WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio



rios

rios

drogaria_santana


Traficante foge da cadeia no RJ, troca nome e se muda para a Bahia, onde se formou em Direito e atuava como advogado com OAB

Share Button

Por RJ2

Anderson Luiz Moreira da Costa virou Adson Moreira de Menezes. Impressões digitais confirmaram que os dois homens são a mesma pessoa.

Anderson Luiz Moreira da Costa virou Adson Moreira de Menezes. Impressões digitais confirmaram que os dois homens são a mesma pessoa.

Após fugir da cadeia, um traficante do Morro da Serrinha, que fica em Madureira, na Zona Norte do Rio, se mudou para a Bahia para tentar recomeçar a vida. Como o RJ2 desta quarta-feira (1º) mostrou, ele estudou, se formou em Direito e até conseguiu passar na prova da Ordem dos Advogados do Brasil. Anderson Luiz Moreira da Costa virou Adson Moreira de Menezes. O mesmo rosto, mas fichas criminais bem diferentes. As impressões digitais confirmaram o que a polícia já suspeitava. Os dois homens são a mesma pessoa. Quando era Anderson, o homem chefiava o tráfico do Morro da Serrinha. Isso ocorreu entre a década de 1990 e início dos anos 2000. Na comunidade, ele era conhecido como “Espinha”, por causa de uma cicatriz na barriga. “Além de tráfico de drogas, ele também tem passagem por latrocínio e por porte de armas. Aí, denota-se que era uma pessoa violenta”, contou a delegada titular da 77ª DP (Icaraí), Raíssa Celles. Anderson cansou de fugir da polícia do Rio. Depois de fugir da prisão, juntou dinheiro, arranjou documentos falsos e sumiu. Por mais de dez anos, ele se escondeu em Salvador, capital da Bahia. Já como Adson, Anderson abriu negócios: um restaurante, uma loja de instrumentos musicais e outra de peças de motos. “A gente identificou que na Bahia ele fez faculdade de Direito, se formou e atuava como advogado com OAB, legalmente retirada no estado da Bahia”, explicou a delegada. O falso Adson chegou a ser aprovado num concurso público como estagiário de uma penitenciária baiana. Em 2019, o homem terminaria uma pós-graduação em Ciências Criminais, e pretendia dar aulas em universidades. Anderson foi preso por agentes da 77ª DP (Icaraí). Ele tinha em seu nome três mandados de prisão por latrocínio e tráfico.

3 respostas para “Traficante foge da cadeia no RJ, troca nome e se muda para a Bahia, onde se formou em Direito e atuava como advogado com OAB”

  • joalisson disse:

    diferente de muitos políticos que nos roubam ele saiu do crime e acabou se tornando um empresario e advogado enquanto muitos policos sai da prisão e acaba roubando novamente.

  • Natalicio Oliveira disse:

    Não concordo com seu comentário, uma pessoa que comete crime precisa pagar pelo mesmo, sem contar que repsondia por vários tipo de crimes. Pode até ter se tornado uma pessoa melhor no que diz respeito a função, mas com certeza o dinheiro usado para estes negócios e formação veio do tráfico de drogas.
    Tráfico, latrocínio, falsidade ideológica, falsificação de documentos e etc. Bom cidadão ele né jovem? Por isso que o Brasil está assim, por causa destes pensamentos como o seu!!!

  • Vanderlei reis disse:

    O homem é inteligente, deveria ser aproveitado,ele saiu do crime então merece uma chance, mesmo até pagando pelos seus erros,porque em um país como o nosso que tem os Cabraus e Malufes e os lulas, todos os que querem se redimir merecem outra chance.

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia