Bahia Notícias
IMAGEM_NOTICIA_5 (1)

Foto: Reprodução / NBR

A presidente Dilma Rousseff fez um pronunciamento no início da tarde desta sexta-feira (11) no qual comentou a situação de Luiz Inácio Lula da Silva. Ela afirmou que os comentários da oposição sobre o ex-presidente são enviesados e disse que “teria o maior orgulho” de ter ele no governo. “Mas não vou discutir com você se ele vai ser ou não vai ser”, completou. A presidente também criticou o pedido de prisão preventiva contra Lula feito pelo Ministério Público de São Paulo. Segundo ela, a denúncia não tem fundamento e o órgão “passou de todos os limites”. Dilma evitou comentar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que impediu a nomeação do promotor Wellington César para o cargo de ministro da Justiça. “Decisão do STF eu não acho, eu cumpro”, afirmou. Ela ainda voltou a garantir que não vai renunciar à presidência e criticou os políticos da oposição que pedem a sua saída do poder. “Eu acredito que não é absolutamente correto por parte de nenhum líder da oposição pedir a renúncia de um cargo de presidente legitimamente eleito pelo povo sem dar elementos comprovatórios de que eu tenha de alguma forma ferido qualquer inciso da Constituição”, declarou.