Share Button

Por Política Livre

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Diante do avanço do número de casos do novo coronavírus, o governador Rui Costa (PT) não descartou a hipótese de um “lockdown” na Bahia, o que significa o fechamento total de serviços e estabelecimentos para combater a Covid-19. Na segunda-feira (4), inclusive, o prefeito ACM Neto (DEM) também considerou poder adotar tal medida, reforçando que a decisão “tem que ser tomada pela Prefeitura de Salvador e pelo Governo do Estado”. “Ontem eu tive uma reunião com o prefeito. Nós vamos adotando estratégias de acordo com o número de casos. Se o distanciamento social diminuir, nós vamos sim apertar as medidas”, revelou Rui, em entrevista à rádio Piatã FM na manhã desta terça-feira (5). “É importante que as pessoas compreendam que não queremos ver aqui cenas como vimos em outros países e em outros estados brasileiros”, acrescentou. Até a noite de segunda-feira, a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) havia registrado 3.734 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus, o que representa 24,35% do total de casos notificados no estado. Considerando o número de 817 pacientes recuperados e 141 óbitos, 2.776 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.