Assembleia_Greve_Manoel_Porto

Bancários da Bahia decidiram decretar greve em assembleia realizada na noite desta quinta-feira | Foto: Manoel Porto

Os bancários da Bahia decidiram decretar greve por tempo indeterminado em assembleia realizada, na noite desta quinta (25), na sede do sindicato da categoria, no Ginásio de Esportes, ladeira dos Aflitos, em Salvador. Os bancários vão cruzar os braços a partir da 0h da próxima terça (30).

O Sindicato dos Bancários da Bahia informou que a categoria já teve sete rodadas de negociação com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e praticamente não houve qualquer avanço em nenhuma das cláusulas em discussão, como saúde e sociais. Na financeira, os bancos oferecem reajuste salarial de 7%, mas os trabalhadores querem 12,5%, o que inclui 5,4% de aumento real de salário.

O presidente do Sindicato da Bahia, Augusto Vasconcelos, chamou a atenção para a necessidade de envolvimento de todos os bancários na campanha salarial. “É preciso unidade para enfrentar o sistema financeiro, que tem grande influência na mídia”. Uma nova assembleia foi marcada para segunda-feira (29), às 18h, novamente no Ginásio, para organização da paralisação.

Em tempo, sindicatos de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Mato Grosso, Piauí, Ceará, Pará, Roraima, Acre, Sergipe, Espírito Santo, Rio Grande do Norte e Paraíba, além do Distrito Federal, também decidiram aderir à greve.

Redação Notícias de Santaluz