Share Button

Por Eliana Passarelli – Folha de S.Paulo

Bolsonaro e Haddad durante entrevista para a Globo - Reprodução

Bolsonaro e Haddad durante entrevista para a Globo – Reprodução

O eleitor cujo candidato à Presidência da República não foi para o segundo turno viverá em 28 de outubro o dilema de escolher entre aqueles que não eram os seus preferidos. Enquadram-se nessa situação 33,48% dos eleitores que não escolheram nenhum dos dois vencedores da primeira etapa. Candidato mais votado, Jair Bolsonaro (PSL), com 46,04%, ficou muito próximo, mas não alcançou a maioria absoluta dos votos válidos – os 50% mais um. Haddad teve 29,28% dos votos. Eleitores com inscrição regular que não votaram no primeiro turno poderão participar, pois são eleições independentes. Muitos, porém, contribuirão para aumentar o índice de abstenção, que, historicamente, é maior no novo embate. É nesse cenário que recomeçará o horário eleitoral gratuito, previsto para esta sexta-feira (12), em rádio e televisão, com término em 26 de outubro. Cada candidato terá direito, de segunda a sábado, a dez minutos diários de propaganda em rede, divididos em dois programas de cinco minutos cada, com início nos mesmos horários do primeiro turno, em rádio e televisão. Conforme resolução do TSE, o candidato Bolsonaro iniciará as inserções no primeiro dia, uma vez que foi o mais votado. A ordem é alternada diariamente.