Do Bahia Notícias
xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.xHBociLWfm

Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

A pesquisa MDA, divulgada na manhã desta terça-feira (9) pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), apontou que a aprovação do desempenho pessoal da presidente Dilma Rousseff (PT) subiu de 47,4% para 52,4% entre as sondagens feitas no final de agosto e o início de setembro. A desaprovação pessoal caiu de 47,4% para 42,9%, no mesmo período. Não sabe ou não respondeu somam 4,7%. A pesquisa apontou também que o potencial de voto na candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, é de 65% – 18,5% das pessoas dizem que ela é a única em quem votariam e 46,5% afirmam que poderiam votar nela. Marina tem ainda 31% dos entrevistados que não votariam nela de jeito nenhum. No caso da presidente Dilma Rousseff (PT), o potencial positivo de voto nela é de 56,3%. Ao todo, 22,8% dizem que ela é a única em que votariam e outros 33,5% afirmam que poderiam votar nela. Outros 41,7% dos entrevistados dizem que não votariam nela de jeito nenhum. No caso de Aécio Neves, o potencial de voto é de 48,1%. Ao todo, 6,3% dos entrevistados disseram que o tucano é o único em quem votariam e outros 41,8% poderiam votar nele. Ao todo, 43,5% não votariam nele de jeito nenhum – o maior índice entre todos os candidatos. Foram entrevistadas 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 unidades da federação das cinco regiões entre os dias 5 e 7 de setembro. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais para mais ou para menos. Registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR – 00574/2014, a 121ª Pesquisa CNT/MDA entrevistou 2.002 pessoas em 137 municípios de 25 unidades federativas das cinco regiões. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.