xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.54DqtGT1qZ

Foto: Divulgação / Polícia Civil

O governo federal tem intensificado o rastreamento do dinheiro do tráfico de drogas apreendido no Brasil. De acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, a intenção da força-tarefa formada pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), do Ministério da Justiça, é utilizar os recursos em ações de prevenção, pesquisas, tratamentos de dependentes e reinserção social. O governo quer agilizar o depósito dos valores apreendidos em um fundo específico. Segundo a publicação, somente no estado de São Paulo, há processos que somam US$ 519 mil. Além disso, há cerca de 3 mil depósitos em poder do Banco Central, em dólar, euro e guarani – moeda do Paraguai.