696554

Foto: Reprodução/Facebook

O juiz Itagiba Catta Preta Neto, da quarta vara do Distrito Federal, que suspendeu a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil, teria publicado, em sua página no Facebook, várias fotos que mostram o apoio dele à oposição ao governo federal. Segundo a Rádio Globo, em uma foto que teria sido publicada nesta quarta-feira (16), o juiz aparece ao lado da família em uma manifestação contra a presidente Dilma Rousseff com a legenda “fora Dilma”. Em uma foto de outubro de 2014, o juiz teria mostrado apoio ao então candidato do PSDB, Aécio Neves. O juiz deletou a própria página do Facebook minutos depois da divulgação da liminar que suspendeu a posse de Lula. Em entrevista à BandNews, o juiz afirmou que foi às manifestações de domingo (13) contra o governo, como “cidadão”, e que isso não interferiu em sua decisão. Sobre uma postagem na rede social dizendo que Lula ser ministro seria “esculhambação”, ele diz que foi uma “brincadeira”. “Todo juiz decide de acordo com o que está no processo e na Constituição Brasileira. Ainda que eu tivesse feito uma previsão, não poderia decidir com base nisso”. A Advocacia-Geral da União afirmou que vai recorrer ainda hoje da decisão.