Share Button

Por G1 Zona da Mata

Foto: Reprodução/JN

Foto: Reprodução/JN

O juiz Bruno de Souza Savino, da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora, determinou nesta sexta-feira (13) a transferência de Adélio Bispo para Hospital Psiquiátrico de Custódia Jorge Vaz em Barbacena. Adélio foi preso por esfaquear o então candidato à presidência Jair Bolsonaro em setembro de 2018. Após a determinação da Justiça Federal do MS, ocorrida no início de março, a Defensoria Pública da União (DPU) e o Ministério Público Federal (MPF) analisaram a decisão e foram favoráveis à transferência. A data em que irá ocorrer a transferência de Adélio do presídio de Campo Grande para Hospital Psiquiátrico de Custódia Jorge Vaz não foi informada. Entretanto, o prazo estipulado para a permanência dele no presídio em Campo Grande se encerra no próximo dia 2 abril. Adélio Bispo foi diagnosticado com Transtorno Delirante Persistente em maio de 2019 e considerado inimputável. Por isso, conforme a decisão da Vara Federal de Campo Grande, ele não deve permanecer em um presídio que é destinado apenas para encarceramento de pessoas, sem espaço ou estrutura para o tratamento adequado.