Share Button
Foto: Divulgação/PF

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal, com o apoio de policiais militares da Bahia e de Pernambuco, deflagrou no final da manhã desta quarta-feira (5) a operação ‘Capitá’ contra uma quadrilha especializada em assaltos a bancos e carros-fortes que atuava em diversos estados do país. Cerca de 130 policiais cumpriram 10 mandados de busca e apreensão nas cidades de Juazeiro (BA), Petrolina (PE) e São Paulo (SP).

Segundo a PF, a investigação foi iniciada em março deste ano, após a morte do ex-líder da quadrilha durante confronto com a Polícia Militar do Estado de Goiás. A Polícia Federal disse que identificou novas lideranças da organização criminosa e passou a investigar os suspeitos nos últimos quatro meses. 

Conforme a PF, a quadrilha estava se preparando para realizar, nos próximos dias, assalto a um carro-forte numa rodovia na região de Juazeiro e Petrolina. Além disso, de acordo com informação da Superintendência de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública da Bahia, a quadrilha também pretendia atacar uma agência bancária em Juazeiro.

Foto: Divulgação/SSP

Foto: Divulgação/SSP

Até por volta das 13h45, onze pessoas haviam sido presas em flagrante, pelos crimes de porte ilegal de armas de fogo de uso restrito, receptação, associação criminosa e posse de explosivos. Além disso, um outro integrante da quadrilha, suspeito de ser o financiador e um dos principais articuladores do grupo, foi preso em São Paulo, em cumprimento a dois mandados de prisão em aberto, um oriundo da Justiça da Bahia, decorrente de uma condenação a pena de 24 anos de reclusão por homicídio, e outro preventivo, por roubo, expedido pela Justiça de Alagoas.

Nos endereços das buscas foram encontradas armas de grosso calibre, munição, explosivos, escudos e coletes balísticos, carros roubados e celulares.

Notícias de Santaluz

Foto: Divulgação/PF

Foto: Divulgação/PF