por Metro1
bandera-gay-1105x601

Foto: Divulgação

Apenas nos primeiros nove meses deste ano, foram registrados 14 mortes e suicídios de gays, lésbicas, travestis e transexuais vítimas de homofobia e transfobia, de acordo com o segundo levantamento realizado pelo Grupo Gay da Bahia (GGB-BA). Segundo o jornal A Tarde, em 2013 o número chegou a 20. Do total de casos notificados neste ano, 10 eram gays e lésbicas, e quatro, transexuais. A maioria das mortes foi causada por facadas, apedrejamentos ou armas de fogo. Segundo o antropólogo e fundador do GGB, Luiz Mott, os números são alarmantes. A presidente da Associação de Travestis e Transexuais de Salvador (Atras), Millena Passos, acredita que o número de casos notificados este ano pode ser ainda mais elevado, porque muitas vezes o boletim de ocorrência é registrado com o nome de batismo da vítima.