WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio


Anuncie aqui


Max Santa Luzia

Laboratório Checap

Império Store

Drogaria Santana

Prefeitura de Santaluz convoca mais 107 candidatos aprovados em concurso

Share Button
Foto: Ilustração

Foto: Ilustração

A Prefeitura de Santaluz convocou nesta sexta-feira (20) mais 107 aprovados no concurso realizado em 2016. Foram convocados candidatos aprovados para os cargos de agente ambiental (gari), auxiliar de eletricista, auxiliar de obras, auxiliar de serviços gerais, cozinheira, merendeira, motorista, auxiliar administrativo, auxiliar de creche, auxiliar de farmácia, guarda civil municipal, técnico em enfermagem, técnico em informática, técnico em radiologia e enfermeiro. Uma lista com 44 nomes já havia sido divulgada na quinta-feira (19) [ver mais]. O candidato, ou seu procurador legal, deverá comparecer ao departamento de Recursos Humanos, localizado no Centro de Atendimento ao Servidor (CAS), próximo ao Tanque Grande, com a documentação necessária, no prazo de cinco dias úteis, entre os dias 23 e 27 de novembro, das 8h às 12h e das 14h às 17h, com exceção do dia 27 de novembro (sexta-feira), cujo horário será das 8h às 12h. Clique aqui para acessar o decreto com a relação dos candidatos convocados na quinta-feira e aqui para ver a relação desta sexta-feira.

Notícias de Santaluz

Nenhum caso de coronavírus é registrado em Santaluz nas últimas 24 horas

Share Button
Foto: Freepik/Reprodução

Foto: Freepik/Reprodução

Nenhum morador de Santaluz testou positivo para o coronavírus nas últimas 24 horas, segundo boletim divulgado na noite desta sexta-feira (20) pela Secretaria Municipal de Saúde. Com isso, o total de casos da Covid-19 na cidade permanece em 697, dos quais 668 pacientes já estão recuperados da doença, o que representa uma taxa de cura de 95,83%. Há 17 casos ativos e 41 suspeitas em investigação no município.

Notícias de Santaluz

Morte de Jotinha é repercutida pelo ‘New York Times’; no jornal, ele é chamado de ‘Little J.’

Share Button

Por G1 BA

Jornal norte-americano 'New York Times' repercute morte de Jotinha | Foto: Reprodução/New York Times

Jornal norte-americano ‘New York Times’ repercute morte de Jotinha | Foto: Reprodução/New York Times

O jornal norte-americano “The New York Times” publicou na quinta-feira (19) o obituário do humorista baiano Jotinha, que morreu no início deste mês, aos 52 anos, após falência múltipla dos órgãos, em decorrência da Covid-19. Na publicação, o jornal traduziu o nome artístico do humorista para “Little J”.

O obituário do jornal faz parte de uma série sobre pessoas que morreram por causa da pandemia do coronavírus e traz uma parte da história de Jotinha.

“Quando alguém em 2016 enviou uma mensagem para um grupo de whatsapp brasileiro, provocando a baixa estatura e voz aguda de José Luiz da Silva, o senhor Silva viu e ofereceu a outra face – com um resultado surpreendente”, escreveu o jornal, explicando como começou a popularidade de Jotinha.

“A mensagem continha uma foto adulterada de sua cabeça no topo do corpo de um pintinho, e perguntava se ele era popular com as mulheres. O senhor Silva, conhecido como Jotinha, respondeu ao grupo com uma mensagem de áudio com sua distinta voz de criança: “Não, não entendi. Não entendi nada, ha ha ha ha”. Por alguma razão, sua resposta chamou atenção e as pessoas começaram a compartilhar em outros grupos do whatsapp, que é muito popular no Brasil. No fim do dia, ela tinha recebido 3.600 mensagens no aplicativo. Ele continuou a postar mensagens de áudios e elas continuaram a fazer sucesso. Logo, ele estava recebendo mais de 10 mil mensagens por dia, fazendo com que a mídia brasileira o chamasse de “Rei do Whatsapp”, acrescentou a publicação.

O ‘New York Times’ ainda descreveu sobre o time de coração do humorista, o Esporte Clube Bahia, o início do trabalho dele como locutor em Elísio Medrado, sua cidade natal e sobre a história da família de Jotinha. Abordou, ainda, a infecção por Covid-19 da mãe dele, Teresinha César, de 88 anos, que já está curada.

A publicação ainda destacou que “políticos, jogadores de futebol e artistas populares que trabalharam com o senhor da Silva lamentaram sua morte”.

Fama nas redes sociais

Jotinha ficou famoso com áudios e vídeos virais no WhatsApp | Foto: Reprodução/Instagram

Jotinha ficou famoso com áudios e vídeos virais no WhatsApp | Foto: Reprodução/Instagram

Jotinha começou a fazer sucesso através do aplicativo de mensagens Whatsapp. Após troca de mensagens em que as pessoas chegaram a fazer piadas com a voz dele, os áudios ficaram famosos e a carreira do humorista alavancou.

Ele fez participações em clipes de artistas, deu entrevistas a diversas emissoras de rádio e televisão, além de ficar conhecido nas redes sociais.

Jotinha tinha mais de 1 milhão de seguidores somente no Instagram e ganhou projeção na internet por causa do tom de voz, o jeito debochado de comentar sobre futebol e a maneira bem humorada de “cornetar” os amigos nos grupos de Whatsapp.

Quando foi internado, após passar mal com sintomas de problemas respiratórios, Jotinha foi levado a um hospital particular em Santo Antônio de Jesus, cidade a cerca de 50 km de Elísio Medrado. O estado de saúde dele se agravou e ele precisou permanecer na unidade de saúde, mas a família não tinha mais condições de pagar o tratamento.

Foi então, que o humorista Tirulipa fez um apelo nas redes sociais, pedindo ajuda para Jotinha e família.

Jotinha morreu em 5 de novembro e foi enterrado no dia seguinte, em Elísio Medrado. Moradores fizeram homenagens a ele com carreata e aplausos.

Entero de Jotinha ocorreu no dia 6 de novembro, na Bahia | Foto: Divulgação/Site Recôncavo no Ar

Entero de Jotinha ocorreu no dia 6 de novembro, na Bahia | Foto: Divulgação/Site Recôncavo no Ar

Pfizer e BioNTech apresentam pedido de autorização emergencial para uso de vacina

Share Button
Foto: Freepik

Foto: Freepik

Mais uma candidata a vacina contra a Covid-19, a Pfizer, fez pedido de aprovação de emergência, nesta sexta-feira (20), ao governo dos Estados Unidos. O imunizante foi desenvolvido em parceria com o laboratório BioNTech. O anúncio foi feito pelo próprio governo norte-americano, a quem é direcionado o pedido de autorização por meio da agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos (FDA – na sigla em inglês), segundo reportagem da BP Money. A vacina da Pfizer/BioNTech foi a primeira a ter os resultados preliminares da fase 3 de testes anunciados. As empresas disseram, em 9 de novembro, que o imunizante apresentou 90% de eficácia contra a covid-19. No último dia 18, o resultado do estudo final dos dados da fase 3 concluiu a segurança do imunizante e a eficácia de 95%. O FDA não informou quanto tempo levaria para revisar os dados de eficácia e segurança da vacina, os dois principais critérios.

Rui afirma que sem vacina para Covid-19 não haverá festa com aglomeração no natal e ano novo na Bahia

Share Button
Foto: Paula Fróes/GOVBA

Foto: Paula Fróes/GOVBA

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), anunciou nas redes sociais, nesta quinta-feira (19), que enquanto não existir uma vacina para Covid-19 não haverá festas com aglomeração no natal, ano novo ou em qualquer outra data no estado.

“Na Bahia, não haverá festa com aglomeração no Natal, no Réveillon ou em qualquer outra data comemorativa enquanto não tivermos vacina”, diz parte da publicação.

Ele ainda afirmou que alguns eventos poderão ser cancelados e que a medida é para salvar vidas.

“Eventos sem autorização da Vigilância Sanitária poderão ser cancelados com prejuízo aos envolvidos. Vamos trabalhar sem descanso p salvar vidas”, disse o governador na postagem.

De acordo com o G1, a produção da TV Bahia entrou em contato com a assessoria do governador para saber como será fiscalizado o decreto. Segundo a Secretaria de Comunicação, a fiscalização será feita pela polícia.

O governador ainda lembrou na publicação que em todo estado há um decreto que proíbe eventos com mais de 200 pessoas.

“Continuamos em guerra contra a #Covid19. Não vamos permitir que confraternizações de final de ano tragam como consequência à #Bahia uma 2ª onda da pandemia. Quero lembrar que há um decreto em vigor, válido em todos os 417 municípios, que proíbe eventos com mais de 200 pessoas”, afirmou.

A fala de Rui Costa ocorre dias depois da prefeitura de Porto Seguro, no sul da Bahia, publicar decreto autorizando a realização de festas de fim de ano na cidade.

Segundo boletim divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), na noite desta quinta-feira (19), a Bahia tem 380.294 casos da doença confirmados desde o início da pandemia. O número total de mortes chega a 8.038.

Morre paciente que morava no Hospital das Clínicas há 51 anos

Share Button
Foto: Reprodução/Facebook

Foto: Reprodução/Facebook

O paciente Paulo Henrique Machado, que morava há 51 anos no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP), morreu na tarde da útima quarta-feira (18). Segundo o portal Uol, ele foi transferido para a unidade em 1969, após contrair poliomielite quando era bebê. Por conta das sequelas da doença, precisou ficar sob cuidados médicos.

Há duas semanas, Paulo havia feito uma transmissão ao vivo no canal do YouTube com o título “Apesar de tudo, estamos vivos”. Durante o vídeo, ele contou que havia “passado por dificuldades no estômago”, estava com pedra na vesícula e a situação “ficava meio complicada”. O paciente ainda comentou que estava sentindo muitas dores.

Em nota, o Hospital das Clínicas lamentou a morte de Paulo e disse que “se solidariza com os familiares e amigos” do paciente.

“O Hospital das Clínicas da FMUSP informa com pesar o falecimento do paciente Paulo Henrique Machado. Paulo contraiu poliomielite quando criança e há 51 anos era morador do Instituto de Ortopedia e Traumatologia devido às sequelas da doença e aos cuidados especiais que a sua condição clínica inspirava. Durante todo este período, teve a atenção humanizada e especializada dos profissionais do Hospital”, diz o comunicado.

Poliomelite

A poliomielite é uma doença causada pelos tipos 1, 2 e 3 do poliovírus, que não tem cura e é contagiosa, mas cuja transmissão foi reduzida drasticamente por conta de vacinas. De acordo com o Ministério da Saúde, a maior parte das pessoas infectadas não possuem sintomas, mas isso não impede que outras pessoas sejam contaminadas. Ainda há manifestações graves da doença, como foi o caso de Paulo, que causa paralisia e pode levar à morte.

Prefeitura de Santaluz convoca aprovados em concurso de 2016

Share Button
Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

A Prefeitura de Santaluz publicou no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (19) a convocação de 44 aprovados no concurso público realizado em 2016. Entre os cargos convocados há auxiliar de eletricista, auxiliar de obras, merendeira, agente tributário, auxiliar administrativo, auxiliar de creche, fiscal de obras, guarda civil municipal, técnico em informática, assistente social, auditor fiscal e bibliotecário. O candidato, ou seu procurador legal, deverá comparecer ao departamento de Recursos Humanos, localizado no Centro de Atendimento ao Servidor (CAS), próximo ao Tanque Grande, no prazo de cinco dias úteis, entre os dias 23 e 27 de novembro, das 8h às 12h e das 14h às 17h, com exceção do dia 27 de novembro (sexta-feira), cujo horário será das 8h às 12h. Clique aqui para acessar o edital com a relação dos candidatos convocados e a lista dos documentos necessários para apresentação.

Notícias de Santaluz

Santaluz registra dois novos casos positivos de coronavírus

Share Button
Foto: Freepik

Foto: Freepik

Santaluz registrou nesta quinta-feira (19) dois novos casos confirmados de Covid-19. Trata-se de pacientes do sexo masculino, de 42 e 72 anos, residentes no centro da cidade e no bairro Castro Alves. Com a atualização, a cidade passa a contabilizar 697 diagnósticos positivos da doença desde o começo da pandemia do novo coronavírus, dos quais 668 pessoas já estão recuperadas, o que representa uma taxa de cura de 95,83%. Há 17 casos ativos da doença e 28 suspeitas em investigação no município.

Notícias de Santaluz

Ex-deputado do Ceará é preso em flagrante com R$ 2 milhões; origem de dinheiro é suspeita, segundo PF

Share Button

Por G1 CE

Foto: Polícia Federal/Divulgação

Foto: Polícia Federal/Divulgação

Um ex-deputado federal e estadual do Ceará foi preso em flagrante, na manhã desta quinta-feira (19), com R$ 2 milhões em espécie que estavam guardados em caixas de aparelhos de televisão. O dinheiro foi achado em uma empresa operada pelo ex-deputado, que, segundo a investigação, é o chefe da organização criminosa.

A operação KM Livre, que prendeu o ex-deputado, investiga desvio de recursos públicos, fraudes em licitações, lavagem de dinheiro, entre outros crimes no estado, conforme o delegado Carlos Joelson, coordenador da operação.

A prisão ocorreu durante o cumprimento de um dos 27 mandados de busca e apreensão realizados pela Polícia Federal em Fortaleza e em cidades de mais dois estados – Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro, onde foram apreendidos valores em euro e ouro.

Na primeira fase da Operação Km Livre, realizada em 2016, a polícia apreendeu mais de R$ 5,9 milhões em espécie no mesmo local, uma empresa ligada ao ex-deputado Adail Carneiro. Os investigadores, entretanto, não confirmaram ter sido ele o ex-deputado preso nesta quinta.

Dinheiro estava escondido dentro de caixa de TV | Foto: Divulgação/PF

Dinheiro estava escondido dentro de caixa de TV | Foto: Divulgação/PF

Segundo a Polícia Federal, o esquema acontece há mais de 20 anos e já movimentou cerca de R$ 600 milhões em licitações públicas fraudulentas promovidas pela Prefeitura Municipal de Fortaleza.

“Durante esses quase 20 anos, três empresas têm vencido os processos licitatórios da prefeitura”, na contratação de aluguéis de veículos, disse o delegado Joelson.

A lavagem de dinheiro seria realizada por meio da aquisição clandestina de corretoras de valores e de sociedades em conta de participação do ramo de energia eólica, com a ajuda de operadores do mercado financeiro.

Impulsionado pelas mulheres, consumo de bebida alcoólica cresce entre brasileiros em 2019

Share Button
Foto: Freepik

Foto: Freepik

Os brasileiros estão consumindo mais bebidas alcoólicas. Ou melhor, as brasileiras: 17% das mulheres adultas afirmaram ter bebido uma vez ou mais por semana em 2019. O índice é 4,1 pontos percentuais maior do que era em 2013 (12,9%). Puxado por esse aumento entre as mulheres, 26,4% da população adulta afirmou ter bebido semanalmente em 2019 contra 23,9% em 2013. Esse é um dos resultados apresentados pela Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), divulgada na quarta-feira (18) pelo IBGE, em convênio com o Ministério da Saúde, com dados sobre a percepção do estado de saúde, estilos de vida, doenças crônicas e saúde bucal. Entre os homens, a variação não foi tão significativa: 36,3% para 37,1%, entre 2013 e 2019. No comparativo por faixa etária (ambos os sexos), a maior proporção de pessoas que beberam pelo menos uma vez na semana foi de adultos com 25 a 39 anos (31,5%), seguida de perto por jovens de 18 a 24 anos (30,4%). Apenas 17% dos idosos de 60 anos ou mais consomem bebida alcoólica no Brasil, a faixa com o menor resultado. Já no comparativo por faixas de rendimento per capita, nota-se um padrão: quanto maior o rendimento, maior a proporção de pessoas que consomem bebida alcoólica. O índice começa com 18,6% entre os sem rendimento, chega a 27,8% entre os que estão na faixa de mais de 1 a 2 salários e dispara entre os que ganham mais de 5 salários: 49%. Para Gustavo Geaquinto Fontes, analista do IBGE, tal padrão não se resume só ao preço dos produtos, afinal, há bebidas alcoólicas baratas. “O acesso ao consumo influencia, claro, mas não dá para cravar o quão determinante é. Tem a ver com estilo de vida de pessoas com maior renda também”, afirma.

Notícias de Santaluz



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia