xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.Ve6JrVrL_O

Foto: Reprodução

O Estado Islâmico (EI) divulgou uma foto nesta quarta-feira (18) que seria da bomba que derrubou um avião russo na Península do Sinai no final de outubro. De acordo com o G1, a imagem foi divulgada em uma revista online que pertence ao grupo jihadista e exibe uma lata de refrigerante acompanhada de um objeto que parece um detonador. “Os cruzados do Leste e do Oeste acreditam que estão salvos em seus jatos enquanto bombardeiam covardemente os muçulmanos do Califado. A vingança foi colocada em prática contra aqueles que se sentem seguros nos cockpits”, diz a revista. A publicação ainda relata que o EI decidiu colocar a bomba no avião russo depois de descobrir uma falha na segurança do aeroporto de Sharm al-Sheikh, no Egito. O Estado Islâmico reclama pra si a autoria do atentado que aconteceu no dia 31 de outubro. Nesta terça-feira (17), a Rússia confirmou que a aeronave foi derrubada pela explosão de uma bomba. Um quilo de TNT foi detonado durante o voo e fez o avião se desintegrar no ar, matando 224 pessoas. O avião da companhia aérea Metrojet, seguia do Egito com destino à cidade russa de São Petersburgo e caiu pouco depois da decolagem.