Share Button

Por G1

Foto: Evan Vucci/AP

Foto: Evan Vucci/AP

O Twitter suspendeu temporariamente a conta de Donald Trump Jr., filho do presidente dos Estados Unidos, por compartilhar um vídeo sobre o uso da hidroxicloroquina contra a Covid-19, mesmo que o medicamento não tenha sido considerado, segundo estudos, um tratamento eficaz contra o vírus. A notícia de que a conta sofreu restrições foi anunciada nesta terça-feira (28) pelo porta-voz do filho de Donald Trump e estrategista do partido Republicano, Andrew Surabian. Ele acusou a empresa de tecnologia de ser “a maior ameaça à liberdade de expressão”. Em resposta à postagem de Surabian, a rede social disse que “De acordo com a captura de tela [exibida por Surabian], o Tweet exige exclusão porque viola nossas regras (compartilhando informações incorretas no COVID-19), e a conta terá funcionalidade limitada por 12 horas”. Segundo o jornal britânico The Guardian, o vídeo compartilhado por Trump Jr. foi o da médica Stella Immanuel, que teria defendido a hidroxicloroquina como uma “cura” para o coronavírus. A médica teria também descartado evidências de que o uso de máscaras ajuda a conter a disseminação do vírus.