Bahia Notícias
xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.vIMi7pSuI9

Foto: Max Haack / Agência Haack

Após as eleições de 2014, o governador Jaques Wagner (PT) e o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), devem voltar a adotar a política da boa vizinhança. De acordo com a coluna Tempo Presente, o petista já acenou com a possibilidade de deixar pra trás a campanha, porque ambos têm compromissos com o povo da capital baiana, e agora um “acordo” depende do democrata. “Ele (Neto) poderia começar pela via administrativa. Nós estamos gastando uma fortuna para viabilizar o metrô e atacar a questão da mobilidade, veio a prefeitura criando dificuldades com a tarifa integrada. A solução disso seria a primeira demonstração de boa vontade da parte dele. Mas é bom lembrar que as picuinhas não partiram de cá”, teria dito Wagner. O governador ainda teria afirmado que Neto “é que tem que tomar juízo” porque não é de sua índole perseguir ninguém e que ele teria toda a boa vontade com o prefeito.