Share Button

Correio24horas

d3fc083828

Foto: Divulgação/ TV Globo

A orla de Prainha, área turística do Canindé de São Francisco, se mobilizou na tarde de quinta-feira (15) em busca do ator Domingos Montagner, que despareceu após se afogar no Rio São Francisco, e chorou a morte do ator, confirmada horas depois, já no início da noite. Ao ouvirem os gritos de socorro da atriz Camila Pitanga, algumas pessoas pensaram que se tratava da gravação de uma das cenas da novela. Camila e o amigo mergulharam no rio, logo depois do almoço. Ela também foi levada pela correnteza, mas conseguiu se salvar segurando em uma pedra. Em depoimento à polícia, a atriz contou que chegou a alertar Domingos ao perceber que havia muita correnteza no trecho em que eles estavam. “Eles foram um pouco imprudentes, nem a gente que mora aqui vai para um lugar assim, tem muitos redemoinhos e é muito perigoso”, comenta a servidora municipal Rangeli Alves. 

De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros de Sergipe, “a correnteza nessa região é bem mais desbravadora, ela triplica, ou quadruplica de força em pouco tempo. Nossos mergulhadores tiveram que lutar contra a correnteza”. Para o delegado Antonio Francisco Filho, o local escolhido pelos atores  é um dos mais perigosos para o banho. “Esta é uma parte do rio em Canindé que não é comum ser utilizada pelos banhistas”, confirmou. A Prefeitura e Canindé de São Francisco, em Sergipe, decretou um dia de luto oficial.