Do Uol, com Reuters
illan_goldfajn

Ilan Goldfajn | Foto: Wilson Dias – Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciou nesta terça-feira (17) que o novo presidente do Banco Central será o economista-chefe e sócio do Itaú Unibanco, Ilan Goldfajn. Ele já exerceu o cargo de diretor de Política Econômica do Banco Central entre 2000 e 2003, quando trabalhou com Armínio Fraga e, depois, com o próprio Meirelles. Após sair do BC, em 2003, Goldfajn foi sócio da Gávea Investimentos. Depois, saiu e se tornou sócio-fundador e gestor da Ciano Investimentos, ajudando a fundar a Ciano Consultoria. Saiu em 2009 para assumir o posto de economista-chefe do Itaú. Em sua experiência internacional, Goldfajn foi economista do FMI (Fundo Monetário Internacional) entre 1996 e 1999 e professor assistente na Universidade de Brandeis, em Massachusetts, nos EUA. Ele assume com as apostas crescentes de que o banco começará a cortar a taxa de juros em breve. Suas avaliações mais recentes como economista-chefe do Itaú apontam para essa direção.