WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio




Laboratório Checap drogaria_santana

Jovem é presa após ser flagrada com porções de maconha e cocaína em Conceição do Coité

Share Button
Foto: Notícias de Santaluz

Foto: Notícias de Santaluz

Gabriela Santos Oliveira, de 19 anos, foi presa nesta quinta-feira (21) por suspeita de tráfico de drogas no Conjunto Habitacional Mário da Caixa [Bairro das Casas Populares], em Conceição do Coité, região sisaleira da Bahia. Segundo a Polícia Militar, foram encontradas com ela quatro porções de cocaína e três de maconha, além de seis pinos comumente usados para armazenar drogas. A jovem foi encaminhada à delegacia da cidade para os procedimentos cabíveis.

Notícias de Santaluz




‘A Justiça nasceu para todos e cada um que responda pelos seus atos’, diz Bolsonaro sobre Temer

Share Button

Por G1

Foto: Marcos Corrêa/PR

Foto: Marcos Corrêa/PR

Ao desembarcar em Santiago, no Chile, o presidente Jair Bolsonaro comentou nesta quinta-feira (21) a prisão do ex-presidente Michel Temer, dizendo que cada um deve responder pelos seus atos. O ex-presidente foi preso na manhã desta quinta, em São Paulo, pela força-tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro. Os agentes federais também prenderam o ex-ministro Moreira Franco e o coronel da reserva da Polícia Militar de São Paulo João Baptista Lima Filho, amigo pessoal de Temer. “A Justiça nasceu para todos e cada um que responda pelos seus atos”, declarou Bolsonaro em uma breve conversa com a imprensa no aeroporto da capital chilena. Segundo o atual presidente da República, “acordos políticos dizendo-se em nome da governabilidade” desencadearam as situações que culminaram na prisão de Temer e Moreira Franco. “Governabilidade você não faz com esse tipo de acordo, no meu entender. Você faz indicando pessoas sérias, competentes para integrar seu governo. É assim que fiz no meu governo, sem acordo político, respeitando a Câmara e o Senado brasileiro”, complementou. A prisão de Temer teve como base a delação do empresário José Antunes Sobrinho, dono da construtora Engevix. O delator disse à Polícia Federal que pagou R$ 1 milhão em propina a pedido do coronel João Baptista Lima Filho, de Moreira Franco e com o conhecimento do ex-presidente da República. A Engevix fechou um contrato em um projeto de construção da usina nuclear de Angra 3, que ainda não foi concluída.




Prisão de Temer é tentativa da Lava Jato de ‘desviar a atenção’, diz Lula

Share Button

Por Veja

Foto: Beto Barata/Presidência da República

Foto: Beto Barata/Presidência da República

Em sua conta no Twitter, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que a prisão do ex-presidente Michel Temer é uma tentativa da Operação Lava Jato de “desviar a atenção do descrédito em que estava caindo e do fundo de 2,5 bilhões que negociaram com os EUA”. “A Força Tarefa não precisa de pirotecnia para sobreviver, precisa de sobriedade”, acrescentou. Em outra publicação, o petista disse que “instituições poderosas como o MP (Ministério Público) e a PF (Polícia Federal) não podem ficar fazendo espetáculo. Todo aquele que cometer um crime, se o crime for provado, tem que ser punido. Seja o Temer, ou o Lula. Seja o FHC ou o Bolsonaro. Ninguém pode ser preso sem o devido processo legal”. Também nesta quinta-feira, 21, o Partido dos Trabalhadores (PT) afirmou, em nota assinada pela presidente da legenda, Gleisi Hoffmann, e pelos líderes do PT na Câmara e no Senado, Paulo Pimenta e Humberto Costa, respectivamente, que “espera que as prisões de Michel Temer e de Moreira Franco, entre outros, tenham sido decretadas com base em fatos consistentes, respeitando o processo legal, e não apenas por especulações e delações sem provas”. O partido diz, ainda, que “é somente dentro da lei que se poderá fazer a verdadeira Justiça e punir quem cometeu crimes contra a população. Caso contrário, estaremos diante de mais um dos espetáculos pirotécnicos que a Lava Jato pratica sistematicamente, com objetivos políticos e seletivos”.




Prefeito de Retirolândia divulga nota sobre sua representação ao Ministério Público pelo TCM

Share Button
O prefeito de Retirolândia, Vonte do Merim | Foto: Divulgação

O prefeito de Retirolândia, Vonte do Merim | Foto: Divulgação

Em relação a matéria ‘Prefeito de Retirolândia é denunciado ao Ministério Público por suspeita de crime de improbidade administrativa’, publicada pelo Notícias de Santaluz nesta quinta-feira (21), o prefeito Alivanaldo Martins dos Santos, conhecido também como ‘Vonte do Merim’ divulgou a seguinte nota: “Nossa gestão sempre foi pautada na transparência e responsabilidade com o dinheiro público, disso eu tenho consciência tranquila. Eu lamento e repudio a decisão tomada pela corte, diante da clareza da resposta dada a esta denúncia! Vamos provar, mais uma vez, que nosso mandato é transparente e que esse processo licitatório foi feito dentro da legalidade!” Ainda de acordo com a nota divulgada à imprensa, “o prefeito informou que houve um parâmetro de preço adotado com base em processos licitatórios de municípios do mesmo porte de Retirolândia e reconheceu que por conta de falha humana esse parâmetro não foi informado no processo, porém, o preço alcançado na licitação em questão, demonstra que o valor é claramente equivalente, ou até mesmo, abaixo do preço de mercado.” Vonte do Merim informou ainda que a assessoria jurídica do município já foi acionada e está tomando providências para pedir a reconsideração da decisão.

Notícias de Santaluz




Wagner sobre prisão de Temer: ‘Me preocupa esse ambiente de caça às bruxas dos políticos’

Share Button
Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil

Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil

O senador e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), afirmou, nesta quinta-feira (21), estar preocupado com o que chamou de “ambiente de caça às bruxas dos políticos” no Brasil. “Eu não comemoro a prisão de ninguém. Desconheço a motivação, mas sempre me preocupa muito esse ambiente de caça às bruxas dos políticos”, disse Wagner, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo. O petista afirmou, ainda, que “há um espetáculo” que “não contribui para o que o Brasil precisa: ponderação e tranquilidade para voltar a crescer e criar emprego”.




Maia critica Moro: ‘está confundindo as bolas, ele não é presidente’

Share Button

Por Poder 360

Foto: Flávio Soares

Foto: Flávio Soares

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou nesta quarta-feira (20) o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. “Eu acho que ele conhece pouco política. Eu sou presidente da Câmara, ele é ministro funcionário do presidente [Jair] Bolsonaro. Então o presidente Bolsonaro tem que dialogar comigo”, disse. “Ele [Moro] não é presidente da República, não foi eleito para isso.” A fala de Maia vem após Moro ter criticado o congelamento da tramitação do projeto de sua autoria enviado ao Congresso que ficou conhecido como “pacote anticrime”. O ministro defende a tese de que o PL pode tramitar ao mesmo tempo que a reforma da Previdência, prioridade do governo. O presidente da Câmara discorda da avaliação e congelou a tramitação da pauta. Maia determinou a criação de um grupo de trabalho para analisar o projeto, o que na prática trava o trâmite de análise. O demista ainda afirmou que o projeto enviado por Moro é uma “copia e cola” do texto apresentado pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Alexandre de Moraes. Segundo ele, o projeto será aprovado porque é uma prioridade da Câmara desde o ano passado, antes de Moro “pensar em ser ministro”.




Michel Temer é preso pela Lava Jato; PF faz buscas por Moreira Franco

Share Button

Por TV Globo e G1 Rio

Imagem de arquivo de junho de 2018 mostra o então presidente Michel Temer com o então ministo Moreira Franco durante assinatura de decretos que regulamentam o Código de Mineração | Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O então presidente Michel Temer com o então ministro Moreira Franco durante assinatura de decretos que regulamentam o Código de Mineração | Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O ex-presidente Michel Temer foi preso em São Paulo na manhã desta quinta-feira (21) pela força-tarefa da Lava Jato. Os agentes ainda tentam cumprir um mandado contra Moreira Franco, ex-ministro de Minas e Energia. Os mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro. Preso, Temer é levado para o Aeroporto de Congonhas, onde vai embarcar em um voo e será levado ao Rio de Janeiro. Desde quarta-feira (20), a Polícia Federal (PF) tentava rastrear e confirmar a localização de Temer, sem ter sucesso. Por isso, a operação prevista para as primeiras horas da manhã desta quinta-feira atrasou. O G1 ligou para a defesa de Temer, mas até as 11h25 os advogados não haviam atendido a ligação. Ainda não está claro a qual processo se referem os mandados contra Temer e Moreira Franco. O ex-presidente Michel Temer responde a dez inquéritos. Cinco deles tramitavam no Supremo Tribunal Federal (STF), pois foram abertos à época em que o emedebista era presidente da República e foram encaminhados à primeira instância depois que ele deixou o cargo. Os outros cinco foram autorizados pelo ministro Luís Roberto Barroso em 2019, quando Temer já não tinha mais foro privilegiado. Por isso, assim que deu a autorização, o ministro enviou os inquéritos para a primeira instância. Entre outras investigações, Temer é um dos alvos da Lava Jato do Rio. O caso, que está com o juiz Marcelo Bretas, trata das denúncias do delator José Antunes Sobrinho, dono da Engevix. O empresário disse à Polícia Federal que pagou R$ 1 milhão em propina, a pedido do coronel João Baptista Lima Filho (amigo de Temer), do ex-ministro Moreira Franco e com o conhecimento do presidente Michel Temer. A Engevix fechou um contrato em um projeto da usina de Angra 3.




Prefeitura de Santaluz antecipa salários de março para esta quinta-feira

Share Button
Centro Administrativo de Santaluz | Foto: Notícias de Santaluz/Arquivo

Centro Administrativo de Santaluz | Foto: Notícias de Santaluz/Arquivo

A prefeitura de Santaluz antecipou para esta quinta-feira (21) o salário do mês de março dos servidores que, por lei, poderia ser pago até o dia 5 de abril. Por meio de nota divulgada nas redes sociais, o governo municipal destaca que este é o 27º mês consecutivo em que a prefeita Quitéria Carneiro determina a antecipação do pagamento dos salários. “Mesmo podendo quitar os pagamentos até dia 5 de abril, a prefeitura manteve o pagamento antecipado, por ordem da Prefeita Quitéria Carneiro, que autoriza o pagamento desde quando assumiu os destinos da cidade”, diz um trecho da nota, ressaltando que além de antecipar salários, a prefeitura também tem antecipado pagamentos do 13º de todos os servidores e férias dos professores. Ainda de acordo com a nota, a medida tem como objetivo mostrar o reconhecimento da gestão em relação ao trabalho desenvolvido pelos servidores públicos.

Notícias de Santaluz




Prefeito de Retirolândia é denunciado ao Ministério Público por suspeita de crime de improbidade administrativa

Share Button
O prefeito de Retirolândia, Vonte do Merim | Foto: Retiro Noticias/Reprodução

O prefeito de Retirolândia, Vonte do Merim | Foto: Retiro Noticias/Reprodução

Na sessão desta quarta-feira (20), o Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA) julgou parcialmente procedente denúncia contra o prefeito de Retirolândia, na região sisaleira do estado, Alivanaldo Martins dos Santos, o ‘Vonte do Merim’, pela ausência de cotação de preços em um pregão presencial realizado para a contratação de empresa para prestação de serviço de transporte escolar, no exercício de 2017. Segundo o TCM, o conselheiro relator do processo, Paolo Marconi, decidiu formular denúncia ao Ministério Público Estadual, para que seja apurado o cometimento de crime de improbidade administrativa. Conforme o órgão, a suspeita decorre do fato de todo o processo licitatório ter ocorrido em tempo recorde – seis etapas em apenas um dia – o que revela “extrema eficiência”, que, segundo o relator impõe investigação para afastar suspeitas fundadas de irregularidades. Ele destacou que na contratação do serviço a previsão de gastos chega a R$ 1,6 milhão. Além de apuração por parte do Ministério Público Estadual, o conselheiro Paolo Marconi multou o prefeito em R$10 mil. Segundo o conselheiro relator, a ausência de cotação de preços, apesar de mencionada, não foi justificada pelo gestor. “A ampla pesquisa de mercado, fundamental em qualquer licitação, é condição para que estejam justificados e compatíveis os preços praticados, afinal, não se pode perder de vista a razão pela qual é escolhida a modalidade pregão: a escolha do menor preço”, alertou. Cabe recurso da decisão. A reportagem não conseguiu contato com o prefeito.

Notícias de Santaluz




STF determina buscas em inquérito sobre ofensas a ministros da Corte

Share Button

Por TV Globo

Ministro Alexandre de Moraes durante sessão extraordinária do STF | Foto: Carlos Moura/SCO/STF

Ministro Alexandre de Moraes durante sessão extraordinária do STF | Foto: Carlos Moura/SCO/STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou as primeiras medidas no inquérito que investiga ofensas a ministros da Corte. As ações estão sendo cumpridas na manhã desta quinta-feira (21) e incluem busca e apreensão nas casas de suspeitos em São Paulo e Alagoas. A investigação corre em sigilo. Na última quinta (14), o presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, anunciou no plenário da Corte a abertura de um inquérito para apurar “notícias fraudulentas”, ofensas e ameaças a ministros do tribunal. Na ocasião, Toffoli informou que Alexandre de Moraes – ex-ministro da Justiça e ex-secretário de Segurança Pública de São Paulo – iria conduzir as investigações. O inquérito foi alvo de críticas de procuradores da República que atuam na Operação Lava Jato, juristas e até mesmo integrantes do STF. Um dos magistrados mais antigos da Suprema Corte, o ministro Marco Aurélio Mello foi uma das vozes críticas à decisão de Dias Toffoli. Um dos alvos das buscas em Alagoas nesta quinta, o advogado Adriano Laurentino de Argolo, afirmou não ser o autor de algumas das mensagens que lhe são atribuídas, e que teve contas em redes sociais clonadas. A Polícia Federal recolheu tablets e celulares na casa dele. “Algumas postagens que me mostraram, não foram minha pessoa que escreveu. As contas foram clonadas”, afirmou Argolo.







WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia