WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio






Laboratório Checap

drogaria_santana

:: ‘Destaque3’

Realize seus sonhos na Casa do Consórcio!

Share Button
casado-consorcio

A Casa do Consórcio fica localizada na Rua Alan Kardec, nº 77, próximo ao Hospital Municipal de Santaluz.

Já está em pleno funcionamento em Santaluz a ‘Casa do Consórcio’. Sua opção para todo tipo de consórcio: carros e motos (novos ou usados), cirurgias, viagens, festas de casamentos ou 15 anos, casas, terrenos, reformas, construção, máquinas agrícolas, caminhões, ônibus e muito mais. Revenda autorizada dos consórcios Yamaha Brasil e Canopus. Confira tudo em nosso escritório localizado na Rua Alan Kardec, nº 77, próximo ao hospital municipal, ou pelos telefones: (75) 99967-9745 Vivo/Zap; 99231-3504 Tim; 98252-4934 Claro. Fale com a consultora de vendas Cinara e agende uma visita a domicílio. Casa do Consórcio: Santaluz e Serrinha.

Informe Publicitário

Queimadas: mulheres e movimentos sociais ocupam agência da Previdência Social em ato contra a PEC 287

Share Button
17200068_824314344387302_1501365299_o

Protesto organizado por sindicatos e movimentos sociais reuniu mais de 100 pessoas | Foto: Notícias de Santaluz

Um grupo formado por homens e mulheres trabalhadores rurais e integrantes de diversos sindicatos e movimentos sociais realizou, na manhã desta sexta-feira (10), em Queimadas, uma manifestação contra a reforma na Previdência Social (PEC 287) elaborada pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB), que, entre outros pontos, equipara a idade mínima para a aposentadoria para homens e mulheres em 65 anos. Além disso, a reforma na previdência prevê que os trabalhadores rurais deverão fazer contribuições obrigatórias para a Previdência Social para ter direito a aposentadoria.

O ato em alusão ao Dia Internacional da Mulher foi organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais (Straf/Queimadas), ONG Humanas Brasil, Instituto Aliança, Sindicato dos Trabalhadores de Nordestina, coordenação da Frente Sindical e Popular de Luta Contra a PEC da Reforma da Previdência, lideranças sindicais e movimentos populares.

17200205_824316591053744_1531155402_o

Após rápida parada na Câmara de Vereadores, grupo seguiu para a agência da Previdência, e ocupou o local | Foto: Notícias de Santaluz

Com cartazes e faixas, o grupo com mais de 100 pessoas se concentrou em frente à sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, e saiu caminhada em direção a Câmara de Vereadores, onde ocorria uma sessão extraordinária que foi interrompida por cerca de dez minutos.

Em seguida, os manifestantes foram até a agência da Previdência Social da cidade. Os servidores tiveram que paralisar as atividades por mais de uma hora após o local ter sido ocupado pelo grupo. Segundo a organização, participam do ato dentro da agência cerca de 60 pessoas em um movimento pacífico.

17236941_824317491053654_706235113_o

Atividades na agência foram paralisadas após local ser ocupado por grupo em movimento pacífico | Foto: Notícias de Santaluz

O presidente do Straf/Queimadas, Domício Araújo, disse que lamenta que a reforma atinja diretamente as mulheres das classes menos favorecidas. “Nós estamos nas ruas manifestando a nossa contrariedade contra a reforma, que atinge mulheres pobres, e as que vivem no campo e estão na informalidade, desempregadas e não vamos parar de realizar outros atos em prol de todos”, afirmou.

17236821_824317267720343_74059724_o

Mulheres e movimentos sociais ocupam a agência da Previdência Social em Queimadas | Foto: Notícias de Santaluz

Para a presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Nordestina, Rosilda Alves, que também participou da manifestação, “este ato é muito importante, pois não podemos ficar de braços cruzados vendo a usurpação dos nossos direitos. As mulheres já sofrem, no dia a dia, vários tipos de violência que denigrem a sua imagem. Não podemos aceitar mais essa violência estabelecida pelo presidente Michel Temer. Nós mulheres continuaremos brigando pelos nossos direitos. Vamos à luta”.

Notícias de Santaluz

Por absolvição, defesa de Lula quer recorrer de extinção da pena de Marisa Letícia

Share Button
Foto: Ricardo Stuckert

Foto: Ricardo Stuckert

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai recorrer da decisão do juiz Sérgio Moro que negou, nesta quinta-feira, o pedido de absolvição sumária em ação que a ex-primeira-dama Marisa Letícia — morta no mês passado, vítima de aneurisma cerebral — é ré na Justiça Federal de Curitiba. Em seu despacho, Moro determinou a extinção da punibilidade de Dona Marisa, mas não entrou no mérito acerca da responsabilidade ou inocência da acusada. “O código de processo penal impõe a absolvição sumária na hipótese da extinção da punibilidade do fato, como ocorre quando do falecimento do acusado”, afirma o advogado Cristiano Zanin Martins, em nota divulgada no final da noite desta quinta. A ex-primeira-dama responde a duas ações no âmbito da Lava Jato por lavagem de dinheiro. Um dos processos é referente ao tríplex do Guarujá; o outro diz a respeito à cobertura vizinha ao apartamento do casal em São Bernardo do Campo.

Após conceder habeas corpus a Bruno, ministro do STF nega a Macarrão

Share Button

Notícias ao Minuto

Foto: Reprodução/ DR

Foto: Reprodução

Após ter concedido habeas corpus para o goleiro Bruno, o ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello não aceitou o pedido de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, cúmplice do amigo no homicídio de Eliza Samudio, ex-companheira do atleta. O pedido de Macarrão veio após a soltura de Bruno, há duas semanas. O crime ocorreu em 2010, quando Eliza tinha 25 anos. Seu corpo nunca foi encontrado. Na época, a jovem deixou um filho recém-nascido, fruto do relacionamento breve com Bruno, que não queria assumir a criança. “A situação jurídica do paciente mostra-se individualizada. A apelação interposta em 2013 não foi apreciada. Então, sem culpa formada, encontrava-se sob custódia, dita provisória, há mais de 6 anos, sendo que os fundamentos respectivos não se sustentavam – gravidade da imputação e clamor social. O requerente tem contra si título judicial precluso na via da recorribilidade”, disse o ministro sobre o caso de Macarrão. Quanto a Bruno, ele entendeu que houve excesso de prazo na prisão, já que após seis anos ainda não havia sido julgada a apelação.

Custo de energia elétrica no país vai subir por causa da seca

Share Button
Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

A crise hídrica que afeta o país irá desencadear um aumento nas contas de luz. A situação dos reservatórios não é das melhores. O Comitê de Monitoramento do Sistema Elétrico (CMSE) reconheceu que a seca poderá levar “a despachos térmicos mais volumosos, significando aumento no custo de operação do sistema”. De acordo com informações do jornal O Globo, a indicação futura aponta para uma permanência ou até mudança de patamar na cobrança das bandeiras tarifárias. A partir deste mês, entrou em vigor a cobrança da bandeira amarela, com custo de R$ 2,00 a cada 100 kwh consumidos. Há ainda dois níveis mais caros, a bandeira vermelha patamar 1 (R$ 3,00) e a patamar 2 (R$ 3,50). Uma nota do CMSE afirma que o governo vem estudando elevar ainda mais a vazão na hidrelétrica de Sobradinho, “para preservação dos estoques armazenados para garantia da segurança hídrica da região, tendo em vista a grave situação hidrometeorológica desta bacia”. Apesar das restrições, a administração federal antecipou que o fornecimento de energia à região Nordeste está garantido pelo atendimento a partir de outras fontes de energia e hidrelétricas em outras regiões.

Enem 2017 será realizado em dois domingos: 5 e 12 de novembro

Share Button

Bahia Notícias

enem21-850x566

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Entre as mudanças anunciadas nesta quarta-feira (9) para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 está os dias de realização das provas, que passam a ser feitas em dois domingos consecutivos. As datas já foram divulgadas pelo Ministério da Educação: 5 e 12 de novembro. O novo esquema de datas do Enem foi decidido após a conclusão da consulta pública sobre o exame, realizada entre os dias 18 de janeiro e 17 de fevereiro. Dos mais de 600 mil participantes, 63,70% votaram pela execução em dois dias e 36,30% preferiram fazer o exame em um dia só. A exemplo da edição do ano passado, as provas eram aplicadas em um fim de semana – no caso da edição 2016, dias 5 e 6 de novembro. Entre as alterações está a personalização do caderno de prova, com nome  e número de inscrição na capa. Inscritos no CadÚnico, cadastro dos programas sociais do governo federal, terão isenção da taxa de inscrição. Ainda em relação à isenção, os que faltarem ao exame perdem o direito ao benefício no ano seguinte, se a ausência não for justificada. O MEC também passará a não divulgar dados do Enem por escola. Como já havia sido cogitado, o Enem não valerá mais como certificado do ensino médio. A solicitação de tempo adicional para atendimento especial deve ser solicitada na inscrição. 

Mais da metade dos municípios da Bahia sofre com a seca prolongada

Share Button

Correio da Bahia

rtemagicc_seca03editada-jpg

Em Morrinhos, o vaqueiro José Antônio de Jesus, 65, alimenta o gado com mandacarú | Foto: Mauro Aki Nassor/ Arquivo CORREIO

A seca que atinge a Bahia nos últimos seis anos levou mais de 210 municípios a decretarem situação de emergência no estado. A falta de chuva está reduzindo a produção agrícola, deixando a população com sede e matando os animais. Há cinco anos a Bahia registra chuvas abaixo da média e, segundo os especialistas, não há previsão de quando a situação vai melhorar. 

Segundo o superintendente de Proteção e Defesa Civil da Bahia, Paulo Sérgio Luz, o estado já homologou o decreto de situação de emergência de 101 municípios. A seca se intensificou entre os anos de 2011 e 2012 e o problema está se agravando por conta da estiagem prolongada. “Na próxima semana vamos publicar um decreto com mais 113 municípios que estão em situação de emergência por conta da seca. O problema ganhou notoriedade nos jornais em 2012, mas, desde então, só tem piorado. A falta de chuva reduziu a produção agrícola em mais de 80% e afetou a atividade pecuária de bovinos, ovinos e caprinos. É grave”, afirmou.

rtemagicc_seca07editada-jpg

Moradores do interior do estado sofrem com a falta de água | Foto: Mauro Akin Nassor/ Arquivo CORREIO

A região do semiárido é a mais afetada. De acordo com a meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Cláudia Valéria, essa região do estado tem um ciclo de chuvas diferente da região litorânea. “Enquanto em Salvador o período de chuva é entre abril e junho, por exemplo, nessa região é o contrário: esse é o período de seca. As chuvas acontecem entre novembro e março, ou até a primeira quinzena de abril, mas o que temos notado nos últimos cinco anos é que elas estão acontecendo sempre abaixo da média”, afirmou.

A pecuária está sendo prejudicada com a morte dos animais por conta da seca | Foto: Mauro Akin Nassor/ Arquivo CORREIO

A pecuária está sendo prejudicada com a morte dos animais por conta da seca | Foto: Mauro Akin Nassor/ Arquivo CORREIO

Clima anormal
Cláudia Valéria explicou que em 2016 a seca na Bahia foi intensificada por alterações na temperatura provocadas por um fenômeno climático chamado de El Niño. Ele provoca o aquecimento das águas superficiais do Oceano Pacífico Tropical e altera o clima das regiões temperadas. A meteorologista informou que a influência do El Niño passou, mas os primeiros meses de 2017 ainda registraram chuvas inferiores ao esperado. “Janeiro, fevereiro e março tiveram chuvas abaixo da média”, afirmou. 

A seca prolongada e a baixa estiagem provocaram danos em muitos municípios. Segundo o superintende de Defesa Civil, se não chover nos próximos 90 dias cerca de 80 cidades baianas correm o risco de ficarem sem água até para beber. “A estiagem coincidiu com o aumento na temperatura do planeta, o que vem acontecendo nos últimos dez anos. Está mais quente, então, as pessoas, as plantas e os animais consomem mais água. É normal que algumas cidades decretem situação de emergência durante os seis meses de estiagem, mas muitas delas já estão em emergência no período que ainda deveria ser de chuva”, afirmou.

rtemagicc_seca04editada-jpg

População de cerca de 80 cidades corre o risco de ficar sem água para beber | Foto: Mauro Akin Nassor/ Arquivo CORREIO

Soluções temporárias
Dos 101 municípios que tiveram os decretos de emergência homologados pelo estado, 85 já foram reconhecidos pelo Governo Federal. Atualmente, o Exército brasileiro está atuando em 138 municípios da Bahia, usando 1.158 carros-pipa para abastecer 815 mil baianos. Outros 68 municípios também recebem carros-pipas para auxiliar no abastecimento, através de uma parceria entre os governos estadual e federal. Em média, são quatro veículos por cidade mais os carros do próprio município. 

Segundo a Defesa Civil, a agricultura familiar é a área mais prejudicada e os agricultores estão dependendo de programas sociais como o Seguro Safra e o Bolsa Família para sobreviver. A instalação de poços artesianos e a construção de cisternas nas residências são algumas das ações paliativas adotadas para amenizar o problema. 

A questão da seca atraiu a atenção de especialistas e o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea) vai realizar um fórum “para debater alternativas a essa realidade”, no próximo dia 17 de março, no Espaço Cultural Arlindo Fragoso, na Escola Politécnica da Ufba. O objetivo é que palestrantes nacionais e internacionais discutam o problema. Essa será a segunda edição do Programa Agenda de Desenvolvimento Bahia.

Embasa inicia testes em obra emergencial para abastecimento de água em Queimadas e Santaluz

Share Button
img-20170307-wa0013

Concluída a fase de testes, a nova adutora será colocada em operação, visando garantir maior segurança hídrica aos moradores de Queimadas e Santaluz| Foto: Divulgação

Entrou em operação no último sábado (4), ainda em fase de testes, a nova estrutura construída emergencialmente para reforçar o abastecimento de água nos municípios de Queimadas e Santaluz, informou ao Notícias de Santaluz a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). As obras, iniciadas há pouco mais de um mês, envolvem  a implantação de equipamentos para captação a partir do Rio Jacurici – com cessão do açude do distrito de Rômulo Campos – e de uma nova adutora, que levará a água do manancial até a Estação de Tratamento de Queimadas. A Barragem da Leste, que abastece os dois municípios, estava entrando em colapso por causa da estiagem e da baixa disponibilidade hídrica no Rio Itapicuru. “Diante da situação critica, foi necessário viabilizar a captação em outro manancial para complementar o volume da Barragem da Leste e assim assegurar o fornecimento de água à população”, informa o gerente regional da Embasa, Euvaldo dos Santos Neto. A Embasa e o Governo do Estado estão investindo R$ 3,3 milhões para garantir o abastecimento e reduzir os impactos da falta de chuvas na região. Concluída a fase de testes, a nova adutora será colocada em operação, visando garantir maior segurança hídrica aos moradores dos dois municípios.

Notícias de Santaluz

32% dos homens preferem que as mulheres de sua família fiquem em casa, diz pesquisa

Share Button
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

No Brasil, 32% dos homens preferem que as mulheres de sua família fiquem em casa em vez de realizar trabalhos remunerados, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (7) pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) e pela Gallup. Enquanto isso, 30% dos homens brasileiros dizem que preferem que as mulheres trabalhem fora de casa. A maioria, com 36%, afirma que o melhor é que as mulheres exerçam as duas atividades – ou seja, trabalhem fora e em casa. Segundo o G1, a pesquisa também fez as mesmas perguntas a mulheres brasileiras. Entre elas, o percentual que afirma preferir ficar em casa é de 28%, contra 26% que querem trabalhar fora. Assim como acontece com os homens, a maioria acredita que o melhor seja conciliar as duas atividades, porém com percentual maior: 46%. A pesquisa mostra ainda que 6% dos homens brasileiros e 3% das mulheres discordam da frase “é perfeitamente aceitável para qualquer mulher em sua família ter um trabalho remunerado fora de casa se ela quiser”.

Músico tem cabeça decepada em Salvador; vítima é autor de ‘Depois de nós é nós de novo’

Share Button

Foto: Divulgação

Coautor de “Depois de nós é nós de novo”, em parceria com o cantor e vereador Igor Kannário, o cantor e compositor Felipe Yves, 21 anos, foi encontrado morto, com o pescoço semi-degolado e marcas de tiros, na tarde desta segunda-feira (6) em uma localidade conhecida como Independência, no bairro de Boca da Mata, em Salvador, por volta das 13h50. De acordo com informações do site Fala Cajazeiras, Yves estava indo à casa da namorada em uma localidade não informada quando foi abordado por traficantes da região, que questionaram de onde ele era. Após informar que era do bairro de Boca da Mata, foi morto pelos traficantes, que arrancaram sua cabeça e atearam fogo em seu corpo. Além da parceria musical com Kannário, o jovem também era autor de um dos sucessos do verão deste ano, “Bumbum no paredão”, cantada por Léo Santana. A Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) investiga o caso. 



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia