Share Button

Imagem: Casa Civil / Rafael Carvalho

Após a fusão entre DEM e PSL ser concretizada formando o União Brasil, a nova sigla deve perder seus dois ministros do governo Bolsonaro. Membros das duas legendas indicam que Tereza Cristina (Agricultura) e Onyx Lorenzoni (Trabalho) devem migrar para outro partido devido à conjuntura política em seus estados nas eleições de 2022. A informação é do jornal O Globo. Ainda de acordo com as informações, dirigentes também dão como certa a filiação do ministro da Justiça, Anderson Torres, que tem dito que pretende se candidatar ao Senado. Torres participou do evento de fusão entre DEM e PSL. Apesar de ter apoio do União Brasil para continuar na legenda, a ministra Tereza Cristina pode deixar o partido em função do cenário político do Mato Grosso do Sul. No caso de Onyx Lorenzoni, o ministro do Trabalho tem incomodado integrantes do União Brasil com a insistência para que o partido apoio o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Integrantes do União Brasil acreditam que o ministro deve se filiar ao mesmo partido do presidente da República.