WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio




NSL



Laboratório Checap

drogaria_santana

Dez estabelecimentos são interditados após abrir portas e contrariar decreto da prefeitura de Salvador

Share Button

Por G1 BA

Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

Dez estabelecimentos entre faculdades, cursos, escolas, centro cultural e creches, foram interditados nesta quinta-feira (19) por uma força-tarefa montada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur). De acordo com a Sedur, entre as instituições interditadas estão duas universidades, que ficam nos bairros da Pituba e da Paralela. Uma clínica odontológica, que fica na Rua Barão de Loreto, na Graça, e um curso de idiomas na Fazenda Grande também foram fechados. Ainda segundo o órgão, também foram interditados um centro cultural que fica na Ladeira da Barra e instituições de ensino técnico que ficam na Estrada do Coqueiro Grande, nos Barris, na Mouraria e na Av. Joana Angélica.

Rifles, fuzil e carabina são encontrados enterrados em Canudos

Share Button
Foto: Divulgação/SSP

Foto: Divulgação/SSP

Dois rifles calibre 22, um fuzil calibre 7,62, uma carabina calibre 45, um simulacro de pistola, carregadores, munições de diversos calibres, luneta, dois pés de maconha, três veículos modelos Fusion, ASX e Uno, além de quatro celulares foram localizados por equipes das polícias Civil e Militar, na tarde de quarta-feira (18), na cidade de Canudos, no norte da Bahia. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), o armamento estava enterrado na área de um sítio e, segundo informações preliminares, seria utilizado em ações criminosas contra bancos, carros-forte e também para o tráfico de drogas. Conforme a SSP, os policiais foram até três endereços com o intuito de cumprir mandados de busca e apreensão. Ninguém foi preso.

Notícias de Santaluz

Foto: Divulgação/SSP

Foto: Divulgação/SSP

Foto: Divulgação/SSP

Foto: Divulgação/SSP

Coronavírus: Prefeitura decide fechar comércio de Feira de Santana a partir deste sábado (21)

Share Button

Por G1 BA

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

A Prefeitura de Feira de Santana determinou o fechamento do comércio por uma semana, a partir do dia 21 de março, por causa do coronavírus. De acordo com a prefeitura, apenas farmácias e estabelecimentos de alimentos têm permissão para funcionar a partir de sábado (21). Outras cidades baianas também adotaram medidas para o combate ao coronavírus. Ainda em Feira de Santana, os setores de bares e restaurantes estão sendo recomendados a adotarem algumas medidas preventivas para evitar a disseminação da doença. Durante a reunião, também ficou decidido que os representantes dos segmentos do comércio, indústria e serviços voltam a se reunir na próxima sexta-feira (27), às 14h30, no Paço Municipal Maria Quitéria, para avaliar a evolução da disseminação do coronavírus.

Remédio japonês tem efeito positivo em teste contra coronavírus

Share Button

Por Folha de S.Paulo

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Testes preliminares feitos com um pequeno grupo de pacientes na China sugerem que um medicamento desenvolvido para combater outras doenças virais também poderia ter efeitos positivos contra a atual pandemia de Covid-19, informa a agência de notícias Reuters. Trata-se do favipiravir, produzido comercialmente no Japão com o nome de Avigan. O medicamento ainda não tem registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), não podendo, portanto, ser vendido no Brasil. Hoje, ele é produzido apenas sob demanda no país onde foi desenvolvido. Segundo Zhang Xinmin, funcionário do Ministério da Ciência e Tecnologia da China, cerca de 80 pacientes da região de Shenzhen que receberam o remédio tiveram melhora mais rápida de seus sintomas respiratórios e demoraram menos tempo para eliminar o vírus de seu organismo. De acordo com o Nikkei Asian Review, jornal japonês de língua inglesa, essas melhoras se deram após 4,6 dias (no caso da tosse) e quatro dias (no caso dos testes sobre a presença do material genético do vírus), contra uma média de seis e 11 dias dos pacientes que não tomaram o remédio. 

“Teremos em poucas semanas”, acredita médico da OMS sobre medicamento contra casos graves de coronavírus

Share Button

Por GAÚCHAZH

Foto: Reprodução/Pixabay

Foto: Reprodução/Pixabay

Nesta quinta-feira (19), em entrevista ao programa Timeline, da Rádio Gaúcha, o vice-diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas\OMS), Jarbas Barbosa disse que acredita no surgimento de um medicamento, em “poucas semanas”, capaz de combater casos graves do coronavírus.

“Temos uma plataforma eletrônica da OMS (Organização Mundial da Saúde), onde recebemos todos os ensaios clínicos que estão sendo feitos. São mais de 300 até agora. Estão sendo testados vários medicamentos de maneira isolada, e toda evidência está sendo avaliada. Alguns (medicamentos) demonstram resultados promissores. Enquanto uma vacina deve demorar de 12 a 18 meses, acredito que teremos um medicamento para ser usado em casos graves em poucas semanas”, afirmou.

Antes de pensar em uma cura, Barbosa salientou que medidas de prevenção – como lavagem das mãos, distanciamento social e o autoisolamento – são a melhor maneira de conter a propagação do coronavírus.

“Essas medidas podem reduzir a velocidade da transmissão, evitando assim uma sobrecarga dos serviços de saúde, que podem sofrer com a falta de leitos nas UTIs e de respiradores, por exemplo”, ressaltou.

Justiça Federal autoriza implantação de barreira sanitária nos aeroportos da Bahia

Share Button
Foto: Divulgação/Sesab

Foto: Divulgação/Sesab

O juiz federal da 3ª Vara Cível/SJBA, Eduardo Gomes Carqueija, acaba de autorizar o Estado da Bahia a implantar uma barreira sanitária nos aeroportos da Bahia para detectar possíveis casos do novo coronavírus. A decisão permite que profissionais da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia possam inspecionar voos nacionais vindos de São Paulo e Rio de Janeiro, bem como voos internacionais ou voos que cheguem de áreas onde já comprovadamente haja casos de contaminação (comunitária ou não) pelo Covid-19.

O Estado da Bahia poderá, ainda, adotar as medidas necessárias à inspeção sanitária nas aeronaves que cheguem aos aeroportos localizados na Bahia e nos equipamentos desses aeroportos.

A decisão atende o pedido da Procuradoria Geral do Estado da Bahia (PGE) que requereu, na manhã desta quinta-feira (19), a concessão de uma tutela cautelar em caráter antecedente para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) permitisse que profissionais da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) medissem a temperatura de passageiros que desembarcam nos aeroportos da Bahia.

A PGE esclareceu que “o direito que se busca assegurar é, incontestavelmente, o controle sanitário no Estado da Bahia e que a Secretaria Estadual de Saúde não deseja ocupar a atuação administrativa da Anvisa, mas suprir a omissão desta, enquanto durar o estado de letargia que pode matar milhares de baianos.”

Foto: Divulgação/Sesab

Foto: Divulgação/Sesab

De acordo com a Sesab, o juiz entende que não se vislumbra qualquer razão jurídica que sustente a postura da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em barrar a atuação dos profissionais de saúde baianos e que o vetor que orienta a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil (PNPDEC) é a coordenação de esforços, nunca a supressão da cooperação oferecida, especialmente pelo Estado Federado a quem compete executar o Plano Nacional em seu âmbito territorial. “A cada voo de onde passageiros desembarcam sem controle, o dano à saúde pública se agiganta”, afirma o juiz.

De acordo com o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, “com a autorização do juiz federal, poderemos adentrar na área interna do aeroporto para poder verificar o estado de saúde das pessoas que chegam de vôos internacionais e dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, que são áreas com intensa transmissão comunitária. Na inspeção, caso o paciente tenha febre, será coletada amostra de secreção nasal e preenchida uma ficha com o histórico do paciente. Caso dê positivo o resultado, ele será notificado e posto em quarentena”, detalha o secretário.

Notícias de Santaluz

Santaluz monitora primeiro caso suspeito de coronavírus; paciente veio de Feira de Santana

Share Button
Foto: Reprodução/Pixabay

Foto: Reprodução/Pixabay

Santaluz, na região sisaleira da Bahia, registrou nesta quinta-feira (19), o primeiro caso suspeito de coronavírus no município. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, uma pessoa que chegou de Feira de Santana apresentando sintomas da doença está em isolamento domiciliar, aguardando resultado de exame. A Secretaria de Saúde reforça que mantém medidas de prevenção ao Covid-19, obedecendo orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS). Outras quatro pessoas estão sendo monitoradas nos municípios de Barrocas, Cansanção, Nordestina e Serrinha, todos localizados na região sisaleira. Em ambos os casos, amostras foram enviadas ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) para confirmar se os pacientes foram infectados. Até o momento, ainda não há nenhum caso confirmado de morte pelo novo coronavírus no Território do Sisal.

Notícias de Santaluz

Barrocas registra caso suspeito de coronavírus

Share Button
Foto: Reprodução/Pixabay

Foto: Reprodução/Pixabay

Um caso suspeito de coronavírus está sendo investigado pela Secretaria de Saúde de Barrocas, na região sisaleira da Bahia. Segundo a pasta, uma paciente fez o teste na manhã desta quinta-feira (19) e está em isolamento no hospital da cidade, aguardando o resultado. Por meio de nota, a secretária de Saúde do município, Debora Queiroz, pediu que a população a unidade de saúde em caso de emergência. Outras três pessoas estão sendo monitoradas nos municípios de Cansanção, Nordestina e Serrinha, todos localizados na região sisaleira. Em ambos os casos, amostras foram enviadas ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) para confirmar se os pacientes foram infectados. Até o momento, ainda não há nenhum caso confirmado de morte pelo novo coronavírus no Território do Sisal. Na noite de quarta-feira (18), a Sesab, por meio de nota, tinha confirmado 27 casos de Covid-19 na Bahia. No total, foram notificados 747 casos suspeitos.

Notícias de Santaluz

Coronavírus: Detran suspende provas teóricas e práticas para primeira habilitação na Bahia

Share Button
Foto: Divulgação/Detran-BA

Foto: Divulgação/Detran-BA

Em comunicado a todas as unidades de atendimento do Departamento Estadual de Trânsito (DetranBA), na capital e no interior, o diretor-geral do órgão, Rodrigo Pimentel, anunciou a suspensão das provas teóricas e práticas para os candidatos à primeira habilitação, a partir desta quinta-feira (19), por 15 dias, prorrogáveis pelo mesmo período. Segundo a assessoria do Detran, a medida cumpre a determinação do decreto estadual que trata das ações de prevenção ao novo coronavírus. “A depender da evolução do quadro na crise da saúde, iremos avaliar se a suspensão das provas deverá ser ampliada ou não. Quando a situação voltar à normalidade, seguiremos uma ordem cronológica de agendamento dos candidatos. O mais importante, nesse momento, é o combate ao coronavírus”, declarou Pimentel.

Notícias de Santaluz

Cansanção tem um caso suspeito de Covid-19

Share Button
Foto: Reprodução/Pixabay

Foto: Reprodução/Pixabay

A Secretaria de Saúde de Cansanção, na região sisaleira da Bahia, informou nesta quinta-feira (19) que monitora um caso suspeitos do novo coronavírus na cidade. De acordo com a pasta, a paciente é uma mulher com histórico de viagem recente ao estado de São Paulo. Ela está em isolamento domiciliar, sendo monitorada pela Vigilância Epidemiológica do município, aguardando resultado de exame. Até o momento, nenhum caso de Covid-19 foi confirmado em Cansanção, segundo a Secretaria de Saúde da cidade. Na região sisaleira, Nordestina e Serrinha também monitoram casos suspeitos da doença – um em cada município. Até a manhã desta quinta-feira, os resultados não tinham sido divulgados. Até às 18 horas desta quarta-feira (18), a Bahia registrou 747 casos notificados com suspeita clínica de infecção pelo novo coronavírus, sendo 27 confirmados nos municípios de Salvador (17), Feira de Santana (5), Porto Seguro (4) e Prado (1). De acordo com informações são da Sesab, outros 335 aguardam análise laboratorial e os demais foram descartados. No total, 46 municípios fizeram notificação.

Notícias de Santaluz



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia