Share Button
Foto:Cesar Brustolin/SMCS

Valente e outros 62 municípios baianos foram acionados pelo MPF para adotarem uma série de providências para imunizar mais crianças contra a paralisia infantil | Foto: Cesar Brustolin/SMCS

Após o Ministério Público Federal (MPF) acionar 63 cidades da Bahia por terem menos de 50% das crianças protegidas contra a poliomielite (paralisia infantil) para que adotem as medidas necessárias para garantir o aumento da imunização, a Secretaria Municipal da Saúde de Valente divulgou nota esclarecendo alguns pontos. Confira abaixo a nota na íntegra:

A Prefeitura de Valente, por meio da Secretaria Municipal da Saúde de Valente informa que os dados sobre a cobertura vacinal da Poliomielite divulgados pelo Ministério da Saúde não condizem com a realidade do município.

Ainda segundo a SMS, aconteceram inconsistências no sistema antigo de imunização, que era utilizado em 2017, o que acarretou na perda de parte dos dados informados. O Ministério da Saúde reabriu o sistema para que os municípios reenviem os dados até dia 20 de julho, visando atualizar a cobertura vacinal.

A Secretaria Municipal da Saúde tranquiliza a população quanto aos riscos de surgimento da doença, já que a maioria da crianças estão imunizadas e afirma que medidas estão sendo tomadas no sentido de monitorar todas as cadernetas de vacinação para garantia que todas as crianças sejam vacinadas.

Notícias de Santaluz