WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio




rios

rios

drogaria_santana


Mais de 33% de eleitores que não votaram em Bolsonaro nem em Haddad estão em jogo no 2º turno

Share Button

Por Eliana Passarelli – Folha de S.Paulo

Bolsonaro e Haddad durante entrevista para a Globo - Reprodução

Bolsonaro e Haddad durante entrevista para a Globo – Reprodução

O eleitor cujo candidato à Presidência da República não foi para o segundo turno viverá em 28 de outubro o dilema de escolher entre aqueles que não eram os seus preferidos. Enquadram-se nessa situação 33,48% dos eleitores que não escolheram nenhum dos dois vencedores da primeira etapa. Candidato mais votado, Jair Bolsonaro (PSL), com 46,04%, ficou muito próximo, mas não alcançou a maioria absoluta dos votos válidos – os 50% mais um. Haddad teve 29,28% dos votos. Eleitores com inscrição regular que não votaram no primeiro turno poderão participar, pois são eleições independentes. Muitos, porém, contribuirão para aumentar o índice de abstenção, que, historicamente, é maior no novo embate. É nesse cenário que recomeçará o horário eleitoral gratuito, previsto para esta sexta-feira (12), em rádio e televisão, com término em 26 de outubro. Cada candidato terá direito, de segunda a sábado, a dez minutos diários de propaganda em rede, divididos em dois programas de cinco minutos cada, com início nos mesmos horários do primeiro turno, em rádio e televisão. Conforme resolução do TSE, o candidato Bolsonaro iniciará as inserções no primeiro dia, uma vez que foi o mais votado. A ordem é alternada diariamente.

Médica rasga receita após paciente idoso dizer que votou em Haddad

Share Button

Com informações do G1 RN

José Alves de Menezes, de 72 anos, disse que médica rasgou receita após ele declarar que votou em Haddad — Foto: Heloisa Guimarães/Inter TV Cabugi

José Alves de Menezes, de 72 anos, disse que médica rasgou receita após ele declarar que votou em Haddad | Foto: Heloisa Guimarães/Inter TV Cabugi

Uma médica que trabalha em um hospital público de Natal (RN) rasgou a receita que tinha acabado de fazer para um paciente idoso, de 72 anos, após ele responder que votou no candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad. O caso, que aconteceu no Hospital Estadual Giselda Trigueiro, na manhã desta segunda-feira (8), um dia após o primeiro turno das eleições, foi confirmado pela própria médica, a infectologista Tereza Dantas, que declarou estar arrependida de sua atitude. “Eu estava conversando com outras pessoas sobre a situação política do país e fiquei exaltada, no momento. Eu realmente rasguei (a receita), porque ele não votou no meu candidato. Fiz errado, não tenho dúvidas”, disse a médica. Ela afirmou que quer pedir desculpas ao paciente, mas ainda não conseguiu entrar em contato com ele. O aposentado José Alves de Menezes – mais conhecido como Jean Menezes – afirmou que se sentiu constrangido com toda a situação. “Me senti ofendido. Passei vergonha na frente de todo mundo. No início, achei que era brincadeira e até ri”, relata. José, que é servidor aposentado da Saúde, vai corriqueiramente ao hospital para pegar a receita de remédio que toma diariamente e afirma que já conhecia a médica, porque sempre que não encontra a especialista que o atende na unidade, recorre à servidora pública para pegar o documento. “Ela sempre me tratou bem. Já chegamos a trabalhar juntos”, lembra. O aposentado disse que a médica o viu na unidade e pediu que ele esperasse, dizendo que já sabia o que ele queria. Após chegar até ele com a receita em mãos, perguntou em quem ele havia votado para presidente. “Eu disse que votei no Haddad, ai ela disse: ‘pois então não dou mais a receita’, e rasgou. Duas ou três pessoas também viram”, conta o homem. “Respondi na inocência. Nem sabia quem era o candidato dela. Nunca votei no PT, nunca fui fanático por partido nenhum. Essa foi a primeira vez que votei nele”, acrescentou. Após o fato, o paciente procurou um diretor do hospital e conseguiu a receita com outro médico. Ele também registrou queixa na ouvidoria da unidade e fez um boletim de ocorrência na Polícia Civil.

União reconhece emergência em 146 municípios da Bahia por causa da estiagem

Share Button
Foto: Notícias de Santaluz/Arquivo

Foto: Notícias de Santaluz/Arquivo

O Governo Federal reconheceu estado de emergência por conta da estiagem em 146 municípios da Bahia. A portaria, assinada pelo secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Renato Newton Ramlow, no dia 5 de outubro, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (8). O reconhecimento possibilita aos municípios acesso às ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais, entre elas a Operação Carro-Pipa, que auxilia o governo municipal no fornecimento de água tratada para a população. 

Os municípios reconhecidos pela portaria são: Abaré, Adustina, América Dourada, Anguera, Antas, Antônio Gonçalves, Araci, Barra, Barra do Mendes, Barro Alto, Biritinga, Bom Jesus da Lapa, Boninal, Boquira, Botuporã, Brejões, Brotas de Macaúbas, Brumado, Caém, Caetité, Cafarnaum, Caldeirão Grande, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Candeal, Cansanção, Capim Grosso, Caturama, Central, Cícero Dantas, Conceição do Coité, Contendas do Sincorá, Crisópolis, Dom Basílio, Érico Cardoso, Euclides da Cunha, Fátima, Feira de Santana, Filadélfia, Gavião, Gentio do Ouro, Glória, Guanambi, Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibipeba, Ibipitanga, Ibiquera, Ibitiara, Ibititá, Ichu, Igaporã, Ipecaetá, Ipirá, Irajuba, Iraquara, Irará, Irecê, Itaberaba, Itaguaçu da Bahia, Itapicuru, Itaquara, Itatim, Ituaçu, Jaguarari, Jeremoabo, Jussara, Jussiape, Lafaiete Coutinho, Lagoa Real, Lajedinho, Lamarão, Lençóis, Livramento de Nossa Senhora, Macaúbas, Mairi, Malhada de Pedras, Marcionílio Souza, Miguel Calmon, Milagres, Mirangaba, Morpará, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Nova Fátima, Nova Itarana, Nova Redenção, Nova Soure, Novo Horizonte, Novo Triunfo, Ourolândia, Palmeiras, Paramirim, Paratinga, Paulo Afonso, Pé de Serra, Pedro Alexandre, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piritiba, Ponto Novo, Presidente Dutra, Quixabeira, Rafael Jambeiro, Retirolândia, Riachão do Jacuípe, Rio de Contas, Rio do Antônio, Rio do Pires, Rodelas, Ruy Barbosa, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Inês, Santaluz, Santa Maria da Vitória, Santanópolis, São Félix do Coribe, São Gabriel, São José do Jacuípe, Saúde, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Preta, Serrolândia, Sítio do Quinto, Sobradinho, Souto Soares, Tanque Novo, Tanquinho, Tucano, Uibaí, Umburanas, Utinga, Valente, Várzea da Roça, Várzea do Poço, Várzea Nova e Wagner.

Notícias de Santaluz

‘Deprimido’, Geddel quer pedir transferência da Papuda para Salvador, informa coluna

Share Button
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Preso no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, o ex-ministro da Secretaria de Governo de Michel Temer, Geddel Vieira Lima (MDB), estuda pedir transferência para Salvador. Segundo a coluna Radar, da revista Veja, o emedebista baiano está deprimido na capital federal. Na capital baiana, ele pretende ficar mais perto da família.

Sérgio Cabral vai para solitária após ser flagrado com dinheiro acima do permitido

Share Button
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

O ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, será transferido para a solitária da penitenciária de Bangu 8, após ser flagrado dentro da cela com quantia em dinheiro acima do permitido. Ele tinha em mãos R$ 570, mas o limite é de R$ 100. Cabral ficará sem ver televisão e terá as visitas suspensas por dez dias. Além disso, vai responder a uma Comissão Técnica de Classificação (CTC), segundo o jornal O Dia. A inspeção é da Corregedoria da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e do Ministério Público (MP), que também encontrou outro detento na mesma condição do ex-governador. A Seap informou ainda que as fiscalizações serão rotina nas carceragens do sistema prisional do estado.

Eleitores que não votaram no 1º turno podem justificar ausência pela internet

Share Button
Quem não votou no 1º turno tem 60 dias para justificar a ausência e poderá fazer isso pela internet, por meio do Sistema Justifica | Foto: Reprodução

Quem não votou no 1º turno tem 60 dias para justificar a ausência e poderá fazer isso pela internet, por meio do Sistema Justifica | Foto: Reprodução

O eleitor que não votou nem justificou a ausência no último domingo (7) tem até 60 dias para regularizar a situação perante o juiz eleitoral da zona em que estiver inscrito. A novidade das Eleições 2018 é que isso pode ser feito pela internet, por meio do Sistema Justifica.

Para isso, basta preencher um formulário e anexar arquivos comprovando a impossibilidade de comparecer à votação. “Pode ser um atestado médico, um comprovante de trabalho em local que não disponha de seções eleitorais ou comprovante de embarque em viagem de longa duração”, exemplifica o corregedor eleitoral desembargador Jatahy Júnior.

Acesse o sistema

Vale lembrar que a justificativa é válida somente para o turno ao qual o eleitor não compareceu por estar fora de seu domicílio eleitoral. Assim, caso tenha deixado de votar no primeiro e no segundo turno da eleição, terá de justificar a ausência a cada um, separadamente, obedecendo aos mesmos requisitos e prazos de cada turno. Quem perder o prazo da justificativa estará sujeito à multa.

Além disso,  enquanto não regularizar sua situação com a Justiça Eleitoral, o eleitor não poderá obter passaporte ou carteira de identidade; receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público; obter empréstimos em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo, ou de cuja administração este participe; inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, e neles ser investido ou empossado; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo, entre outras consequências previstas no artigo 7 do Código Eleitoral.

Quase 30 milhões de eleitores [29.941.265] não compareceram às urnas no último domingo, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O nível de abstenção, de 20,33%, é o mais alto desde as eleições de 1998, quando 21,5% do eleitorado não votou.

Notícias de Santaluz

Polícia apreende carga de maconha avaliada em R$ 45 milhões que seria entregue em Feira de Santana

Share Button
Carga de maconha avaliada em R$ 45 milhões saiu do Mato Grosso do Sul com destino a Feira de Santana

Carga de maconha avaliada em R$ 45 milhões saiu do Mato Grosso do Sul com destino a Feira de Santana | Foto: Divulgação/SSP-BA

Agentes da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) e das polícias Federal e Rodoviária Federal apreenderam, na noite desta segunda-feira (8), cerca de 3 toneladas de maconha que seriam entregues na cidade de Feira de Santana. De acordo com informações da SSP, a carga avaliada em R$ 45 milhões, que saiu do Mato Grosso do Sul, estava escondida dentro de um caminhão com carga de milho. Ainda de acordo com a secretaria, os agentes monitoraram a droga e seguiram o caminhão até um posto da PRF, localizado na BR-116, onde o veículo foi abordado. O motorista, que não teve a identidade revelada, foi preso em flagrante e contou que a maconha seria entregue a um traficante em Feira de Santana, segundo a SSP. O caso foi registrado na Delegacia da Polícia Federal.

Notícias de Santaluz

Carreta que transportava latinhas de refrigerante tomba e carga fica espalhada em rodovia da Bahia

Share Button

Por G1 BA

Carreta que transportava latinhas de refrigerante tombou e carga ficou espalhada em rodovia da Bahia | Foto: Divulgação/PRF

Carreta que transportava latinhas de refrigerante tombou e carga ficou espalhada em rodovia da Bahia | Foto: Divulgação/PRF

Uma carreta que transportava latinhas de refrigerante tombou na manhã desta terça-feira (9), na BR-116, em Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu por volta das 7h50, e o motorista, que seguia sozinho no veículo, não teve ferimentos. A PRF disse que o motorista estava descendo o Anel Viário Jadiel Vieira Matos e, em seguida, já na rodovia, tombou. Segundo funcionários da empresa responsável pela carga, o veículo levava 12 mil pacotes de latinhas de refrigerante para Alagoinhas, cidade a cerca de 120 km de Salvador. Por conta do acidente, os produtos ficaram espalhados pela via. Por volta das 9h30, a rodovia estava parcialmente interditada para a retirada dos produtos da pista. A PRF ainda não tem detalhes das causas do acidente. O motorista disse que não estava em alta velocidade e que também não sabe o que pode ter causado o tombamento.

Haddad e Bolsonaro descartam nova Constituinte

Share Button

Por Agência Brasil

Fotos: Tânia Rego e Marcelo Camargo/Agência Brasil

Fotos: Tânia Rego e Marcelo Camargo/Agência Brasil

Durante entrevista ao Jornal Nacional, da Rede Globo, nesta segunda-feira (8), o candidato do PT à Presidência da República Fernando Haddad, anunciou que vai rever sua posição sobre a convocação de uma Constituinte e que pretende fazer reformas por meio de emendas constitucionais. Ele citou três reformas que pretende fazer por meio de emendas constitucionais: reforma tributária, o fim do congelamento do teto de gastos e reforma bancária para diminuir a concentração de bancos e taxas de juros no país. Sobre a afirmação do ex-ministro José Dirceu em entrevista ao El País de que o partido iria tomar o poder, Haddad disse que discorda da afirmação. “O ex-ministro não participa da campanha, não participará do meu governo e discordo dessa frase. Para mim, a democracia está sempre em primeiro lugar”, afirmou.

Escolhido por sorteio, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, foi o segundo a responder as mesmas perguntas. Ele negou que, caso eleito, fará um autogolpe e afirmou que não convocará uma nova Constituinte a ser formada por um conselho de notáveis, conforme havia defendido seu vice Hamilton Mourão (PRTB) durante a campanha no primeiro turno. Ainda sobre a possibilidade de autogolpe, Bolsonaro disse que não entendeu o que o vice quis dizer, mas afirmou que acredita no voto popular e que será “escravo da Constituição”. “O desautorizei nesses dois momentos, ele não pode ir além do que a Constituição permite. O que falta ainda ao general Mourão é um pouco de tato, um pouco de vivência com a política”, afirmou o candidato. “Eu sou capitão, ele é general, mas eu sou (sic) o presidente”.

Mulher é presa após se passar por parente de idosa para dar golpe

Share Button

Por G1 BA

Documentos e cartões apreendidos pela polícia da cidade de Canavieiras | Foto: Divulgação: Polícia Civil

Documentos e cartões apreendidos pela polícia da cidade de Canavieiras | Foto: Divulgação: Polícia Civil

Uma mulher foi presa em flagrante por suspeita de estelionato contra uma idosa de 82 anos na cidade de Canavieiras, no sul baiano. Segundo as investigações da polícia, a suspeita enganou Maria Luzia de Jesus afirmando ser sua parente para conquistar a confiança dela e, assim, fazer saques no banco. A prisão em flagrante aconteceu no sábado (6), na casa da suspeita em Canavieiras, para onde a idosa foi levada por ela e ficou durante uma semana. Segundo o delegado da Delegacia Territorial (DT) de Canavieiras, a idosa morava sozinha na cidade de Santa Luzia, onde a suspeita identificada como Laytyane Costa se apresentou como sua parente. A mulher teria dito que a idosa tinha um dinheiro para receber e a convenceu a ir com ela para Canavieiras. A polícia aponta que ela reteve o cartão da conta bancária da vítima e realizou saques de valores de benefícios, de pensão e aposentadoria. No momento da prisão, Laytyane tentou fugir quando os policias civis chegaram, mas foi alcançada. Com ela, foram encontrados os documentos da idosa, 17 cartões de benefício de aposentados, procurações e contratos de empréstimos consignados, além dos documentos pessoais da vítima. A mulher, que atuava na cidade de Canavieiras como cuidadora de idosos, foi atuada em flagrante por estelionato e por retenção de cartão magnético, crime descrito no Estatuto do Idoso. Ela segue presa. Após a prisão, mais seis denúncias de crimes atribuídos a ela chegaram à Delegacia de Canavieiras. O delegado informou que abriu inquérito decretando a prisão preventiva da Laytyane Costa por formação de bandos e quadrilhas. Segundo informações da delegacia, além da cuidadora, outras cinco pessoas estão sendo investigadas.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia