WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio




Laboratório Checap

Drogaria Santana

Adrivana Cunha Hospital de Olhos


:: ‘Destaque2’

Coronel ultrapassa Lázaro e assume vice para Senado; Wagner lidera, aponta pesquisa

Share Button

Por Bahia Notícias

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O candidato ao Senado na chapa do governador Rui Costa (PT), Angelo Coronel,  ultrapassou Irmão Lázaro (PSC) pela primeira vez e assumiu a vice-liderança das intenções de voto nas eleições deste ano. É o que mostra a pesquisa Real Time Big Data, encomendada pela Record TV Itapoan, e divulgada nesta quarta-feira (3). De acordo com o levantamento, Coronel tem 26%, enquanto Lazaro aparece com 23%. No entanto, há empate técnico entre os dois na margem de erro. Jaques Wagner (PT) continua na liderança isolada. Veja o resultado completo abaixo:

Jaques Wagner (PT) – 42%;
Angelo Coronel (PSD) – 26%;
Irmão Lazaro (PSC) – 23%;
Jutahy Jr. (PSDB) – 18%;
Comandante Rangel (PSL) – 6%;
Jorge Vianna (MDB) – 3%;
Fábio Nogueira (PSOL) – 2%;
Outros – 2%;
Nulos/Brancos – 19%;
Indecisos para 1ª vaga – 11%;
Indecisos para 2ª vaga – 29%.

O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) com o número BA-01122/2018. O instituto Real Time Big Data ouviu 1.200 eleitores nesta terça-feira (2) com entrevistas por telefone. O nível de confiança é de 95%, com margem de erro de 3%, para mais ou para menos.

Haddad diz que subida de Bolsonaro se deve a mentiras no WhatsApp

Share Button

Por Folhapress

Foto: Claudio Kbene

Foto: Claudio Kbene

O candidato Fernando Haddad (PT) atribuiu, na manhã desta quarta-feira (3), a subida de Jair Bolsonaro (PSL) nas pesquisas de intenção de voto à onda de informações inverídicas, de acordo com ele, propagadas no aplicativo WhatsApp. O petista, que ocupa a segunda colocação na disputa eleitoral, declarou que pessoas de boa fé estão sendo confundidas. Em entrevista a uma rádio de Pernambuco, Haddad adotou um tom diferente e partiu para o ataque. Disse que WhatsApp era coisa de covarde e não de político sério. Haddad reconheceu que a campanha petista não conseguiu até agora correr atrás das mentiras propagadas com eficiência porque é bastante difícil. Falou em jogo de gato e rato. “São milhões de mensagens mentirosas por dia e faz uma semana que isso vem acontecendo. É muito difícil conter essas mentiras porque, por exemplo, o Twitter é público, o Facebook é público, o YouTube é público. No WhatsApp, não tem como correr atrás com a mesma eficiência”, afirmou. Diferente da estratégia que vinha adotando, de não entrar em confronto com os adversários, Haddad desafiou Bolsonaro. “Se ele fosse valente como diz que é, ele enfrentaria olho no olho.” O petista ressaltou que seu principal adversário mente nas redes sociais. “Ele está falando coisas contra a família brasileira, contra a escola pública brasileira, acusando as professoras de, nas escolas, tratar de temas com crianças pequenas sobre sexualidade. Fazendo coisas que são a maior baixaria do mundo.”

Menino de nove anos recebe homenagem por devolver carteira com dinheiro na Argentina

Share Button

Por G1

Augustín Batista recebe uma bicicleta ao ser homenageado por devolver carteira com dinheiro que encontrou em La Carlota, na província de Córdoba, na Argentina — Foto: Reprodução/Facebook/ Capellania Juarezcelman la Carlota

Foto: Reprodução/Facebook/ Capellania Juarezcelman la Carlota

Um menino de nove anos foi homenageado na Argentina depois de devolver uma carteira com 25 mil pesos (cerca de R$ 2.585). Augustín Batista foi recompensado com uma bicicleta, entre outros presentes, e uma recompensa de 15 mil pesos (pouco mais de R$ 1.550). Morador de La Carlota, na província de Córdoba, ele vive em uma casa modesta com os pais e quatro irmãos. Segundo sua mãe, Verónica, no final de setembro o menino chegou em casa preocupado porque tinha encontrado a carteira com o dinheiro, e pediu que os pais o ajudassem a localizar o dono. Verónica diz que Augustín até chorou porque, inicialmente, pensou que os pais poderiam querer ficar com o dinheiro. A mãe garante, no entanto, que ambos se orgulharam imediatamente da honestidade do filho. O jornal argentino “El Puntal” não explica como o dono foi encontrado, dizendo apenas que a família teve ajuda da professora do menino, que também foi a responsável por divulgar a boa ação de Augustín. Na segunda-feira (1º), a professora Estela Langone esteve entre os participantes da homenagem ao menino, realizada na escola onde ele frequenta a quarta série. 

Dono de apartamento onde polícia achou R$ 51 milhões diz que cedeu imóvel a Lúcio Vieira Lima sem formalizar negócio

Share Button

Por Bahia Notícias

Dinheiro foi encontrado em quarto de apartamento vazio após denúncia anônima | Divulgação/Polícia Federal

Dinheiro foi encontrado em quarto de apartamento vazio após denúncia anônima | Divulgação/Polícia Federal

O empresário Silvio Antonio Cabral da Silveira, dono do apartamento onde foram encontrados os R$ 51 milhões atribuídos aos irmãos Vieira Lima, disse que emprestou o imóvel para Lúcio sem formalizar o negócio. A declaração foi dada há menos de um mês em depoimento a um juiz auxiliar do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF). “Nada, nada foi formalizado”, disse o empresário ao ser questionado se registrou em documento o empréstimo. “Eu tenho um empreendimento na Graça, pequeno, e ele sabia da dificuldade que nós estávamos para vender o apartamento. Ele perguntou se eu podia emprestar o apartamento para ele”, afirmou o dono do imóvel. Durante a audiência, ele disse ainda que esperava encontrar livros e quadros no apartamento quando foi chamado pela PF. “Eu fui na Polícia Federal sem chamamento nenhum, sem advogado, sem ninguém saber o que era, certo de quê? De que tinha livros, quadros, alguma coisa desse tipo. Quando cheguei lá para surpresa minha tinha lá na Polícia Federal um bocado de mala cheia de dinheiro”, declarou.

Após ver reportagem, garoto junta dinheiro para dar boneca a menina que mora no sertão da Bahia

Share Button

Por TV Sudoeste e TV São Francisco

Joshua mora a 760 km de distância de Eloar e resolveu juntar dinheiro para comprar a boneca após assistir reportagem sobre a seca | Foto: Reprodução/ TV Sudoeste

Joshua mora a 760 km de distância de Eloar e resolveu juntar dinheiro para comprar a boneca após assistir reportagem sobre a seca | Foto: Reprodução/ TV Sudoeste

Um garoto de 11 anos, que mora em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, juntou dinheiro em um cofre para comprar uma boneca para uma garota que mora na zona rural de Juazeiro, no norte do estado, após ver uma reportagem da TV São Francisco sobre a seca na região. A matéria foi exibida no dia 23 de agosto. Foi quando ele começou a juntar o dinheiro para presentear a nova amiga.

Joshua Duarte, de 11 anos, e Eloar Ferreira, de 7, moram a 760 km de distância, e nunca se viram pessoalmente, o que não impediu que o ato de solidariedade fosse realizado. “Eu juntei dinheiro há bastante tempo. Eu vi a reportagem e fiquei comovido, e falei: ‘Mãe, eu quero dar uma boneca para a menininha. E ela disse: ‘Mas é muito longe’. E eu falei: mas eu quero dar, mãe. Aí ela terminou de juntar meu dinheirinho, eu fui lá e comprei a bonequinha para dar a ela”, relata o pequeno Joshua.

Eloar Ferreira ganhou a boneca após Joshua assistir reportagem sobre a seca no local onde ela mora | Foto: Reprodução/ TV São Francisco

Eloar Ferreira ganhou a boneca após Joshua assistir reportagem sobre a seca no local onde ela mora | Foto: Reprodução/ TV São Francisco

A garota mora no Vale do Salitre, distante 43 km da sede de Juazeiro. Na reportagem, a mãe dela, dona Maricleide Ferreira da Silva, conta que, embora sofra com a falta de água, sonha mesmo em poder dar uma boneca para a filha. Quando a equipe da TV São Francisco chegou à casa de dona Maricleide, que é agricultora, para entregar a boneca, a encontrou consertando o telhado das própria casa. “Tô construindo a minha cozinha, o banheiro, porque não temos banheiro, e um fogãozinho de barro ali dentro para cozinhar”, disse.

Junto com o presente, Joshua ainda mandou um bilhete para a nova amiga. Tímida, a menina de poucas palavras deu um sorriso ao receber a boneca, e colou o bilhete do menino na parede do quarto. “Obrigada por você ter gastado o dinheiro do seu cofre para comprar uma boneca para mim”, disse Eloar. Dona Maricleide também agradeceu a Joshua. “Eu fico muito grata. Desejo muita sorte pra ele, muitos anos de vida, porque a gente tá realizando o sonho dela, que ela queria ganhar a boneca”.

Bolsonaro diz que a questão ideológica é grave como a corrupção e precisa ser combatida

Share Button

Por G1

O candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta terça-feira (2) no Twitter que a “questão ideológica é tão, ou mais grave, que a corrupção no Brasil” e é um mal a ser combatido. “A questão ideológica é tão, ou mais grave, que a corrupção no Brasil. São dois males a ser combatido”, escreveu o candidato na manhã desta terça. Bolsonaro voltou a defender o fim das indicações políticas. “O desaparelhamento do Estado, e o fim das indicações políticas, é o remédio que temos para salvar o Brasil”, disse. Nesta segunda-feira (1), ele afirmou que obras continuarão paradas em todo país “se ministérios e cargos continuarem sendo distribuídos a partidos políticos”. “Milhares de obras paradas em todo país atualmente. Assim permanecerá se ministérios e cargos continuarem sendo distribuídos a partidos políticos em troca de apoio ao invés de ocupados por critérios técnicos. Essa é a raiz do problema e nós temos a liberdade necessária para mudar!”, publicou Bolsonaro.

Ibope: Bolsonaro, 31%; Haddad, 21%; Ciro, 11%; Alckmin, 8%; Marina, 4%

Share Button

Por G1

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O Ibope divulgou nesta segunda-feira (1º) o resultado da mais recente pesquisa de intenção de voto na eleição presidencial. A pesquisa ouviu 3.010 eleitores entre sábado (29) e domingo (30). O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos. Os resultados foram os seguintes: Jair Bolsonaro (PSL): 31%; Fernando Haddad (PT): 21%; Ciro Gomes (PDT): 11%; Geraldo Alckmin (PSDB): 8%; Marina Silva (Rede): 4%; João Amoêdo (Novo): 3%; Alvaro Dias (Podemos): 2%; Henrique Meirelles (MDB): 2%; Cabo Daciolo (Patriota): 1%; Guilherme Boulos (PSOL): 0%; Vera Lúcia (PSTU): 0%; Eymael (DC): 0%; João Goulart Filho (PPL): – Branco/nulos: 12%; Não sabe/não respondeu: 5%.

Simulações de segundo turno:

Ciro 45X% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 13%; não sabe: 3%);
Alckmin 42% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 17%; não sabe: 3%);
Haddad 42% x 42% Bolsonaro (branco/nulo: 14%; não sabe: 3%);
Bolsonaro 43% x 38% Marina (branco/nulo: 17%; não sabe: 2%);

Sobre a pesquisa

Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos; Entrevistados: 3.010 eleitores em 208 municípios; Quando a pesquisa foi feita: 29 e 30 de setembro; Registro no TSE: BR- 08650/2018; Contratantes da pesquisa: TV Globo e “O Estado de S.Paulo”; O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro; 0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado.

Agressor de Bolsonaro tem insanidade mental, conclui laudo psiquiátrico da defesa

Share Button
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Adélio Bispo de Oliveira, que agrediu o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) com uma facada, tem insanidade mental, segundo avaliação psiquiátrica feita por um profissional particular contratado a pedido da defesa do agressor. De acordo com os exames, Adélio sofre de distúrbios que alteram sua percepção da realidade. Com base no resultado, a defesa vai pedir que o homem seja transferido da cadeia para uma instituição psiquiátrica, de acordo com o Correio Braziliense.  Adélio está preso desde o dia 6 de setembro, quando esfaqueou Bolsonaro no abdômen, enquanto o presidenciável fazia campanha nas ruas de Juiz de Fora (MG). O inquérito aberto pela Polícia Federal (PF) para investigar o caso concluiu que o agressor agiu sozinho. A corporação não chegou a pedir exame psiquiátrico, por considerar que não seria uma atribuição dos investigadores. 

Dois homens morrem em ação policial contra grupo que montava e vendia submetralhadoras na Bahia

Share Button

Por G1 BA

Com o grupo, polícia aprendeu duas submetralhadoras, uma espingarda e peças para a montagem de armamentos — Foto: Divulgação/SSP-BA

Com o grupo, polícia aprendeu duas submetralhadoras, uma espingarda e peças para a montagem de armamentos | Foto: Divulgação/SSP-BA

Dois homens apontados como integrantes de um grupo que montava e vendia submetralhadoras morreram em troca de tiros com policiais, na tarde de domingo (30), em São Gonçalo dos Campos, a cerca de 119 quilômetros de Salvador. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), policiais militares faziam abordagens em Feira de Santana, quando flagraram um motociclista com uma submetralhadora em uma sacola. Durante depoimento inicial, o homem contou que comprou o armamento em um imóvel, no município de São Gonçalo dos Campos. Os policiais, então, foram até o local indicado e foram recebidos a tiros por três homens que estavam no imóvel. Dois deles foram atingidos e não resistiram aos ferimentos, enquanto um terceiro conseguiu fugir. Com eles, os policiais encontraram mais uma submetralhadora, uma espingarda calibre 12, diversos carregadores e peças utilizadas para fabricação de submetralhadoras. A polícia ainda segue em procura do suspeito que fugiu, identificado pelo prenome Osmar.

Bolsonaro diz ‘não ter nada para fazer’ em caso de derrota

Share Button

Estadão Conteúdo

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, afirmou, em entrevista publicada pelo site do jornal O Globo, que não teria “nada para fazer” em caso de derrota nas urnas, no intuito, segundo o site, de explicar a frase dita na sexta-feira de que não aceitaria em um resultado das urnas “diferente da minha eleição”. “Sei que não tenho nada para fazer (em caso de derrota). O que quis dizer é que não iria, por exemplo, ligar para o Fernando Haddad depois e cumprimentá-lo por uma vitória”, afirmou, acrescentando que “se tiver segundo turno, vai ser o Haddad que vamos enfrentar”. Sobre os protestos que reuniram milhares de pessoas em cidades no Brasil e no exterior, Bolsonaro afirma ter visto “só um certo vulto no Rio de Janeiro e em São Paulo”. “No resto do Brasil, foi um desastre. São apenas minorias contra mim, não existe isso de rejeição de eleitorado feminino ao meu nome”, comentou. O texto do site lembra, contudo, que há uma maior taxa de rejeição da sua candidatura entre as mulheres. Quanto aos próximos passos de sua campanha, Bolsonaro afirma querer participar do debate entre os presidenciáveis a ser realizado na próxima quinta-feira pela Rede Globo, mas que o cirurgião Antonio Luiz Macedo deu uma resposta negativa. “O problema é que o debate demora três horas e a equipe médica tem preocupação com isso. Outra complicação é que teria que ficar em pé muito tempo”, disse Bolsonaro, que, contudo, vai insistir com o médico novamente na véspera do evento.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia