WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio




rios

rios

drogaria_santana


Idoso de 62 anos e jovem de 21 são presos tentando aplicar golpe em banco na Bahia

Share Button

Por G1 BA

Suspeitos de estelionato são presos no extremo sul da Bahia | Foto: Divulgação/Polícia Civil

Suspeitos de estelionato são presos no extremo sul da Bahia | Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um idoso de 62 anos e uma jovem de 21 foram presos na última quarta-feira (14), em Itabela, no extremo sul da Bahia, após serem flagrados tentando aplicar um golpe em uma agência bancária da cidade. De acordo com informações da Polícia Civil, Haroldo Alves Nóbrega e Atalaia Hadassa Araújo Gouveia são do Ceará. Os dois faziam empréstimos bancários utilizando documentos falsos. Ainda segundo a polícia, com a dupla foram encontrados vários documentos, celulares, cartões bancários, dinheiro e um carro. Haroldo já tinha várias passagens pela polícia do Ceará. A Polícia Civil informou que os dois vão responder pelos crimes de estelionato, uso de documento falso e associação criminosa.

Moro vai levar para equipe no Ministério da Justiça delegados que trabalharam com ele

Share Button
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Futuro ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro, Sergio Moro vai levar para a pasta delegados da Polícia Federal com quem já trabalhou. Segundo a Coluna do Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo, os superintendentes de Sergipe, Erika Marena, e do Mato Grosso, Luciano Flores, devem estar na lista. Já o delegado da Polícia Federal, Igor de Paula, responsável pela Lava Jato no Paraná, é cotado para assumir a superintendência no Estado ou a diretoria de combate ao crime organizado, em Brasília. Para a diretoria-geral da PF, a aposta é no atual superintendente da corporação em Curitiba, Maurício Valeixo, já que ele e o juiz são amigos de longa data. Na segunda-feira, ele fará uma reunião para definir outros nomes na sua equipe.

Santaluz: dupla assalta mercearia no bairro JK; segundo caso em menos de 24h

Share Button
Foto: Ilustração

Foto: Ilustração

Uma mercearia no bairro JK (Casas Populares) em Santaluz, na região sisaleira da Bahia, foi assaltada por volta do meio-dia desta quinta-feira (15). Segundo o Notícias de Santaluz apurou, dois indivíduos armados chegaram ao local em uma motocicleta, renderam a proprietária do estabelecimento e roubaram o dinheiro que seria utilizado para pagar uma empresa que tinha acabado de fazer uma entrega. A Polícia Militar foi acionada e efetuou rondas na região, mas nenhum suspeito foi localizado. De acordo com a PM, a quantia levada pelos criminosos não foi revelada. Este foi o segundo assalto registrado na cidade em menos de 24 horas. Na noite de quarta-feira, dois indivíduos armados e encapuzados, também a bordo de uma motocicleta, fizeram um arrastão no povoado de Serra Branca, distante cerca de 18 km da sede do município, e roubaram celulares de moradores da comunidade. A polícia ainda não sabe dizer se há relação entre os dois casos.

Notícias de Santaluz

Adolescente é baleado com tiro de espingarda em Araci; vítima diz que disparo foi acidental

Share Button
Adolescente foi socorrido para o hospital de Araci | Foto: Reprodução/A Voz do Campo

Adolescente foi socorrido para o hospital de Araci | Foto: Reprodução/A Voz do Campo

Um adolescente de 17 anos deu entrada na noite desta quarta-feira (14) no hospital municipal de Araci, na região sisaleira da Bahia, alegando que tinha sido ferido por um tiro disparado acidentalmente contra si mesmo ao manusear uma espingarda de chumbinho. A Polícia Militar disse que inicialmente foi informada que se tratava de uma tentativa de homicídio e enviou uma guarnição para o hospital, mas, após conversa com o adolescente, descartou a possibilidade. O menor, no entanto, não soube informar onde deixou a espingarda e nem deu mais detalhes sobre o ocorrido, segundo a PM. O estado de saúde dele é desconhecido.

Notícias de Santaluz

Bolsonaro garante que pessoas com problemas na Justiça não entrarão no governo

Share Button

Por Bahia Notícias

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O presidente eleito Jair Bolsonaro garantiu que pessoas com algum tipo de problema com a Justiça não farão parte do novo governo. Ao apresentar o futuro chanceler, o embaixador Ernesto Araújo, Bolsonaro negou que esteja negociando indicações para embaixadas ou ministérios com qualquer integrante do atual governo. “Quem estiver devendo para a Justiça não terá a mínima chance de continuar num governo meu. Quem não estiver devendo, podemos até conversar”, declarou Bolsonaro. Ele disse que pretende concluir a definição dos nomes para ocupar o primeiro escalão até o dia 30 de novembro. Na oportunidade, Bolsonaro falou sobre o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. O presidente eleito declarou que ele está isento de acusações e tem qualidades para ocupar o cargo. Bolsonaro disse que as indicações não estão levando em conta critérios políticos. “O Onyx é a pessoa mais adequada para responder a essa pergunta para vocês. Pelo que eu saiba, ele não é réu em nada. Não tem critério político [nas indicações]”, acrescentou Bolsonaro.

Homem é preso e meia tonelada de maconha é apreendida em casa de praia na Bahia

Share Button

Por G1 BA

Maconha foi encontrada em casa de praia da Bahia após denúncia anônima | Foto: Divulgação/SSP-BA

Maconha foi encontrada em casa de praia da Bahia após denúncia anônima | Foto: Divulgação/SSP-BA

Um homem foi preso e meia tonelada de maconha apreendida em uma casa de praia de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador. A ação ocorreu no final da tarde de quarta-feira (14), após uma operação da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) e da Polícia Federal. A SSP-BA informou que a polícia chegou ao imóvel, que fica em Ipitanga, bairro de Lauro de Freitas, após uma denúncia anônima apontando que a casa era utilizada para armazenar e distribuir entorpecentes. A secretaria informou que após a denúncia, equipes das polícias Militar (CPR-Central e Rondesp BTS), da Civil (12a DT/Itapuã) e da PF passaram a acompanhar a movimentação dentro do imóvel. Após dias de vigilância, um carro foi abordado depois que um homem saiu da casa com uma sacola. Com o homem, os policiais estaduais e federais encontraram a maconha. Em seguida, as equipes entraram na casa para revista e acharam 500 kg de maconha prensada, divididos em tabletes. Além dos entorpecentes, duas balanças e um automóvel também foram apreendidos.

Santaluz: dupla faz arrastão no povoado de Serra Branca

Share Button
Foto: Ilustração

Foto: Ilustração

Dois indivíduos armados fizeram um arrastão no povoado de Serra Branca, zona rural do município de Santaluz, região sisaleira da Bahia, na noite desta quarta-feira (14). De acordo com relatos de populares, a dupla, que estava encapuzada e a bordo de uma motocicleta, rendeu pessoas que estavam na praça da comunidade, distante cerca de 18 km da sede do município, roubou alguns celulares e fugiu tomando destino ignorado. A Polícia Militar disse que recebeu a informação de que teria ocorrido o arrastão e que os criminosos teriam roubado cinco celulares e uma motocicleta, porém, até por volta das 20h30, a corporação não tinha sido acionada por nenhuma vítima. A PM informou que emitiu um alerta de busca por suspeitos do arrastão.

Notícias de Santaluz

Motorista que foge do local do acidente comete crime, decide STF

Share Button

Por TV Globo e G1

Foto:Rosinei Coutinho/STF

Foto:Rosinei Coutinho/STF

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira, por sete votos a quatro, que é crime a fuga de motorista do local de um acidente de trânsito.

Para a maioria dos ministros, a punição para quem deixa o local do acidente não fere a garantia do cidadão de não ser obrigado a produzir prova contra si mesmo.

De acordo com a decisão do Supremo, a fuga deve ser criminalizada sempre que houver intenção de fugir à responsabilidade penal – não ser processado por atropelamento ou morte, por exemplo – ou se a intenção for evitar a responsabilização civil – ter que arcar com os gastos de conserto ou outras indenizações.

Na decisão, os ministros ressalvaram, porém, que a punição não se aplica se comprovadas situações excepcionais, como casos em que o motorista estiver ferido ou se houver risco de linchamento.

A maioria do Supremo considerou que é constitucional o artigo 305 do Código de Trânsito Brasileiro. O artigo pune com detenção de seis meses a um ano o condutor do veículo que se afasta do local do acidente “para fugir à responsabilidade penal ou civil que lhe possa ser atribuída”.

Votaram a favor de considerar crime a fuga do local do acidente os ministros: Luiz Fux (relator), Alexandre de Moraes, Luiz Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski.

Votaram contra por entenderem que o crime deveria ser revogado os ministros: Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Celso de Mello e Dias Toffoli, presidente do STF.

Bolsonaro defende aprovação de medidas amargas pelo Congresso

Share Button

Por Folhapress

Foto: Alan Santos/PR

Foto: Alan Santos/PR

Em reunião com governadores eleitos, o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), defendeu a aprovação de medidas “amargas” pelo Congresso. Para ele, as reformas que passam pela Câmara e pelo Senado são as mais importantes. Bolsonaro participou de encontro com 20 governadores e os futuros ministros da Economia, Paulo Guedes, da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno. “Os senhores têm a perfeita noção do que tem que ser feito. Algumas medidas são um pouco amargas, mas não podemos tangenciar com a possibilidade de nos transformarmos no que a Grécia passou, por exemplo”, disse. Entre as reformas defendidas pela equipe de Bolsonaro, está a da Previdência. O grupo chegou a tentar articular aprovação de alguma mudança nas regras da aposentadoria já neste ano, mas depois passou a afirmar que deve ficar para o ano que vem. No encontro, o presidente eleito recebeu uma carta elaborada pelos governadores com demandas dos estados ao governo federal. Depois que os representantes dos governos regionais fizeram discursos em busca de repasses de recursos federais em diversas áreas, Bolsonaro afirmou que sua equipe vai estudar as demandas. “Faremos todo o possível para atendê-los, independente da coloração político partidária”, afirmou. No discurso, o militar reformado voltou a dizer que “é preciso preservar o meio ambiente, mas não da forma que está aí”. Ele afirmou que a liberação de licenças ambientais será acelerada, mas não será feita a toque de caixa. “Se o nosso agronegócio, que é pujante, conseguir se livrar de alguns desses problemas, essa área ajudará a nossa economia”, afirmou.

Cuba decide deixar programa Mais Médicos no Brasil; Bolsonaro diz que país não aceitou condições

Share Button

Por G1

'Mais Médicos' chegaram ao Ceará em 2013 com contrato de trabalho de três anos | Foto: TV Verdes Mares/Reprodução

‘Mais Médicos’ chegaram ao Ceará em 2013 com contrato de trabalho de três anos | Foto: TV Verdes Mares/Reprodução

O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou pelo Twitter que o governo cubano não aceitou as condições estabelecidas para manter o programa Mais Médicos. Nesta quarta-feira (14), o Ministério da Saúde Pública de Cuba anunciou a decisão de deixar o programa Mais Médicos, criado durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff. “Condicionamos a continuidade do programa Mais Médicos à aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou”, escreveu o presidente na rede social. Cuba enviava profissionais para atuar no Brasil desde 2013. O Ministério da Saúde de Cuba atribui a decisão a “declarações ameaçadoras e depreciativas” de Bolsonaro. “O Ministério da Saúde Pública de Cuba tomou a decisão de não continuar participando do Programa Mais Médicos e assim comunicou a diretora da Organização Panamericana de Saúde e aos líderes políticos brasileiros que fundaram e defenderam a iniciativa”, diz nota do governo cubano. Durante a campanha eleitoral, Bolsonaro declarou que expulsaria os médicos cubanos do Brasil por meio do exame de revalidação de diploma de médicos formados no exterior, o Revalida. A intenção também constava do programa de governo do então candidato. Fora do Mais Médicos, os formados no exterior não podem atuar na medicina brasileira sem a aprovação no Revalida. No caso do programa federal, todos os estrangeiros que participam têm autorização para trabalhar no Brasil mesmo sem se submeterem ao exame. No Mais Médicos, pouco mais da metade dos profissionais – 8,47 mil dos mais de 16 mil profissionais – vieram de Cuba, segundo dados obtidos pelo G1. Todos os profissionais, independentemente do país de origem, precisam ter diploma de medicina expedido por instituição de ensino superior estrangeira, habilitação para o exercício da profissão no país de origem e ter conhecimento de língua portuguesa, regras de organização do Sistema Único de Saúde (SUS) e de protocolos e diretrizes clínicas de atenção básica.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia