Com informações da Agência Brasil
5a1330412cf2ef65b2a59d8956d3c928

Foto: Divulgação

Ainda este ano o consumidor vai sentir redução e o aumento nas tarifas. O preço na telefonia fixa deve ser reduzido em 6,3%. Os valores cobrados pela energia elétrica, o contrário: devem ficar 16,8% mais caros. As estimativas são do Relatório de Inflação do Banco Central, divulgadas nesta segunda-feira, 29 de setembro. De acordo com o BC, para o conjunto dos preços, o aumento estimado é 5%, mesmo valor previsto no relatório divulgado em junho. Portanto, neste quesito não houve elevação. Essa projeção inclui variações ocorridas até agosto nos preços da gasolina – de 0,2% – e do botijão de gás – de 0,3% -, além das projeções para telefonia fixa e eletricidade. Para o ano de 2015, o reajuste nos preços administrados pelo governo deve chegar a 6%. No ano seguinte, 2016, é de 4,9%. Vale ressaltar que esses valores são estimados e podem ser alterados.