Share Button
Foto: Notícias de Santaluz/Arquivo

Foto: Notícias de Santaluz/Arquivo

O juiz federal Rafael Ianner Silva negou embargo de declaração e manteve a penhora de bens do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Santaluz, na região sisaleira da Bahia, Joélcio Martins da Silva. A decisão desta sexta-feira (4) tem relação com uma ação contra Martins por danos aos cofres públicos no período em que ele governou o município. Segundo a decisão, a qual o Notícias de Santaluz teve acesso, o juiz determinou a imediata expedição de ofício ao Cartório de Registo de Imóveis de Santaluz para levantamento do registro de penhora sobre as fazendas Tanque Novo e Alto Alegre, além de indeferir o reconhecimento de excesso de execução nas penhoras sobre demais imóveis, entre eles as fazendas Poço Cumprido e Quivungo. A decisão não menciona o valor atual da dívida a ser paga com a penhora dos bens. Entretanto, em setembro de 2014, a quantia devida era superior a R$ 1,1 milhão. A reportagem não conseguiu contato com o ex-prefeito.

Notícias de Santaluz