WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio


Anuncie aqui


Max Santa Luzia

Laboratório Checap

Império Store

Drogaria Santana

Homem invade cemitério na Bahia e ‘desenterra’ corpo da mãe que morreu com Covid-19

Share Button
Foto: Blog do Marcos Cangussu/ Reprodução

Foto: Blog do Marcos Cangussu/ Reprodução

Um caso inusitado foi registrado em Jequié, no sudoeste da Bahia. Com suspeita de surto psicótico, um homem invadiu um cemitério e retirou o corpo da mãe, que morreu com Covid-19. Segundo o Blog do Marcos Cangussu, o caso foi descoberto na segunda-feira (27) quando funcionários do cemitério São João Batista chegaram ao local e se depararam com um caixão retirado do túmulo com o corpo do lado de fora. Conforme informações do blog, o homem retirou o corpo da mãe e o abraçou para conferir se ela havia mesmo falecido. Ainda segundo a publicação, o homem morava com a mãe e a tia, ambas aposentadas, que morreram com o novo coronavírus. Segundo o Código Penal, vilipêndio de cadáveres ou cinzas é crime e prevê detenção de um a três anos, além de multa.

Polícia apreende produtos falsificados avaliados em R$ 700 mil em Feira de Santana

Share Button
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Equipes da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos em Rodovias (Decarga) interceptaram na noite de segunda-feira (27), na BR-116, em Feira de Santana, um caminhão com produtos falsificados avaliados em R$ 700 mil. De acordo com a Polícia Civil, foram contabilizados mais de cinco mil pares de sapatos, além de bolsas. A ação, que aconteceu nas proximidades do distrito Ipuaçu, contou com o apoio da Polícia Civil de Minas Gerais, estado de onde vinha o material, fabricado em uma região conhecida pela confecção de produtos falsificados. O motorista do caminhão foi preso em flagrante. Segundo a polícia, o dono do material já está identificado e deve responder judicialmente. A carga será periciada no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Notícias de Santaluz

Ministros de cortes superiores reclamam de operações ‘midiáticas’ da PF

Share Button
Foto:Isaac Amorim/MSP

Foto:Isaac Amorim/MSP

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, recebeu queixas de ministros do Judiciário sobre a atuação da Polícia Federal (PF) nos últimos dias. Nas últimas semana, a corporação tem feito operações contra políticos do PSDB, como o senador José Serra (SP), e governadores de oposição. Com isso, segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, os magistrados reclamaram que as ações estariam sendo midiáticas e as investigações, oportunistas, em meio à onda de polarização política. Eles sugeriram um código de conduta sobre horário, trajes e carros que devem ser utilizados nas operações. De acordo com a publicação, relatos apontam que Mendonça não demonstrou concordar com as críticas, mas, ainda assim, deve abordar o assunto com o diretor-geral da PF.

Jovem é preso com porções de maconha na zona rural de Teofilândia

Share Button
Foto: Divulgação/PM

Foto: Divulgação/PM

Leivinha Moura de Jesus, de 25 anos, foi preso com drogas na noite desta terça-feira (28) em Teofilândia, na região sisaleira da Bahia. De acordo com a Polícia Militar, o flagrante aconteceu no povoado Bola Verde. Segundo a corporação, uma guarnição da Companhia de Emprego Tático Operacional (Ceto) do 16º Batalhão fazia rondas quando abordou o jovem, que estava com 10 porções de maconha. Ele foi encaminhado junto com os entorpecentes para a Delegacia de Polícia Civil de Serrinha, onde a ocorrência foi registrada.

Notícias de Santaluz

Aras diz que é hora de ‘corrigir rumos’ para que ‘lavajatismo não perdure’

Share Button

Por TV Globo

Foto: Antonio Augusto/PGR

Foto: Antonio Augusto/PGR

O procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou nesta terça-feira (28) que é hora de “corrigir rumos” para que o “lavajatismo” passe e seja substituído no Ministério Público por outro modelo de enfrentamento à criminalidade. Aras deu a declaração ao participar de um debate virtual, promovido por um grupo de advogados. Segundo ele, a “correção de rumos não significa redução do empenho no combate à corrupção”. Ainda no debate, Augusto Aras afirmou que a gestão dele visa acabar com o “punitivismo” do Ministério Público e que não pode existir “caixa-preta” no MP. O procurador-geral disse também que a força-tarefa do Paraná tem 300 terabytes em informações, além de 38 mil pessoas investigadas e sem critérios. Integrante da força-tarefa de Curitiba, o procurador Roberson Pozzobon criticou em uma rede social a declaração de Aras: “A transparência faltou mesmo no processo de escolha do PGR pelo presidente Bolsonaro. O transparente processo de escolha a partir de lista tríplice, votada, precedida de apresentação de propostas e debates dos candidatos, que ficou de lado, fez e faz falta”.

Conceição do Coité ultrapassa 900 casos de coronavírus

Share Button
Foto: Reprodução / Getty Images

Foto: Reprodução / Getty Images

Conceição do Coité, na região sisaleira da Bahia ultrapassou nesta terça-feira (28), a marca de 900 casos positivos de Covid-19. A prefeitura confirmou que mais 39 pessoas foram contaminadas pelo novo coronavírus, subindo o total de diagnósticos de 866 para 905. Ao todo, 5 pessoas morreram pela doença na cidade, que no momento tem 215 casos ativos e 685 pacientes considerados recuperados. No entanto, há ainda 90 suspeitas em investigação e 1.215 pessoas sendo monitoradas para observação da evolução dos sintomas.

Notícias de Santaluz

Justiça determina indisponibilidade de R$ 50 mil em bens de ex-prefeito de Santaluz por suposta improbidade administrativa

Share Button
Foto: Notícias de Santaluz

Foto: Notícias de Santaluz

A Justiça determinou a indisponibilidade de cerca de R$ 50 mil em bens do ex-prefeito de Santaluz, Joselito Carneiro de Araújo Júnior, em uma ação civil de improbidade administrativa que investiga suposta irregularidade na fragmentação de despesas por parte do município na compra de gêneros alimentícios e materiais de limpeza para o hospital municipal durante o ano de 2007, cujo valor é o mesmo que foi indisponibilizado. Em decisão provisória, que cabe recurso, a juíza Lisiane Sousa Alves Duarte deferiu a penhora como garantia de eventual pagamento caso Júnior seja considerado culpado após o trânsito em julgado do processo. Procurado, o ex-prefeito informou que vai recorrer da decisão da magistrada.

Notícias de Santaluz

Santaluz tem mais 5 pacientes curados e nenhum caso positivo de coronavírus nas últimas 24h

Share Button
Foto: Reprodução/Pixabay

Foto: Reprodução/Pixabay

Santaluz registrou nesta terça-feira (28), mais 5 curas clínicas de pacientes diagnosticados com Covid-19. Trata-se de um menino de 4 anos, um homem de 57 anos e três mulheres de 35, 39 e 61 anos. De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, o município passa a ter 153 pessoas recuperadas, o que corresponde a 80,10% do total de confirmações de contágio desde o começo da pandemia do novo coronavírus. Ainda de acordo com o boletim, nenhum novo caso da doença foi confirmado na cidade nas últimas 24 horas, permanecendo com o mesmo número da atualização anterior: 191. Mais 4 suspeitas foram descartadas e 91 estão sendo investigadas. Até o momento, seis óbitos por complicações decorrentes do vírus foram confirmados e outros três estão sob investigação.

Notícias de Santaluz

Mais de R$ 117 milhões do auxílio emergencial podem ter sido pagos indevidamente a servidores municipais na Bahia

Share Button
Foto: Jornal de Brasília/Reprodução

Foto: Jornal de Brasília/Reprodução

Pelo menos 70.296 servidores municipais na Bahia, ativos e inativos, podem ter recebido indevidamente cotas do auxílio emergencial criado pelo governo federal para socorrer as famílias que ficaram sem renda em função da pandemia do novo coronavírus.

É o que mostra um levantamento divulgado nesta terça-feira (28) pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Estado (TCM-BA) e a Controladoria-Geral da União (CGU) na Bahia com base na relação de pagamento das três primeiras parcelas do benefício.

De acordo com o órgão, o número de suspeitos de fraude na Bahia é o segundo maior entre todos os estados do país, só perdendo para o Maranhão. Conforme apurado, o montante de recursos envolvidos nos pagamentos indevidos a servidores concursados, ocupantes de cargos em comissão e agentes políticos (secretários municipais e vereadores) até o momento é de mais de R$ 117 milhões.

O Tribunal esclarece que o servidor que espontaneamente solicitou o auxílio emergencial pelo site ou pelo aplicativo da Caixa fez uma declaração falsa ao se inscrever, e pode ser processado e punido por improbidade administrativa ou penalmente, pelo crime de falsidade ideológica e estelionato. Além disso, pode ter cometido uma infração disciplinar e, como servidor público, é passível de punição, até mesmo com a demissão a bem do serviço público.

O superintendente da CGU na Bahia, Ronaldo Machado de Oliveira, disse que o resultado da auditoria foi encaminhado ao Ministério da Cidadania para bloqueio do pagamento de novas parcelas do auxílio emergencial aos suspeitos e adoção de medidas para o ressarcimento aos cofres públicos dos valores indevidamente recebidos.

Notícias de Santaluz

Twitter suspende conta de filho de Trump por post sobre hidroxicloroquina

Share Button

Por G1

Foto: Evan Vucci/AP

Foto: Evan Vucci/AP

O Twitter suspendeu temporariamente a conta de Donald Trump Jr., filho do presidente dos Estados Unidos, por compartilhar um vídeo sobre o uso da hidroxicloroquina contra a Covid-19, mesmo que o medicamento não tenha sido considerado, segundo estudos, um tratamento eficaz contra o vírus. A notícia de que a conta sofreu restrições foi anunciada nesta terça-feira (28) pelo porta-voz do filho de Donald Trump e estrategista do partido Republicano, Andrew Surabian. Ele acusou a empresa de tecnologia de ser “a maior ameaça à liberdade de expressão”. Em resposta à postagem de Surabian, a rede social disse que “De acordo com a captura de tela [exibida por Surabian], o Tweet exige exclusão porque viola nossas regras (compartilhando informações incorretas no COVID-19), e a conta terá funcionalidade limitada por 12 horas”. Segundo o jornal britânico The Guardian, o vídeo compartilhado por Trump Jr. foi o da médica Stella Immanuel, que teria defendido a hidroxicloroquina como uma “cura” para o coronavírus. A médica teria também descartado evidências de que o uso de máscaras ajuda a conter a disseminação do vírus.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia