Share Button
Foto: Reprodução/Pixabay

Foto: Reprodução/Pixabay

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (6) que a vacina da Covid-19 da farmacêutica chinesa SinoVac começará a ser testada no Brasil em 20 de julho. Os testes fazem parte da fase três da vacina Coronavac, contra o novo coronavírus, e foram autorizados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). De acordo com a Folha de S.Paulo, essa é a segunda liberação de testes pelo órgão. No dia 2 de junho, a Anvisa havia dado o aval à Universidade de Oxford, no Reino Unido. A expectativa é de que os lotes da vacina vindos da China cheguem na semana que vem e será iniciado o processo de distribuição para os centros de pesquisa. Os estudos serão liderados pelo Instituto Butantan, vinculado ao governo paulista, e contarão com nove mil voluntários em 12 centros de pesquisa localizados. Além de São Paulo, outros quatro estados e o Distrito Federal também vão participar dos testes. Durante entrevista Doria explicou que o recrutamento dos voluntários será iniciado em uma semana, na segunda-feira (13), e que aqueles que participarão dos testes clínicos serão profissionais de saúde que trabalham no atendimento a pacientes com covid-19.