Share Button

Por G1 BA

Com o grupo, polícia aprendeu duas submetralhadoras, uma espingarda e peças para a montagem de armamentos — Foto: Divulgação/SSP-BA

Com o grupo, polícia aprendeu duas submetralhadoras, uma espingarda e peças para a montagem de armamentos | Foto: Divulgação/SSP-BA

Dois homens apontados como integrantes de um grupo que montava e vendia submetralhadoras morreram em troca de tiros com policiais, na tarde de domingo (30), em São Gonçalo dos Campos, a cerca de 119 quilômetros de Salvador. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), policiais militares faziam abordagens em Feira de Santana, quando flagraram um motociclista com uma submetralhadora em uma sacola. Durante depoimento inicial, o homem contou que comprou o armamento em um imóvel, no município de São Gonçalo dos Campos. Os policiais, então, foram até o local indicado e foram recebidos a tiros por três homens que estavam no imóvel. Dois deles foram atingidos e não resistiram aos ferimentos, enquanto um terceiro conseguiu fugir. Com eles, os policiais encontraram mais uma submetralhadora, uma espingarda calibre 12, diversos carregadores e peças utilizadas para fabricação de submetralhadoras. A polícia ainda segue em procura do suspeito que fugiu, identificado pelo prenome Osmar.