Do Yahoo! Brasil

Foto: Reprodução

Kevin Davis, de 18 anos, foi condenado a 99 anos de prisão por ter matado sua mãe, Kimberly Davis, de 50, no último dia 27 de março. Em depoimento à polícia do Texas, nos Estados Unidos, ele confessou que a assasinou com 20 marteladas e depois fez sexo com o cadáver. Em seu depoimento, ele afirmou que estrangulou a mão com um fio de videogame para só depois dar as marteladas. O jovem ainda afirmou que, após o assassinato, “perdeu a virgindade” com o cadáver. 

Após matar a mãe, Davis seguiu no apartamento da família à espera da irmã, que ele também planejava assassinar. O assassino afirmou que havia fantasiado várias vezes a morte da irmã. “Eu tiraria sua cabeça, vestiria o corpo com um vestido e faria sexo com ela”, afirmou Davis em depoimento. O jovem, porém, desistiu de esperar a irmã e saiu de bicicleta do apartamento. Durante o julgamento, o jovem riu diversas vezes e afirmou ter cometido o crime por “não gostar da vida e das pessoas”.