Share Button
Foto: Lucio Bernardo Junior / Câmara dos Deputados

Foto: Lucio Bernardo Junior / Câmara dos Deputados

Alas divergentes do PSL decidiram se unir por uma causa comum: atacar o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Deputados ligados ao líder do partido na Câmara, Delegado Waldir (PSL-GO), e também parlamentares próximos ao Major Vitor Hugo (PSL-GO), que é o líder do governo, veem erros e “incoerências” nas atitudes do ministro. Segundo o Bahia Notícias, a situação ficou problemática depois que Onyx desmentiu publicamente os parlamentares. Na terça-feira (14), líderes partidários saíram de uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro (PSL), dizendo que ele tinha decidido suspender o contingenciamento dos recursos para a Educação. Porém, pouco depois, os Ministérios da Educação e da Casa Civil negaram a versão, reforçando que o bloqueio está mantido.