Share Button

Foto: Notícias de Santaluz/Arquivo

O ex-deputado estadual e ex-prefeito de Santaluz, Joélcio Martins (MDB), foi exonerado do cargo de secretário de Infraestrutura da cidade, depois de passar pouco mais de nove meses à frente da pasta. A demissão assinada pelo prefeito Arismário Barbosa Júnior (Avante) foi publicada na noite de segunda-feira (20), no Diário Oficial do Município. Joélcio foi substituído por Elíudes dos Santos Reis, que tinha sido demitido do cargo de secretário de Serviços Públicos há pouco tempo.

Interlocutores disseram que a demissão de Joélcio Martins aconteceu depois de forte pressão da Justiça. Ele já havia sido barrado pela Justiça Eleitoral de concorrer ao cargo de vice-prefeito do município nas eleições 2020 com base na Lei da Ficha Limpa, por ter cometido crimes contra o patrimônio público. Na época, ele já tinha sido condenado por desvios de recursos públicos pelo TCU, TRF da 1ª região e respondia por ações de improbidade administrativa na comarca de Santaluz.

A saída de Joélcio Martins do primeiro escalão da gestão municipal se dá num momento em que o MDB parece estar cada vez mais isolado politicamente, inclusive com a demissão de nomes ligados ao ex-prefeito.

Por outro lado, a sigla vê grande parte da articulação política do governo Arismário voltada para a aliança com o PT, que após mudanças recentes ganhou ainda mais poder e passou a comandar secretarias consideradas estratégicas como Agricultura e Meio Ambiente, Assistência Social e Saúde, em um movimento que também garantiu uma vaga na Câmara Municipal para o até então segundo suplente de vereador Pedro do Salão (PT), aliado de primeira hora do prefeito.

Notícias de Santaluz