Redes Sociais

Foto: Redes Sociais

Um policial de 40 anos, com suspeita de infecção por coronavírus, morreu no domingo (3), em Itabuna, no sul da Bahia. De acordo com a Polícia Militar do município, o policial Wilson Moura estava internado no Hospital Calixto Midlej, em Itabuna. Ele morava em Buerarema, também no sul da Bahia, mas trabalhava em Itabuna. Wilson tinha 20 anos de corporação, era casado e deixa três filhos. Ele foi sepultado no domingo em Itajuípe, cidade onde moravam os pais dele. A coleta do material do PM já foi realizada e a secretaria municipal de Buerarema aguarda o resultado. Até a publicação desta reportagem, a Bahia tinha mais de 3,5 mil pessoas infectadas pela Covid-19, com mais de 120 mortes.

Bolsonaro nomeia braço direito de Ramagem para comando da Polícia Federal

Share Button

Por G1 e TV Globo

Foto: Thiago Bergamasco/Agência Phocus

Foto: Thiago Bergamasco/Agência Phocus

O presidente Jair Bolsonaro nomeou nesta segunda-feira (4) o delegado Rolando Alexandre de Souza como novo diretor-geral da Polícia Federal. A nomeação foi publicada em edição extra do “Diário Oficial da União”. A nomeação de Rolando foi oficializada cinco dias depois de o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspender a decisão de Bolsonaro de nomear o diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), o também delegado Alexandre Ramagem, para comandar a PF. Rolando Alexandre de Souza já foi superintendente da PF em Alagoas entre 2018 e 2019. Em setembro de 2019, a convite de Alexandre Ramagem, assumiu o cargo de secretário de Planejamento e Gestão da Abin. Na PF, Rolando também foi chefe do Serviço de Repressão a Desvio de Recursos Públicos e ocupou cargos de chefia na Divisão de Combate a Crimes Financeiros e na superintendência em Rondônia.

Ministro do STF manda PF ouvir Moro em até 5 dias sobre acusações a Bolsonaro

Share Button

Por TV Globo

Foto: Carlos Moura/STF

Foto: Carlos Moura/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello determinou, nesta quinta-feira (30), que a Polícia Federal ouça o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro num prazo de cinco dias. Ele deverá prestar depoimento sobre as acusações de que o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir no trabalho da PF e em inquéritos relacionados a familiares. Na última terça (28), Celso de Mello tinha determinado que o depoimento fosse colhido em até 60 dias. O inquérito, que foi autorizado pelo STF, vai investigar se as acusações de Moro são verdadeiras. Se não forem, o ex-ministro poderá responder na Justiça. O pedido de redução do prazo foi enviado ao STF na tarde desta quinta por três parlamentares: o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e os deputados Tabata Amaral (PDT-SP) e Felipe Rigoni (PSB-ES). No depoimento, o ex-ministro da Justiça vai formalizar o que falou em pronunciamento na última sexta-feira ao deixar o governo e poderá ainda entregar provas.

Novo ministro da Justiça é pastor evangélico e tem boa relação com STF

Share Button

Por G1

Foto: Reprodução/G1

Foto: Reprodução/G1

Nomeado para o Ministério da Justiça, André Mendonça, que até esta segunda-feira (27) ocupava o cargo de advogado-geral da União, tem pós-graduação em direito pela Universidade de Brasília (UnB) e é pastor na Igreja Presbiteriana Esperança, em Brasília.

Ele é doutor em estado de direito e governança global e mestre em estratégias anticorrupção e políticas de integridade pela Universidade de Salamanca, na Espanha. Mendonça também já ganhou o Prêmio Innovare, que premia boas práticas do poder Judiciário.

O novo ministro, que como titular da AGU participou das sessões do Supremo Tribunal Federal (STF) e manifestou as posições da União em processos na Corte, tem interlocução com ministros do tribunal. Ele tinha sido escolhido para o cargo na AGU ainda na transição para o governo de Bolsonaro, logo após a eleição, em novembro de 2018.

Antes de assumir o cargo de ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), Mendonça atuou como corregedor-geral do órgão, entre 2016 e 2018. Ele também já tinha sido diretor do Departamento de Patrimônio Público e Probidade Administrativa da Procuradoria-Geral da União.

Em 2016, assumiu o cargo de corregedor-geral da AGU. Ele já coordenou equipes de negociação dos acordos de leniência celebrados pela AGU e pela Controladoria-Geral da União.

Em 2011, Mendonça venceu o Prêmio Innovare na categoria especial. Ele foi vitorioso por idealizar e coordenar um grupo dedicado à recuperação de ativos desviados em casos de corrupção, que recuperou bilhões de reais aos cofres públicos.

Nome foi cotado para STF
O nome de André Mendonça passou a ser mencionado nos bastidores do governo federal desde julho do ano passado. Na época, ele era cotado para virar ministro do STF, e o presidente Bolsonaro chegou a afirmar que indicaria um ministro evangélico para a Corte Suprema.

“Quantos tentam nos deixar de lado nos dizendo que o estado é laico? O estado é laico, mas nós somos cristãos. Por isso meu compromisso: poderei indicar dois ministros para o Supremo Tribunal Federal. Um deles será terrivelmente evangélico”, declarou o presidente em 2019.

Trio é preso suspeito de roubar mais de 1,4 mil caixas de ovos na Bahia

Share Button
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um trio suspeito de roubar uma carga com mais de 1,4 mil caixas de ovos, que vinha do estado do Espírito Santo, foi preso, no sábado (25), por policiais da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas em Rodovias (Decarga/Feira de Santana). O crime ocorreu na Ladeira da água Brusca, na capital baiana, na última quarta-feira (22). As informações são da Polícia Civil. De acordo com o titular da especializada, delegado Gustavo Coutinho, o motorista e outros ocupantes da carreta que transportavam a mercadoria foram sequestrados e mantidos reféns pelos suspeitos, sendo liberados horas depois próximos da BR-324. A carga seria distribuída em estabelecimentos comerciais de Salvador e Lauro de Freitas. Segundo o delegado, a carreta e 95% do material foram recuperados e devolvidos ao proprietário da empresa. Os suspeitos foram autuados em flagrante e já estão á disposição da Justiça.

Notícias de Santaluz

Kim Jong-un está ‘vivo e bem’ e passa temporada em resort, diz Coreia do Sul

Share Button

Por France Presse

Foto: KCNA/via Reuters

Foto: KCNA/via Reuters

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, está “vivo e bem”, informou um alto conselheiro de segurança do presidente sul-coreano, Moon Jae-in, minimizando os rumores sobre a saúde de Kim depois de sua ausência em um importante evento comemorativo. “A posição do nosso governo é firme. Kim Jong Un está vivo e bem”, disse o conselheiro do presidente Moon sobre segurança nacional, Moon Chung-in, em entrevista à CNN neste domingo (26). O conselheiro disse que Kim passa uma temporada em Wonsan – um resort no leste do país – desde 13 de abril. “Nenhuma movimentação suspeita foi detectada até o momento”, afirmou. Conjecturas sobre o estado de saúde de Kim foram crescendo desde sua ausência nas celebrações, em 15 de abril, no aniversário de seu avô, Kim Il Sung, fundador da Coreia do Norte, o dia mais importante do calendário político do país. Kim não faz aparições públicas desde que presidiu um encontro do politburo do Partido dos Trabalhadores, em 11 de abril, e no dia seguinte a imprensa estatal divulgou que ele teria inspecionado caças-bombardeiros em uma unidade de defesa aérea.

Bolsonaro quer aval do STF para nomear amigo de Carlos para comando da PF

Share Button
Foto: Reprodução/Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) teme uma enxurrada de processos contra a nomeação de Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, durante o fim de semana, Bolsonaro decidiu se antecipar a eventuais ações judiciais. Auxiliares do presidente fizeram consultas informais a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o risco de a indicação ser barrada. Ramagem é próximo da família do presidente e amigo do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), o filho 02 do presidente. Bolsonaro quer Ramagem à frente da corporação que apura a conduta do próprio filho. Carlos Bolsonaro é investigado pela PF como um dos articuladores de um esquema criminoso para espalhar fake news. Atual diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Ramagem foi chefe da segurança de Bolsonaro em 2018, então candidato à Presidência da República, quando se aproximou de Carlos.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia