Share Button
1178326

Diretora afirma que medida foi adotada para não prejudicar estudantes | Foto: Divulgação

Temendo que os estudantes sofram os reflexos da paralisação de funcionários terceirizados (secretários, auxiliares de serviços gerais e merendeiras) que aderiram nesta terça-feira (13) ao movimento grevista da categoria, que cobra o pagamento de salários atrasados, o grupo gestor do Centro de Educação Profissional do Campo Paulo Freire, em Santaluz, decidiu, em reunião realizada nesta quarta-feira, que as aulas serão retomadas nesta quinta-feira (15). A informação foi confirmada ao Notícias de Santaluz pela diretora da unidade, Maria Helena Teixeira. A gestora afirma que entende a reivindicação dos servidores, que reclamam que estão sem receber há mais de quatro meses, mas alega que a paralisação pode interferir no calendário escolar e acarretar uma série de prejuízos aos estudantes. “Além de provocar atraso no encerramento do ano letivo, ainda tem a questão do transporte escolar, que só é disponibilizado até o final do mês de novembro. Portanto, isso causaria prejuízo aos estudantes que dependem do transporte para virem à escola”, justifica. “Mesmo sem poder contar com o pessoal de apoio, faremos um esforço coletivo para que a instituição tenha as minhas condições de funcionamento”, completa Maria Helena. Em tempo, as aulas continuam suspensas nos colégios estaduais Tarcilina Borges de Barros e José Leitão.

Redação Notícias de Santaluz