Share Button
Foto: Freepik

Foto: Freepik

Desde o último sábado, dia 2 de janeiro, a Secretaria de Saúde de Santaluz não divulga dados atualizados sobre a situação da pandemia de Covid-19 no município – mesmo diante do cenário de incertezas apontado por diversas autoridades como ‘ainda muito preocupante’.

No boletim epidemiológico mais recente, divulgado há quase uma semana, a cidade contabilizava 1.096 diagnósticos positivos da doença, sendo que 29 desses foram confirmados naquele dia. Desde então, não foram divulgados novos dados. A falta de informação tem sido contestada por parte da população.

Desde o começo da pandemia, a Secretaria Municipal de Saúde, que é responsável pelo balanço, vinha divulgando quase diariamente informações sobre total de pessoas infectadas, números de novos casos confirmados e pacientes recuperados nas 24h anteriores, suspeitas em investigação, casos ativos e total de óbitos registrados em decorrência de complicações da doença provocada pelo novo coronavírus.

A reportagem está tentando contato com a secretaria desde a última segunda-feira (4), para solicitar dados atuais sobre a pandemia no município, mas até a publicação desta matéria não obteve sucesso.

Pandemia na Bahia

Foto: Freepik

Foto: Freepik

A Bahia contabilizou 508.695 casos positivos de infecção pelo novo coronavírus até às 17h desta sexta-feira (8) – dos quais 2.777 casos foram confirmados nas últimas 24 horas. Até o momento, 493.064 pacientes estão recuperados, 6.267 encontram-se ativos e 9.364 mortes já foram registradas, segundo boletim divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

Na quinta-feira (7), em entrevista ao jornal da Manhã, da TV Bahia, o secretário estadual de saúde, Fábio Villas-Boas, alertou que os números podem ser ainda maiores por causa de subnotificação. De acordo com ele, com a recente mudança de gestão nas prefeituras, uma boa parte dos dados ainda não foi enviada para a Sesab.

Estado confirma primeiro caso de reinfecção por coronavírus

Foto: Freepik

Foto: Freepik

A Sesab confirmou nesta sexta-feira o primeiro caso de reinfecção por coronavírus na Bahia. Por meio de sequenciamento genético foi observada a mutação E484K, que é identificada originalmente na África do Sul.

A paciente em questão, uma mulher de 45 anos residente em Salvador, contraiu a Covid-19 duas vezes em um intervalo acima de 90 dias, conforme laudos emitidos pelo Hospital São Rafael em maio e outubro de 2020.

De acordo com a Sesab, outros 118 casos suspeitos de reinfecção estão sendo investigados na Bahia em pacientes com idade entre 5 e mais de 80 anos. Deste total, há 82 notificações para o sexo feminino e 36 para o sexo masculino, informou a secretaria.

Notícias de Santaluz