Share Button
Foto: Pedro Ladeira/ Folhapress

Foto: Pedro Ladeira/ Folhapress

Os ex-deputados Geddel Vieira Lima e Henrique Eduardo Alves, receberam propina da Odebrecht em um projeto de irrigação no Piauí. Quatro delatores da Odebrecht relataram que os também ex-ministros e Michel Temer foram beneficiados na obra Tabuleiros Litorâneos, vencida em 2008 pelo consórcio formado por Odebrecht e Queiroz Galvão, com valor de R$ 120 milhões. Segundo a Folha de S. Paulo, Geddel teria recebido R$ 210 mil e Eduardo Alves, R$ 112 mil. Os delatores dizem ter e-mails comprovando as negociações. Geddel Vieira Lima foi o ministro da Integração Nacional no governo Lula, quando houve licitação da obra; Henrique Eduardo Alves foi presidente da Câmara entre 2013 e 2015. O caso foi encaminhado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) à Justiça Federal do Piauí.