Share Button
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A comercialização e a entrega de bebidas alcoólicas estão proibidas em Pintadas, cidade distante 258 quilômetros de Salvador, como medida de enfrentamento da Covid-19. A medida foi publicada através de um decreto no Diário Oficial do Município (DOM) e valerá até 26 de junho.

Além dessa ação, a cidade também está em lockdown até o próximo domingo (21). A medida, que proíbe a circulação de pessoas, exceto em caso justificável, e determina o fechamento total de estabelecimentos comerciais, além da suspensão de atividades bancárias, foi decretada por causa do aumento acentuado de casos de coronavírus.

Pintadas, que contabilizava apenas duas pessoas contaminadas no dia 10 de junho, chegou até a última quarta-feira (17), data do último levantamento divulgado pela prefeitura da cidade, a 28 casos.

O aumento de casos, segundo o prefeito João Batista, conhecido como Batista da Farmácia, se deu por conta de uma festa realizada no final de maio. O prefeito afirma que a festa, que começou na cidade e terminou em uma fazenda, reuniu moradores de Pintadas e de outros municípios da região. Segundo ele, todas as nove pessoas testadas que estavam no evento tiveram diagnóstico positivo para Covid-19.

“Na verdade, tínhamos dois casos, já tinha feito todas as barreiras de contaminação. Só que no dia 29, dia 30, houve concentração de jovens, aniversário e churrasco, desrespeitando nosso decreto. Nesse decreto, é proibido qualquer tipo de aglomeração. E aí esses jovens fizeram essa aglomeração nesse aniversário e houve churrasco. E aí começou esse aumento grande com as pessoas que estavam e de lá para cá tivemos esse aumento grande, que espalhou para os familiares e outras pessoas”, relatou Batista em entrevista ao G1.