Do G1 CE
manifesta

Manifestantes fazem ato de apoio ao ex-presidente Lula no Polo de Lazer da Parangaba, em Fortaleza | Foto: Gioras Xerez/G1

Manifestantes e políticos realizaram neste domingo (13), em Fortaleza, uma manifestação em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. De acordo com os organizadores, o ato é um “aquecimento” para uma manifestação agendada para 18 de março. “Será uma grande concentração democrática para o Brasil”, disse o senador petista José Pimentel. De acordo com o vereador de Fortaleza Acrísio Sena, o objetivo do ato deste domingo é reunir cerca de 300 veículos em uma carreata entre o Polo de Lazer da Parangaba à Vila do Mar. “Vamos fazer um ato sem violência. Esse é sobretudo uma defesa da democracia, isso aqui é um exemplo do que vai significar o dia 18, a juventude nas ruas dizendo que nós não vamos aceitar golpe”, afirma o líder do Governo na Câmara, José Guimarães. Ainda de acordo com os organizadores, o ato reúne cerca de 300 pessoas no Polo de Lazer da Parangaba, onde ocorre a concentração. Os manifestantes gritam palavras de ordem como “não vai ter golpe” e “fica, Dilma”. “É muito importante que as pessoas possam participar desse ato democrático, em defesa da democracia”, defende Acrísio Sena. Para a professora Eugênia Nogueira, o ato é um respeito ao resultado da urnas, que elegeu Dilma Rousseff. “Essa manifestação é um ato de direito, sou cidadã e tenho direito de manifestar minha opinião. Vamos respeitar a democracia e o resultado das eleições”, avalia. Os manifestantes criticam também a condução coercitiva de Lula, levado a depor à Polícia Federal durante as investigações da Lava Jato. “A justiça é cega, mas a injustiça só não vê quem não quer”, defendem os militantes presentes.