Share Button

Do Uol

Imagem: Reprodução/Facebook/Prefeitura Itajaí

Imagem: Reprodução/Facebook/Prefeitura Itajaí

O prefeito de Itajaí (SC), Volnei Morastoni (MDB), anunciou que pretende adicionar mais uma opção de tratamento à covid-19 no município: administração de ozônio, pelo ânus, apenas em casos que tiveram resultado positivo nos testes de coronavírus. O prefeito, que também é médico, declarou, em live no Facebook, ter inscrito a cidade na Conep (Comissão Nacional de Ética em Pesquisa), ligada ao Ministério da Saúde, para integrar um protocolo de pesquisa sobre o uso do ozônio. O Ministério da Saúde e a OMS (Organização Mundial de Saúde) já divulgaram, mais de uma vez, que ainda não há cura para a covid-19 ou mesmo tratamento de eficácia científica comprovada. O prefeito acrescentou que provavelmente seriam dez sessões de aplicação de ozônio, “simples, rápidas, de dois a três minutinhos por dia”. “Provavelmente vai ser uma aplicação via retal, uma aplicação tranquilíssima, rapidíssima, de dois minutos, num cateter fininho e isso dá um resultado excelente”, afirmou Morastoni na live. Na transmissão, Morastoni mencionou que o tratamento complementaria outras opções oferecidas pela Administração: “Além da ivermectina, da azitromicina, além da cânfora, nós vamos fornecer o ozônio”.