Share Button
Foto: Reprodução/TSE

Foto: Reprodução/TSE

O prefeito eleito de Itaguaru, Edilson Filgueira, conhecido como Didi Filgueira (PTB), morreu na segunda-feira (16) devido a complicações da Covid-19. Ele estava internado em um hospital de Goiânia tratando a doença. Segundo o G1, Didi foi internado no dia 1º de outubro, após começar a apresentar os primeiros sintomas da Covid-19. Dias depois ele foi entubado e transferido para o UTI. No dia 30 de outubro, foi retirada a ventilação mecânica e ele apareceu em um vídeo com uma máquina de oxigênio fazendo sinal de positivo. Porém, o estado de saúde dele acabou se agravando novamente. Irmão do político, o professor Eduardo Filgueira disse que Didi não chegou a receber a notícia da vitória no pleito. “Foi um choque total. A família está totalmente chocada. Sabíamos que era grave [o quadro clínico dele], mas esperávamos o retorno dele em 10 ou 15 dias. Só que a gente não sabe os projetos de Deus. Ele morreu sem saber que estava eleito”, disse ao G1. Didi teve 53,90% dos votos. Foram 2.368 votos no total. O candidato derrotou Chitão (PP), que ficou em segundo lugar com 44,07% (1.936 votos). Conforme jurisprudência de casos semelhantes julgados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o vice assume o posto. No caso de Didi, seu vice, que assumirá o cargo, é Fernando Araújo (PDT).