Share Button

Acorda Cidade

111184-3

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Alunos da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) fizeram uma manifestação na manhã desta sexta-feira (21), no campus universitário, para chamar a atenção sobre o risco de a universidade parar de funcionar em virtude dos cortes de orçamento que afetam os prestadores de serviços, os estudantes bolsistas e também a continuidade do restaurante universitário. Lázaro Silva, estudante e residente da Uefs, disse que a mobilização busca dialogar com estudantes e professores e pensar as condições em que a universidade está funcionando. 

“Estamos parando a Uefs para iniciar o diálogo com os estudantes e professores no sentido de mobilizar a universidade como um todo e debater as pautas nacionais, como a PEC 241, as condições de pagamento da universidade e os cortes de orçamentos. Ouvir o máximo de pessoas no sentido de construir e debater tendo em vista que a universidade como um todo corre risco. Funcionários estão sem receber o seu salário, bolsistas estão sem receber. Nossa ideia é tentar entender que o momento que o Brasil passa, que Feira de Santana passa e que a Uefs passa não diz respeito só aos professores, mas toda a sociedade feirense de um modo geral. É uma situação preocupante e alarmante”, afirmou. Segundo o estudante Lázaro, a universidade pode parar a qualquer momento.