WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio



Laboratório Checap drogaria_santana

:: ‘Destaque3’

Ex-presidente do Paraguai é alvo de mandado de prisão na Operação Lava Jato

Share Button
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ex-presidente do Paraguai, Horacio Cartes, é alvo de um mandado de prisão, expedido nesta terça-feira (19), no âmbito da Operação Lava Jato. A determinação foi do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, que recebe os processos da operação no Rio de Janeiro. Segundo informações da Folha de S. Paulo, ele é suspeito de ter ocultado patrimônio com a ajuda do doleiro Dario Messer, detido em julho deste ano após meses foragido da polícia, e também alvo da operação. De acordo com a reportagem, o ex-presidente é um antigo amigo de Messer e chegava a chamá-lo de “irmão de alma”. Além desses, Bretas expediu outros 14 mandados de prisão preventiva e três de prisão temporária. Atualmente, Cartes é tido como um dos empresários mais ricos do Paraguai, com empresas que atuam na área do tabaco e é dono de bancos. Ele deixou a presidência do Paraguai há pouco mais de um ano, em agosto do ano passado. Antes disso, o político tentou aprovar uma emenda constitucional que o permitisse concorrer à reeleição mais uma vez, mas denúncias indicaram que ele apresentou falsas assinaturas e o plano não funcionou.

Lula quer dialogar com membros das Forças Armadas, diz coluna

Share Button
Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Em liberdade há pouco mais de uma semana, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) quer dialogar com militares. Ou ao menos com interlocutores deles. Segundo informações a coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, Lula dizia não entender o que chama de uma nova postura de boa parte das Forças Armadas diante de temas como a privatização. Além disso, ele também quer entender a animosidade de militares contra ele e o partido. A publicação lembra que na época em que o Supremo Tribunal Federal (STF) votou o habeas corpus em que Lula pedia para não ser preso, no ano passado, o então comandante do Exército, general Villas Bôas, criticou a “impunidade” e disse que os militares estavam atentos “às suas missões institucionais”. Atualmente, parte considerável da categoria apoia o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Vaca é flagrada sendo transportada dentro de carro em rodovia

Share Button

Por G1 PR

Foto: Glauciane Cruz/Arquivo Pessoal

Foto: Glauciane Cruz/Arquivo Pessoal

Uma vaca foi flagrada sendo levada dentro de um carro no início da noite de sábado (16), na PR-340, entre Tibagi e Castro, nos Campos Gerais do Paraná. O registro foi feito pela médica veterinária Glauciane Cruz, que passava pela rodovia. A veterinária disse que ela e o namorado estavam indo de Tibagi para Carambeí, também nos Campos Gerais, quando viram a cena na rodovia. “O GPS mandou a gente ir pela PR-340 e estávamos atrás do carro. Fazia uns 15 minutos, tudo normal. Aí do nada a vaca levanta atrás”, contou. Glauciane disse que ela e o namorado não acreditaram na cena. Eles resolveram então fazer uma fotografia, que foi postada em uma rede social. A veterinária alerta para que a prática poderia machucar o animal, já que o transporte estava sendo feito de maneira inadequada. “É complicado, sou veterinária e trabalho com o bem-estar dos animais. A minha área é inspeção e bem-estar. Ao mesmo tempo que é engraçado, isso é supererrado”, disse. A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) disse que, diante do caso, o motorista pode ter dificuldades para conduzir o carro, já que não conseguiria ver o trânsito pelo retrovisor interno. Isso poderia render uma [multa por] infração. Além disso, em caso de acidente, o animal poderia ser empurrado contra os passageiros da frente do veículo, por não estar seguro, segundo a polícia.

Ataque a tiros por grupo encapuzado deixa três mortos e três feridos na Bahia

Share Button

Por G1 BA

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Três homens morreram e outros três ficaram feridos após serem baleados por um grupo de pessoas encapuzadas, em Juazeiro, cidade da região norte da Bahia. O caso ocorreu no sábado (16). Segundo a Polícia Militar (PM), as vítimas estavam na varanda de uma casa, que fica no Povoado de Campos, zona rural da cidade, quando o grupo chegou a bordo de dois carros, atirando contra as vítimas. Não há informações sobre motivação e autoria. João Antônio de Santana, que tinha 65, e Andreu Aconi Lopes Lima, de 25, morreram no local. Os corpos deles foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) da região. Já as outras quatros vítimas foram levadas para Unidades de Pronto Antedimento (UPA) de Juazeiro e também para um hospital de Petrolina, cidade próxima ao local onde ocorreu o crime. Apesar disso, Joeberson da Silva Santos morreu no domingo (17). Não há informações sobre o estado de saúde dos três homens que continuam internados. O caso é investigado pela Polícia Civil de Juazeiro.

Proposta de Bolsonaro desobriga poder público de construir escolas

Share Button
Foto: Marcos Corrêa/PR

Foto: Marcos Corrêa/PR

A proposta apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro desobriga o poder público de expandir sua rede de escolas em regiões com carência de vagas para alunos, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo. Em outro ponto do texto, é revogado um trecho da Constituição que estabelece como função do Orçamento a redução das desigualdades regionais. Esse objetivo é mantido na Constituição como “fundamental”, mas é retirado o instrumento que trata especificamente do direcionamento de recursos públicos para essa finalidade. As duas alterações foram incorporadas à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Pacto Federativo. O texto trata da reestruturação do Estado e da redistribuição de recursos entre União.

Lava-Jato: OAS assina acordo de leniência e pagará R$ 1,92 bilhão até dezembro de 2047

Share Button

Por O Globo

O ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro | Foto: Reprodução

O ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro | Foto: Reprodução

A empreiteira OAS assinou um acordo de leniência com a Advocacia-Geral da União (AGU) e a Controladoria-Geral da União (CGU) nesta quinta-feira. Pelo acordo, ela terá de pagar R$ 1,92 bilhão até dezembro de 2047. Os recursos serão destinados à União e às empresas lesadas pela atuação da companhia. A OAS foi uma das principais empreiteiras investigadas pela Lava-Jato. Alguns de seus executivos foram presos pela Polícia Federal, como o ex-presidente da companhia Léo Pinheiro. Foi ele quem disse que um apartamento tríplex no Guarujá construído pela companhia pertencia ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no caso que apurava o pagamento de vantagens indevidas ao petista que levou à sua prisão. De acordo com o advogado-geral da União, André Mendonça, com a assinatura do acordo, a OAS passa a voltar a poder firmar contratos com órgãos públicos federais. Dos R$ 1,92 bilhão que a OAS terá de pagar, R$ 700 milhões são referentes à restituição de valores pagos a título de propina, R$ 800 milhões devido ao enriquecimento ilícito obtido pela companhia por meio dos contratos fraudados, R$ 320 milhões são referentes a uma multa administrativa com base na Lei Anticorrupção e outros R$ 84 milhões correspondem a uma multa civil referente à Lei de Improbidade Administrativa.

Celulares pré-pagos com cadastros desatualizados serão bloqueados em 17 estados, diz Anatel

Share Button

Por G1

Foto: Reprodução/Pixabay

Foto: Reprodução/Pixabay

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou que celulares pré-pagos que não tiverem cadastro atualizado depois de terem recebido notificação das operadoras terão as linhas bloqueadas na próxima segunda-feira (18). A medida vale para consumidores dos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Roraima, Sergipe e São Paulo. Segundo a Anatel, menos de 1% dos 91 milhões de celulares pré-pagos dessas regiões apresenta alguma pendência cadastral. Esta é última fase da campanha de comunicação aos consumidores com cadastros desatualizados, realizada pelas operadoras Algar, Claro, Oi, Sercomtel, Tim e Vivo, dentro do Projeto Cadastro Pré-Pago, acompanhado pela Anatel. O objetivo, segundo a agência, é garantir uma base cadastral “correta e atualizada”, a fim de evitar a ocorrência de fraudes (linhas associadas indevidamente a CPFs) e, dessa forma, ampliar a segurança dos consumidores. Quem tiver a linha pré-paga bloqueada poderá fazer a atualização dos dados cadastrais junto à sua prestadora por meio dos canais de atendimento, como call center e espaço reservado ao consumidor na internet.

Pesquisa testa vírus da zika contra câncer de próstata e aponta redução de tumores

Share Button

Por EPTV 1

Foto: Reprodução/EPTV

Foto: Reprodução/EPTV

Uma pesquisa da Unicamp testou a utilização do vírus da zika para tratamento do câncer de próstata. Segundo os cientistas, o vírus aplicado foi o inativo e as células tumorais tiveram uma inibição de crescimento de até 50%. Agora, o próximo passo é continuar os estudos em camundongos e humanos. A pesquisa, publicada em uma revista internacional, foi a primeira a utilizar o vírus da zika, que, segundo apontam cientistas, tem relação direta com a microcefalia, no aparelho reprodutor. O mesmo laboratório da Unicamp já tinha feito a experiência no tratamento de tumores no cérebro e também registrou diminuição da doença. Segundo uma pesquisadora da Unicamp responsável pelo estudo, como o vírus usado foi o inativo, ele funcionou da mesma maneira que uma vacina. “Ao expor as células de câncer de próstata ao zika inativado, nós chegamos a uma redução dessas células tumorais”, explicou Jeany Delafiori. O câncer de próstata é o segundo que mais mata homens no Brasil, com média de 14 mil óbitos por ano. Segundo especialistas, a melhor forma de prevenção é fazer exames de ultrassom e toque a partir dos 45 anos, além de ter hábitos de alimentação saudáveis e praticar atividades físicas.

Mourão diz que África é prioridade na atuação externa brasileira

Share Button
Foto: Romério Cunha/VPR

Foto: Romério Cunha/VPR

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse nesta terça-feira (12), que a África é uma prioridade para a atuação externa brasileira. “A África é uma prioridade perene para a nossa atuação externa. Conforme o Brasil se restabelece de uma grave crise, essa aproximação retoma o seu sentido natural”, disse ao participar da abertura do Fórum Brasil-África 2019. Segundo a Agência Brasil, ele anunciou que em março de 2020 fará uma viagem aos países do continente. Para o vice-presidente, os países africanos, em crescimento econômico e populacional urbano, apresentam uma série de oportunidades para expansão de companhias brasileiras. “A concentração dessa população em áreas urbanas exigirá volumosos investimentos em infraestrutura, energia, transportes e produção de alimentos”, ressaltou. De acordo com Mourão, algumas empresas brasileiras já têm buscado abrir espaço nesses mercados no continente. “Muitas empresas brasileiras que atuam no mercado internacional têm expertise justamente em setores de construção, energia e produção de alimentos. Algumas dessas empresas, inclusive, já atuam há anos em mercados africanos”, acrescentou.

Mega da Virada 2019: Começam as apostas e prêmio pode chegar a R$ 300 milhões

Share Button

Por G1

Caixa Econômica Federal estima prêmio no valor de R$ 300 milhões para a Mega da Virada 2019 | Foto: Maíra Alves/G1

Caixa Econômica Federal estima prêmio no valor de R$ 300 milhões para a Mega da Virada 2019 | Foto: Maíra Alves/G1

As apostas para a Mega-Sena da Virada começaram a ser registradas nesta segunda-feira (11) e o prêmio estimado é de R$ 300 milhões para quem acertar as seis dezenas, segundo a Caixa Econômica Federal. O sorteio será realizado no dia 31 de dezembro de 2019. Como ocorre em todos os concursos especiais, o prêmio da Mega-Sena da Virada não acumula. Caso ninguém acerte os seis números, o prêmio será dividido entre os apostadores que acertarem cinco dezenas, e assim por diante. Em 2018, o valor estimado era de R$ 200 milhões, no dia do sorteio chegou a R$ 302,5 milhões e 52 apostas dividiram o prêmio. As apostas para a Mega da Virada custam o mesmo valor da Mega-Sena regular, R$ 4,50, e podem ser feitas com os volantes específicos do concurso da Virada. Os apostadores também vão ter a opção de registrar suas apostas de qualquer local e a qualquer hora pela internet no site http://www.loteriasonline.caixa.gov.br. Basta ser maior de 18 anos, possuir CPF válido e cartão de crédito. Outra possibilidade é fazê-la via internet banking da Caixa (disponível para correntistas do banco).







WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia